Destaque

Mesmo com a pandemia do coronavírus, Cuiabá atingiu um crescimento nominal

Publicado

na

“A Prefeitura de Cuiabá por meio da Secretaria Municipal de Fazenda mantém o controle dos gastos com manutenção e investimentos. A gestão Emanuel Pinheiro mantém como premissa desde o primeiro mandato assumido em 2017, o controle dos recursos, mesmo com os empréstimos contratados, no sentido de não prejudicar o andamento normal do município”. A afirmação foi feita pelo secretário municipal de Fazenda, Antônio Roberto Possas de Carvalho.

Um dado interessante, pontuou Possas, é a redução da capacidade de endividamento no município. O que em 2017 era de 36%, agora em 2021, baixou para 31%, levando em consideração os empréstimos já contratados com o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e outros que serão contratados brevemente. “Apesar de todo investimento com financiamentos, a nossa receita cresceu e automaticamente a proporção do endividamento com a capacidade de pagamento diminuiu mais ainda. Ou seja temos uma folga de em torno de 69% se o município quiser contratar”, assegurou Possas de Carvalho.

Em relação a previsão de receita para o próximo exercício, que é de R$ 4.232.000,00 (quatro bilhões e trinta e dois milhões de reais) dividida entre corrente de capital, reserva de capital e despesa. “Esse bolo compõe asa receitas próprias do município, de transferência, de convênios e de financiamentos”, pontuou.

Leia Também:  Greve Nacional da Educação em Mato Grosso é marcada por atos e aulas públicas em defesa da educação e da liberdade de expressão

Em relação a 2020 vamos ter um crescimento nominal dos tributos municipais (ISSQN, IPTU, ITBI e Taxas) de aproximadamente 30%, se comparado com 2019 (pré-crise). O crescimento é na ordem de 20% e com a meta orçamentária desses tributos municipais alcançada em um ano de inúmeros desafios, tanto do lado da receita quanto da despesa. “Podemos observar a receita própria tributária que recuperou o seu nível pré-crise em um esforço conjunto e humanizado para fazer frente às demandas crescentes por recursos públicos em tempos de crise sanitária e econômica. Esse montante se deve a contribuição dos munícipes. A pandemia é um problema que continua existindo, mas, que teve um impacto financeiro menor no município. Além também, da ajuda financeira do Governo federal”, assegurou Possas de Carvalho,

“Conseguimos diminuir o endividamento, manter as contas em ordem e um bom fechamento do exercício em 2020”, exemplificou.  “A preocupação do prefeito Emanuel Pinheiro em relação ao ajuste fiscal, começou em 2018, sendo que em 2019 criou o Comitê de Ajuste Fiscal. É ele quem monitora as receitas recebidas e as despesas a serem efetuadas, ou seja, previne os gastos superiores que a receita suporta. Todas essas informações podem ser acompanhadas pelos município através do Portal Transparência- http://transparencia.cuiaba.mt.gov.br/portaltransparencia/transparencia/#/home.  Nesse local constam os dados fiscais da Prefeitura de Cuiabá”, concluiu o secretário de Fazenda de Cuiabá.

Destaque

Vacinação contra covid-19 para crianças começa hoje (20); Vereador Dr. Luiz Fernando defende imunização

Publicado

na

Por Márcia Martins
Crianças de 5 a 11 anos começam a ser imunizadas contra Covid-19, a partir desta quinta-feira (20), no polo da Unic Beira Rio, a partir das 9h, em Cuiabá. Durante entrevistas a vários meios de comunicação e em suas redes sociais, o vereador e médico Dr. Luiz Fernando (Republicanos), fez questão de mostrar seu posicionamento favorável à imunização infantil.

Médico há 20 anos, presidente da Comissão de Saúde na Câmara Municipal da Capital, o parlamentar tem diversas leis e projetos voltados para a área da medicina.

“Eu sou a favor da vacinação em crianças. A favor da ciência. Tenho um filho de 5 e de 7 anos e vou levar os dois para se vacinar”, reforça o vereador ao informar que os pais ou responsáveis deverão entrar no site www.vacina.cuiaba.mt.gov.br, escolher o grupo no qual a criança se encaixa e preencher os dados. A primeira criança a receber a dose do imunizante será um garotinho, de 9 anos, que faz parte do grupo de pacientes imunossuprimidos.

De hoje ao dia 22, apenas o polo da Unic Beira Rio realizará a vacinação, devido à quantidade de doses recebidas. Foram 3.580 doses exclusivas para crianças e, conforme dados do Ministério da Saúde, a estimativa é de vacinar 60.659 crianças na Capital.

Leia Também:  Técnico Marcelo Chamusca troca o Cuiabá pelo Fortaleza

Com a chegada de doses novas doses, previstas para a próxima semana, os polos de vacinação Unic Beira Rio (Região Leste), USF Paiaguás (Região Norte), USF Quilombo (Região Oeste), USF do Pedra 90 I e II e ainda USF Parque Cuiabá (Região Sul) – também irão aplicar a vacina. Já nas zonas rurais, a USF Guia, o Programa Amor I e Amor II atenderão essas demandas.

Como embasamento para aprovação e incentivo da vacinação, Dr. Luiz Fernando destaca estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Sociedade Brasileira de Imunizações e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Já em relação ao risco de miocardite, que é uma inflamação nas células do músculo do coração (miocárdio), o médico afirma que é muito raro. “Existe certo receio quanto ao desenvolvimento da miocardite após a vacina, mas quero deixar claro que isso é raríssimo, não tenham medo, vacinem as crianças”, orienta.

LIVE – hoje às 19h30 Luiz Fernando vai realizar uma live para debater sobre a vacinação contra Covid em crianças. O debate contará com a participação do pediatra Dr. Maurício Malheiros e será transmitido via instagran.com/drluizfernandoamorim.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA