Destaque

Prefeitura de Cuiabá cria programa de educação ambiental para reforçar a limpeza da cidade

Publicado

na

Seguindo as diretrizes propostas no Programa Cuiabá + 300 anos, que visa executar projetos e ações, planejar e promover uma melhoria na qualidade de vida do cidadão cuiabano,  a Prefeitura de Cuiabá criou o Programa Lixo Zero. O Decreto nº 8.822, de 25 de novembro de 2021, foi publicado nesta sexta-feira (26), na Gazeta Municipal.

O Programa Lixo Zero tem como objetivo realizar a implementação efetiva do processo de educação ambiental, da fiscalização e da aplicação de penalidades para as pessoas que lançarem em ruas, praças, jardins, e quaisquer áreas e logradouros públicos do Município, lixo de qualquer natureza, tais como: papéis, invólucros, copos, cascas, restos de alimentos e resíduos em geral.

De acordo com o Decreto, as sanções serão aplicadas tanto aos pedestres quanto às pessoas que lançarem lixo através da janela de veículos motorizados ou não, bem como aos cidadãos que lançarem os resíduos das edificações. Os infratores estão sujeitos às penalidades previstas na Lei Complementar nº 004, de 24 de dezembro de 1992 – Lei de Gerenciamento Urbano.

Leia Também:  Governo Federal prorroga prazo de lançamento de dados até sexta-feira (25)

As atos de fiscalização ficarão sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Ordem Pública e Defesa Civil – SORPDC em conjunto com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável – SMADESS e  Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana – SEMOB.

O Poder Executivo, através das secretarias envolvidas e com o auxílio de entidades afins e organizações não governamentais, irá realizar campanhas educativas durante 180 dias, com o propósito de divulgar o processo de educação ambiental. Após este período, as penalidades pelo descumprimento da legislação passarão a ser aplicadas.

PRE

Destaque

Vacinação contra covid-19 para crianças começa hoje (20); Vereador Dr. Luiz Fernando defende imunização

Publicado

na

Por Márcia Martins
Crianças de 5 a 11 anos começam a ser imunizadas contra Covid-19, a partir desta quinta-feira (20), no polo da Unic Beira Rio, a partir das 9h, em Cuiabá. Durante entrevistas a vários meios de comunicação e em suas redes sociais, o vereador e médico Dr. Luiz Fernando (Republicanos), fez questão de mostrar seu posicionamento favorável à imunização infantil.

Médico há 20 anos, presidente da Comissão de Saúde na Câmara Municipal da Capital, o parlamentar tem diversas leis e projetos voltados para a área da medicina.

“Eu sou a favor da vacinação em crianças. A favor da ciência. Tenho um filho de 5 e de 7 anos e vou levar os dois para se vacinar”, reforça o vereador ao informar que os pais ou responsáveis deverão entrar no site www.vacina.cuiaba.mt.gov.br, escolher o grupo no qual a criança se encaixa e preencher os dados. A primeira criança a receber a dose do imunizante será um garotinho, de 9 anos, que faz parte do grupo de pacientes imunossuprimidos.

De hoje ao dia 22, apenas o polo da Unic Beira Rio realizará a vacinação, devido à quantidade de doses recebidas. Foram 3.580 doses exclusivas para crianças e, conforme dados do Ministério da Saúde, a estimativa é de vacinar 60.659 crianças na Capital.

Leia Também:  Andressa Urach sobre BBB 21: "Não ia me segurar, ia ser treta real"

Com a chegada de doses novas doses, previstas para a próxima semana, os polos de vacinação Unic Beira Rio (Região Leste), USF Paiaguás (Região Norte), USF Quilombo (Região Oeste), USF do Pedra 90 I e II e ainda USF Parque Cuiabá (Região Sul) – também irão aplicar a vacina. Já nas zonas rurais, a USF Guia, o Programa Amor I e Amor II atenderão essas demandas.

Como embasamento para aprovação e incentivo da vacinação, Dr. Luiz Fernando destaca estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Sociedade Brasileira de Imunizações e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Já em relação ao risco de miocardite, que é uma inflamação nas células do músculo do coração (miocárdio), o médico afirma que é muito raro. “Existe certo receio quanto ao desenvolvimento da miocardite após a vacina, mas quero deixar claro que isso é raríssimo, não tenham medo, vacinem as crianças”, orienta.

LIVE – hoje às 19h30 Luiz Fernando vai realizar uma live para debater sobre a vacinação contra Covid em crianças. O debate contará com a participação do pediatra Dr. Maurício Malheiros e será transmitido via instagran.com/drluizfernandoamorim.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA