Destaque

Vacina Cuiabá: Intervalo para tomar a dose de reforço é reduzido para 4 meses

Publicado

na

A partir desta quarta-feira (15), todos as pessoas acima de 18 anos de idade que tenham tomado a segunda dose de qualquer vacina contra o coronavírus há 4 meses (120 dias) poderão receber a dose de reforço na campanha Vacina Cuiabá – Sua Vida em Primeiro Lugar. A coordenação da campanha da vacinação aguardava o recebimento da resolução da Comissão Intergestores Bipartite – CIB para anunciar a mudança. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, relembra que desde 20 de janeiro de 2021, início da campanha, todos os esforços são concentrados para garantir a imunização da população.

“Recebemos hoje a CIB que trata sobre essa alteração sobre a dose de reforço, que mudou de 5 para 4 meses o intervalo após tomar a segunda dose. Estamos acatando uma decisão do Estado, já que muitos municípios têm doses em estoque para reduzir o intervalo, conforme descrito na Resolução. As pessoas que receberam a segunda aplicação há 4 meses completos e que já quiserem tomar a dose de reforço estão autorizados a receber a vacina em qualquer polo centralizado ou nas 21 unidades básicas de saúde que aplicam a vacina”, disse Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha.

Leia Também:  Gado do Noroeste de MT será livre de febre aftosa sem vacinação a partir de setembro

Valéria ressalta a importância de as pessoas levarem o cartão de vacinação quando forem se vacinar. “O cartão de vacinação é um documento, que tem sido cobrado para entrar em diversos locais. As pessoas precisam guardar com cuidado e levá-lo quando forem tomar a segunda dose ou o reforço. Muita gente tem comparecido aos locais de vacinação falando que perderam o cartão. Precisamos da colaboração de todos para que cuidem de seus cartões e estejam sempre de posse dele”, comentou.

Em relação à segunda dose da Janssen, Valéria revelou que é necessário aguardar a chegada das vacinas. “Já fizemos a solicitação das doses da Janssen para o Estado, mas ainda não tivemos resposta. Assim que recebermos as vacinas, vamos começar a aplicação da segunda dose para quem foi vacinado com ela”, afirmou.

A coordenadora aproveita para fazer o chamamento das pessoas que estão com a segunda dose ou a dose de reforço atrasadas. “Temos muitas pessoas que precisam comparecer aos polos de vacinação para completarem o esquema vacinal. Quem tomou a primeira dose de Pfizer ou Astrazeneca, pode tomar a segunda depois de 56 dias. Quem tomou a primeira de Coronavac, pode tomar a segunda após 21 dias. Pessoas acima de 12 anos que ainda não tomaram nenhuma dose, devem fazer o cadastro no site Vacina Cuiabá e comparecer a qualquer polo e se vacinar o quanto antes.

Leia Também:  Fim de semana tem teatro, estreia nos cinemas e show eletrônico

Ela reforça a importância de se completar o esquema vacinal e tomar a dose de reforço. “Vacinas salvam vidas. É essencial que as pessoas venham se vacinar, pois quanto mais pessoas imunizadas, menos risco corremos de passarmos por uma nova onda da pandemia. O Brasil tem uma forte cultura de vacinação e já conseguiu controlar inúmeras doenças por meio da imunização. Estamos conseguindo combater o coronavírus com a vacina, portanto, não deixem de se vacinar”.

Destaque

Vacinação contra covid-19 para crianças começa hoje (20); Vereador Dr. Luiz Fernando defende imunização

Publicado

na

Por Márcia Martins
Crianças de 5 a 11 anos começam a ser imunizadas contra Covid-19, a partir desta quinta-feira (20), no polo da Unic Beira Rio, a partir das 9h, em Cuiabá. Durante entrevistas a vários meios de comunicação e em suas redes sociais, o vereador e médico Dr. Luiz Fernando (Republicanos), fez questão de mostrar seu posicionamento favorável à imunização infantil.

Médico há 20 anos, presidente da Comissão de Saúde na Câmara Municipal da Capital, o parlamentar tem diversas leis e projetos voltados para a área da medicina.

“Eu sou a favor da vacinação em crianças. A favor da ciência. Tenho um filho de 5 e de 7 anos e vou levar os dois para se vacinar”, reforça o vereador ao informar que os pais ou responsáveis deverão entrar no site www.vacina.cuiaba.mt.gov.br, escolher o grupo no qual a criança se encaixa e preencher os dados. A primeira criança a receber a dose do imunizante será um garotinho, de 9 anos, que faz parte do grupo de pacientes imunossuprimidos.

De hoje ao dia 22, apenas o polo da Unic Beira Rio realizará a vacinação, devido à quantidade de doses recebidas. Foram 3.580 doses exclusivas para crianças e, conforme dados do Ministério da Saúde, a estimativa é de vacinar 60.659 crianças na Capital.

Leia Também:  Bandidos rendem vítima e roubam carro em Cuiabá

Com a chegada de doses novas doses, previstas para a próxima semana, os polos de vacinação Unic Beira Rio (Região Leste), USF Paiaguás (Região Norte), USF Quilombo (Região Oeste), USF do Pedra 90 I e II e ainda USF Parque Cuiabá (Região Sul) – também irão aplicar a vacina. Já nas zonas rurais, a USF Guia, o Programa Amor I e Amor II atenderão essas demandas.

Como embasamento para aprovação e incentivo da vacinação, Dr. Luiz Fernando destaca estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Sociedade Brasileira de Imunizações e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Já em relação ao risco de miocardite, que é uma inflamação nas células do músculo do coração (miocárdio), o médico afirma que é muito raro. “Existe certo receio quanto ao desenvolvimento da miocardite após a vacina, mas quero deixar claro que isso é raríssimo, não tenham medo, vacinem as crianças”, orienta.

LIVE – hoje às 19h30 Luiz Fernando vai realizar uma live para debater sobre a vacinação contra Covid em crianças. O debate contará com a participação do pediatra Dr. Maurício Malheiros e será transmitido via instagran.com/drluizfernandoamorim.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA