Destaque

Prefeitura de Cuiabá entregou mais de 240 mil kits do Programa Alimentação Escolar para estudantes em situação de vulnerabilidade

Publicado

na

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, encerrou em novembro a entrega da 10ª etapa dos kits do Programa de Alimentação Escolar. Na sua última etapa a ação beneficiou 29.280 estudantes da rede pública municipal de ensino. Desde março de 2020, quando as restrições impostas pela pandemia provocaram o isolamento social, até a última etapa, o programa entregou 246.893 kits da Alimentação Escolar.

A décima etapa de entrega dos kits (a quarta em 2021) começou a ser planejada no final do mês de agosto cumprindo uma determinação da gestão Emanuel Pinheiro. Mesmo com o retorno das atividades presenciais, no formato híbrido, em 27 de setembro, os kits continuaram a ser entregues em paralelo ao atendimento dos estudantes que compareceram presencialmente as unidades educacionais.

A secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado, falou sobre o objetivo da ação. “Com o impacto provocado pela pandemia, a gestão Emanuel Pinheiro, que tem como prioridade olhar para o cidadão e num gesto de humanidade, preocupado com os estudantes em situação de vulnerabilidade social e econômica, determinou a Secretaria Municipal de Educação atendesse aqueles estudantes em situação de maior vulnerabilidade”, disse a secretária Municipal de Educação, Edilene Machado.

Leia Também:  Sebrae Acelera Digital potencializa venda dos pequenos pela internet durante pandemia

O kit composto de sete produtos não perecíveis que já fazem parte do cardápio da alimentação escolar foi composto por arroz, feijão, macarrão, óleo, farinha, biscoito e leite, para cada um dos estudantes beneficiados, além de produtos de higiene.

Este ano, o kit teve seu valor nutricional enriquecido com o acréscimo de uma proteína e fruta. Nas quatro etapas de entrega dos kits neste ano, os estudantes receberam ovos, frango, carne suína, laranja, abacaxi e melancia.

Atendimento

Em 2020 foram distribuídos em cinco etapas, para estudantes beneficiários do Programa Bolsa Família, 90.110 kits e em dezembro, 100% dos estudantes da rede pública municipal, 52 943 alunos, receberam kits. O total de kits entregues em 2020 somam 143.053 kits.

Em 2021, a Prefeitura de Cuiabá entregou em quatro etapas 103.840 kits do Programa Alimentação Escolar.

Destaque

Vacinação contra covid-19 para crianças começa hoje (20); Vereador Dr. Luiz Fernando defende imunização

Publicado

na

Por Márcia Martins
Crianças de 5 a 11 anos começam a ser imunizadas contra Covid-19, a partir desta quinta-feira (20), no polo da Unic Beira Rio, a partir das 9h, em Cuiabá. Durante entrevistas a vários meios de comunicação e em suas redes sociais, o vereador e médico Dr. Luiz Fernando (Republicanos), fez questão de mostrar seu posicionamento favorável à imunização infantil.

Médico há 20 anos, presidente da Comissão de Saúde na Câmara Municipal da Capital, o parlamentar tem diversas leis e projetos voltados para a área da medicina.

“Eu sou a favor da vacinação em crianças. A favor da ciência. Tenho um filho de 5 e de 7 anos e vou levar os dois para se vacinar”, reforça o vereador ao informar que os pais ou responsáveis deverão entrar no site www.vacina.cuiaba.mt.gov.br, escolher o grupo no qual a criança se encaixa e preencher os dados. A primeira criança a receber a dose do imunizante será um garotinho, de 9 anos, que faz parte do grupo de pacientes imunossuprimidos.

De hoje ao dia 22, apenas o polo da Unic Beira Rio realizará a vacinação, devido à quantidade de doses recebidas. Foram 3.580 doses exclusivas para crianças e, conforme dados do Ministério da Saúde, a estimativa é de vacinar 60.659 crianças na Capital.

Leia Também:  Vacina Cuiabá: Intervalo para tomar a dose de reforço é reduzido para 4 meses

Com a chegada de doses novas doses, previstas para a próxima semana, os polos de vacinação Unic Beira Rio (Região Leste), USF Paiaguás (Região Norte), USF Quilombo (Região Oeste), USF do Pedra 90 I e II e ainda USF Parque Cuiabá (Região Sul) – também irão aplicar a vacina. Já nas zonas rurais, a USF Guia, o Programa Amor I e Amor II atenderão essas demandas.

Como embasamento para aprovação e incentivo da vacinação, Dr. Luiz Fernando destaca estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Sociedade Brasileira de Imunizações e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Já em relação ao risco de miocardite, que é uma inflamação nas células do músculo do coração (miocárdio), o médico afirma que é muito raro. “Existe certo receio quanto ao desenvolvimento da miocardite após a vacina, mas quero deixar claro que isso é raríssimo, não tenham medo, vacinem as crianças”, orienta.

LIVE – hoje às 19h30 Luiz Fernando vai realizar uma live para debater sobre a vacinação contra Covid em crianças. O debate contará com a participação do pediatra Dr. Maurício Malheiros e será transmitido via instagran.com/drluizfernandoamorim.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA