Destaque

Seminário abre discussões e debates sobre as condições da mulher no contexto atual

A proposta é estimular um novo caminho a partir do desenvolvimento humano, social e sustentável às mulheres fortalecendo o empoderamento.

Publicado

na

Nesta quarta-feira (17) acontece o Seminário organizado pela Virada Feminina de MT. O evento é aberto ao público, gratuito e sem fins lucrativos, com o tema principal “Equidade nos espaços Institucionais e de Poder”. Presenças confirmadas da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves, da Secretária Nacional da Família Angela Gandra, Presidente da Virada Feminina Marta Lívia Suplicy, da modelo e Ativista dos Direitos das Mulheres Luiza Brunet, da Coordenadora do Pós Doutoramento da Universidade de Salamanca/ Espanha, Ação UNICEF/ONU Dra. Maria Esther Martinez Quintero, a Juíza Dra. Amini Haddad Campos.

Cely Almeida, presidente do Instituto Virada Feminina de Mato Grosso com sua diretoria recém empossada diz que esse é o primeiro evento realizado depois da posse. Segundo Cely, existe uma grande expectativa por parte da diretoria.

“Estamos vivendo uma grande transformação global. É emocionante pensar que nós mulheres somos a porta de entrada para todo ser humano que habita a terra, e que nosso ventre é sua primeira morada e esse é sem dúvida o grande milagre da VIDA. Por isso acredito no poder transformador da mulher, uma defensora natural dos direitos individuais respeitando as diferenças”, pontuou Cely.

Leia Também:  “Eu não teria condições de pagar pelo teste e nem pelos medicamentos”, relata paciente atendida no Centro de Triagem

A presidente do Instituto lembra que o Seminário é desafiador, mas é preciso dar esse passo para avançar nas conquistas à mulher. “Confesso que está sendo um desafio para nós. Com coragem, atitude e muito respeito vamos falar sobre Equidade. Estou feliz com realização do evento que conta com a presença de mulheres fortes e representativas e que têm muito conteúdo para compartilhar. Mato Grosso ganha muito com a presença da Virada Feminina, pois queremos contribuir na realização de projetos que possam melhorar o dia a dia dos que vivem aqui”, concluiu, Cely Almeida.

O Seminário “Equidade nos espaços Institucionais e de Poder”, acontece no dia 17 de novembro, com início às 08h00 e encerramento às 18h00, no Teatro Zulmira Canavarros, localizado na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso – ALMT.

Saiba mais sobre a Virada Feminina

A organização é formada por um grupo de profissionais e mulheres de diversas áreas do saber preocupadas e comprometidas com a igualdade de gênero, raça, cidadania e o empoderamento da mulher, principalmente aquelas em situação de vulnerabilidade social. Ela abre canais de participação para quem quer trabalhar na construção de um mundo mais justo, solidário e igualitário. Qualquer gesto seguido de uma ação transforma. Funcionam como uma ponte entre quem quer ajudar e quem precisa de ajuda.

Leia Também:  Prefeitura decreta 4 de março ponto facultativo e desencadeia ações educativas no período de carnaval

E isso acontece por meio da promoção do desenvolvimento humano no Brasil, estimulando o estabelecimento de um novo caminho de desenvolvimento humano, social e sustentável, através de ações que promovam o empoderamento.

A Virada Feminina é reconhecida por estimular a construção de processos de desenvolvimento que geram equidade, justiça social e sustentabilidade. Em todas as suas atividades defende a ética, a transparência, a honestidade e o respeito às pessoas, aos governos, a sociedade. Reconhece e estimula uma metodologia concebida com base nos princípios da educação libertadora.

Destaque

PL que beneficia pessoas com deficiência é aprovado e encaminhado ao Executivo

“É importante esclarecer que muita gente proveniente desse grupo, bem como seus familiares, desconhecem seus direitos, chegando até mesmo a adquirir veículos sem usufruir dos benefícios que lhe são concedidos por Lei”, alerta Dr. Luiz Fernando

Publicado

na

Por Márcia Martins

Aprovado no plenário da Câmara e encaminhado para sanção do Poder Executivo, o Projeto de Lei nº 023/21, de autoria do vereador Dr. Luiz Fernando (Republicanos), que dispõe sobre a fixação de cartazes em revendedoras e concessionárias de veículos automotores, informando sobre os direitos a isenções tributárias para pessoas com deficiência e enfermidades de caráter irreversível.

“A propositura tem o objetivo de informar a sociedade sobre as importantes conquistas sociais direcionadas às pessoas com deficiência física. É importante esclarecer que muita gente proveniente desse grupo, bem como seus familiares, desconhecem seus direitos, chegando até mesmo a adquirir veículos sem usufruir dos benefícios que lhe são concedidos por Lei”, alertou o parlamentar ao conscientizar sobre a importância do dia 3 de dezembro, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, para conscientizar a população de que as pessoas com deficiência devem ter seus direitos respeitados

“A data visa informar sobre todos os assuntos relacionados à deficiência e o nosso projeto é mais uma garantia de direito para as pessoas”, disse ao explicar que de acordo com a propositura, os benefícios compreendem a isenção de impostos (IPI, IOF, ICMS, IPVA) na aquisição de veículos automotores zero quilômetros. “O que garante a estas pessoas um preço bem mais acessível na compra”, completou.
O cartaz ou placa, fixado nas concessionárias deverá ter a medida mínima de 297mmx420mm (folha A3), com escrita legível, contendo a seguinte informação: “Este estabelecimento respeita e cumpre a Lei; O consumidor com deficiência ou portador de enfermidade de caráter irreversível tem direito à isenção de tributos previstos em Lei. Solicite informações a um de nossos vendedores”.
Márcia Martins/Gabinete Vereador Dr Luiz Fernando
(65) 99243-2021 whats
E-mail: marcia.martins30@gmail.com

Leia Também:  Como tirar proveito do confinamento para enriquecer a relação do casal
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA