Destaque

Traçado da MT-130 em cidade do nortão pode ser alterado, a articulação é do deputado estadual Nininho

Publicado

na

Pensando em alavancar o desenvolvimento e o acesso ao distrito Entre Rios, localizado no município de Nova Ubiratã (470 km de Cuiabá), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, apresentou a indicação nº 5952/2021 que sugere ao governo de Mato Grosso a alteração de parte do traçado da MT-130, no trecho que interliga a rodovia MT-242 a MT-225. A indicação atende ao pedido dos vereadores Ari Antônio Basso (PSL), Leonildo Antônio (PP), ‘Nana’, Jozias da Fonseca (MDB) e, representando os pequenos produtores, o presidente da Associação da MT-130, Miguel Mika. O documento também foi protocolado junto à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Com a alteração, a MT-130 vai passar dentro do distrito, que atualmente tem a população estimada em 2.5 mil pessoas. Conforme os representantes, parte da estrada encontra-se encostada a uma área privada, que de acordo com o código ambiental federal é uma reserva legal.

“Nós analisamos e vimos que da maneira como está, já temos uma justificativa plausível para alterar o traçado. Ambientalmente seria motivada por questões de proteção à fauna e à flora daquela região, porque o fluxo de veículos acaba prejudicando a preservação dos animais que ali vivem, e desse modo, limitando a evolução da região” justificou Nininho.

Leia Também:  Itaú articula setor financeiro por doações para ONGs na Amazônia

De acordo com o parlamentar, a mudança do traçado também é uma alternativa viável, socialmente justa e sustentável. “A população quer a mudança. Essa alteração vai possibilitar futuramente que a rodovia possa ser pavimentada. O distrito Entre Rios já conta com obras estruturantes variadas tanto públicas quanto privadas. É pertinente que seja feito um esforço do governo do estado, por meio da Sinfra, para atender o anseio da população por mais qualidade de vida, desenvolvimento e progresso”, asseverou Nininho.

A indicação nº 5952/2021, de autoria do deputado Nininho, conta com a coautoria de outros parlamentares.

Destaque

Serviço de limpeza pública é realizado diariamente na região central por mais de 100 trabalhadores

Publicado

na

Pensando na preservação de um ambiente onde o fluxo de pessoas é extremamente elevado e contínuo, a Prefeitura de Cuiabá desenvolve uma programação de limpeza específica para a região central da Capital. O trabalho é coordenado pela Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) e realizado diariamente.

Conforme a Limpurb, para atender da forma mais eficiente possível a demanda diária da região, o plano de atuação conta cerca de 100 operadores de limpeza que são distribuídos pelas vias, praças e outros equipamentos públicos. As ações ocorrem de segunda-feira a sábado, iniciando logo às 6h e seguindo até às 20h.

Durante o período de trabalho, as equipes são responsáveis por executar serviços como varrição, roçagem, poda de árvores, pintura de meio-fio. Somando a isso, periodicamente e contando com o auxílio de caminhões pipa, as praças são lavadas e higienizadas. Todos os resíduos recolhidos por meio dessas atividades são encaminhados para o aterro sanitário.

“O Centro Histórico é o coração de Cuiabá e merece esse olhar cuidadoso. É isso que o prefeito Emanuel Pinheiro tem buscado fazer desde o seu primeiro mandato à frente de Prefeitura com melhorias nas vias, reforma de praças. Na limpeza não é diferente. Atuamos em toda a cidade, sem nos esquecer dessa região que é por onde todo cuiabano passa”, explica o diretor-presidente da Limpurb, Vanderlúcio Rodrigues.

Leia Também:  Deputado viabiliza a aquisição de um veículo para a educação de Jaciara

Além de ajudar a deixar a cidade ainda mais bonita, as ações de limpeza também ajudam a evitar que uma grande quantidade de lixo tenha como direção as bocas de lobo da região e cheguem até o Rio Cuiabá. Nesse sentido, a Limpurb destaca ainda a importância da participação da população no processo de cuidado da Capital.

“Todo lixo jogado no chão tem um destino. Nossos valorosos servidores trabalham para fazer com esse destino seja o correto e não as bocas de lobo, que muitas vezes acabam entupidas com esses materiais. Mas, é fundamental que o cidadão entenda que ele também deve ajudar o poder público a cuidar da cidade”, finaliza Vanderlúcio.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA