Destaque

Comunidade debate ações planejadas para o complexo cultural e esportivo

Publicado

na

A comunidade do bairro Jardim Passaredo, na Grande Coxipó, Regional Sul da capital e do entorno participaram na noite desta terça-feira (28), da reunião de apresentação do Complexo Cultural e Esportivo do Jardim Passaredo. O equipamento público vai abrigar atividades educacionais, serviços culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital, entre outras atividades. A reunião foi a primeira etapa do processo de transferência do complexo, do Ministério da Cultura e Caixa Econômica Federal, para o Município.

A secretária adjunta de Educação, Débora Marques Vilar explicou que o Complexo começou a ser pensado há cerca de 10 anos. “Na próxima semana, a estrutura, que já vem sendo utilizada pela comunidade na parte externa, onde ficam a pista de skate e o ginásio, estará recebendo as salas anexas dos 5º e 6º Anos, da EMEB Francisco Pedroso. Com isso, abrimos na escola mais vagas para a Educação Infantil. A proposta da gestão Emanuel Pinheiro é integrar num mesmo espaço físico programas, serviços e ações setoriais, visando atender os moradores da região e promover a cidadania”, destacou a secretária adjunta Débora Marques Vilar.

A coordenação geral das ações do Complexo será da Secretaria Municipal de Educação em parceria com a comunidade e atuação das demais secretarias municipais, de Obras Públicas; Cultura, Esportes e Lazer; Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência; Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento e da Mulher.  “A participação social no processo de implantação do Complexo e a gestão compartilhada entre poder público, sociedade civil organizada e representantes comunitários, com a criação de um grupo gestor, é fundamental para que possamos alcançar os objetivos da gestão humanizada e cada vez mais próxima da comunidade”, destacou.

Leia Também:  Interrupções e insultos marcam debate entre Trump e Biden

Durante o evento, cada Secretaria apresentou sua proposta para o espaço. A secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Janayna Ferreira de Jesus disse que o complexo receberá todos os serviços, programas e projetos desenvolvidos pela secretaria.  “A ideia é utilizar o espaço de forma rotativa de acordo com a necessidade e a demanda da comunidade. Teremos também serviços fixo como o Programa Siminina e pretendemos trazer a primeira sede do Programa Cuiabaninhos além dos serviços oferecidos pelos Centros de Referência em Assistência Social, os CRAS, os mutirões e aqueles realizados em parceria como o Qualifica Cuiabá e os cursos em parceria com a Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento. Teremos um cronograma mensal de atividades”, disse Hellen Ferreira.

A Secretária da Mulher, Luciana Zamproni Branco destacou a importância do Complexo que descentraliza os serviços que são oferecidos à população. “Nós da Secretaria da Mulher estamos muito felizes porque é um Complexo que terá a parceria de toda a gestão Emanuel Pinheiro e da primeira dama Márcia Pinheiro. Estaremos aqui com as Rodas de Conversas, o Espaço de Acolhimento, palestras, o Qualifica Mulher. Queremos também nossa equipe jurídica e fazer parcerias com o poder Judiciário em ações itinerantes”, disse a secretária Luciana Zamproni.

O secretário adjunto de Cultura, Justino Astrevo destacou a importância do Complexo para a região. “É um aparelho importante do Município para atender essa região carente de um espaço que a sociedade, os moradores possam vir, participar e ajudar a cuidar. E a gestão Emanuel Pinheiro, que se preocupa com as pessoas e faz acontecer uma obra importante”, disse Justino Astrevo. O planejamento de ações ligadas à cultura e esportes envolverá cursos e apresentações no anfiteatro existente dentro do complexo.

Leia Também:  Assembleia Social oferece Oficina de Produção de Sabão em comunidade

O vereador Macrean Santos, representando a Câmara Municipal de Cuiabá participou do evento. “Esta é a primeira estrutura com essas características em Cuiabá e será inaugurado num bairro onde as famílias de baixa renda mais precisam do poder público. Esta obra traz um benefício social muito grande para as famílias do Jardim Passaredo, mas para todo o entorno. Quem ganha com isso é a Região Sul”, disse ele.

A presidente da Associação do Bairro Jardim Passaredo, Terezinha Aparecida da Silva, moradora do bairro há 36 anos, agradeceu a iniciativa da Prefeitura de Cuiabá. “Estamos todos aqui hoje para sabermos o que será oferecido nesse espaço multiuso. É muito importante essa reunião para a comunidade e para nós que vivemos aqui no Jardim Passaredo. Essa ação vai ajudar muito as famílias do bairro, uma comunidade muito carente, e da região, que precisa dos serviços que serão oferecidos nesse espaço”, disse Terezinha.

Mais de 100 pessoas compareceram ao evento que contou com lideranças comunitárias de vários bairros.

Programação

A próxima reunião está marcada para o dia  5 de outubro, com lideranças e entidades, para formação do grupo gestor.

No dia 14/10 acontece ação de mobilização e no dia 26/10, capacitação sobre Planejamento de Usos e Recursos.

No dia 4/11, será feita uma mobilização artística e, no dia 18/11, acontecerá uma mobilização esportiva. Essa etapa do planejamento será finalizada no dia 25/11, com uma oficina complementar de capacitação do grupo gestor.

Destaque

Cuiabá investirá mais de R$ 193 milhões em melhoria do sistema viário nos próximos dois anos

Publicado

na

Além de construir nova pavimentação em locais que ainda não possuem essa infraestrutura, a gestão Emanuel Pinheiro também possui a constante preocupação com a manutenção das vias que já são asfaltadas. Nesse sentido, a Prefeitura de Cuiabá está realizando um processo licitatório para contratação de empresa que executará diversos serviços de melhoria no sistema viário urbano da Capital.

Para que toda a cidade seja beneficiada de forma equivalente, a concorrência nº 044/2021 está dividida em quatro lotes, sendo o primeiro para a região Leste, o segundo para a Norte, o terceiro para a Oeste, e o quarto para a região Sul. Entre os serviços que devem ser executados estão: recapeamento; remendo profundo; tapa-buraco; recuperação de tubulação de drenagem, de bocas de lobo e poços de visita.

A licitação prevê um investimento de mais de R$ 193 milhões e superou a fase de habilitação com 14 empresas aptas, seguindo os critérios estabelecidos no edital montado pela Secretaria de Obras Públicas em parceria com a Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos. Agora, será feita a avaliação da qualificação técnica das classificadas e, posteriormente, abertura das propostas e anúncio das vencedoras.

Leia Também:  Assembleia atende comunidade do Coxipó do Ouro com asfalto e ciclovia

“Os contratos firmados a partir de licitação serão executados em um período de dois anos e seis meses. Nesta semana alcançamos a histórica marca de mais de 300 quilômetros de pavimentação construída, fruto de um trabalho planejado e contínuo. O que queremos é seguir ampliando essa melhoria, garantindo a manutenção das vias e seu bom estado de uso”, explica o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Conforme a justificava apresentada pela Secretaria de Obras Públicas no edital, uma boa pavimentação tem a função de melhorar a trafegabilidade, proporcionando ao condutor mais conforto, segurança e também economia aos cofres públicos. Além disso, destaca que por conta dos desgastes naturais, após anos de uso, as vias necessitam de recuperação com execução de tapa buraco, recapeamento asfáltico, drenagem e outras ações pertinentes.

“A manutenção e melhorias das avenidas e ruas indicadas pela ação, proporcionará maior durabilidade do pavimento, maior rapidez do trânsito de veículos coletivos e particulares, gerando inserção da comunidade e os bairros, além de fomentar o desenvolvimento econômico das atividades formais e informais, a fim de suscitar empregos e, consequentemente, melhorar a renda da população”, diz trecho do edital.

Leia Também:  Interrupções e insultos marcam debate entre Trump e Biden

MAIS AVANÇOS

Para o próximo ano, a Prefeitura de Cuiabá também já tem novas obras previstas, em especial para a Avenida Miguel Sutil. O planejamento da gestão Emanuel Pinheiro é construir na avenida mais dois viadutos e uma trincheira, iniciado a partir de abril, mês de comemoração aos 303 anos da Capital. As obras serão executadas em pontos considerados grandes gargalos no trânsito da região.

Os viadutos serão edificados na rotatória de acesso ao Centro de Eventos do Pantanal e no trevo do Santa Rosa, ligando as avenidas Lava Pés e Antártica. A última obra é a construção da Trincheira do Círculo Militar, orçada em R$ 62 milhões e já que já está com o projeto protocolado no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e conta agora com o apoio do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho) para dar andamento no processo.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA