Opinião

O padrão certo é a sua felicidade

Publicado

na

Se você fica acordado em média 17 horas do dia, quanto deste tempo você se inclui na sua agenda para cuidar de você e se sentir satisfeita(o)? A sua autorrealização depende totalmente do autocuidado que você tem em incluir na sua rotina momentos que gerem sensações de prazer. Sua fonte de alegria pode ser o amor dedicado por si mesma(o), um trabalho que possa usufruir dos seus dons e talentos, a convivência familiar, uma boa condição de saúde, nutrição de qualidade e por aí afora. Mas, é normal que em algumas ocasiões, algumas situações podem sair do controle, as adversidades ocorrem e mesmo sabendo que posteriormente a vida volta a ficar sob controle é preciso encontrar forças para que o desgaste não cause estragos em sua alma.
Cicatrizes no coração são dolorosas, são inevitáveis e pertencem a todos, sem distinção. O motivo é que a vida é assim, sempre um novo desafio a frente e justamente é sua conduta, seus pensamentos e principalmente as suas ações que serão capazes de mudar seu comportamento diante das adversidades. Após este passo importante de encarar de frente os obstáculos é que a cura e o amadurecimento acontecem. É propósito divino. E quando esta etapa é concluída nos sentimos mais fortes e seguros. Nós devemos lutar, focar e construir o caminho que nos traz autoestima e felicidade.
É importante entender que não virá um Salvador a caminho, a sua autoestima e autorrealização depende exclusivamente das escolhas que faz para si todos os dias. Nesse sentido, nossa discussão paralela se volta exatamente para você analisar o seu interior. Seja franca ao analisar o quanto de autoestima te abastece, será que dura apenas uma fração do seu dia ou maior parte das suas 24 horas /dia. O que você pode fazer para elevar a autoestima?
Esse assunto é sério, é a chave da transformação da vida. Se está insatisfeito com a alguma coisa relacionado a sua aparência. Modifique! Busque ajuda para resolver qualquer incômodo. Mesmo que você não queira grandes transformações, apenas correções ou rejuvenescimento sutil, ou independente do que seja, você deve se permitir! Você que não se julga, que aceita envelhecer sem crises, que tem autoestima elevada, mas que também se permite conservar com um sorriso jovial nos é uma lição, e me revela que a beleza é nata a todos, basta ser praticada.
A nossa intenção aqui é dizer para cada um buscar aquilo que faz sentido e bem para você. Meu desejo é que a sua beleza interior seja refletida ao mundo e que a beleza da sua imagem seja contemplada quando refletida no espelho. Trazendo essa maravilhosa sensação de amor-próprio e alegria contagiante pelo que você construiu para si mesmo(a). Devemos sempre melhorar em tudo, sempre mesmo.
Então, descubra a sua melhor versão, alcance a plenitude, viva em meio às diversidades cheia de felicidade e jamais se detenha no pensamento em ser perfeito(a), mas tenha consciência que a plena perfeição não é digna desse plano que vivemos. Então, o que é perfeição? Simples, é você conquistar um resultado que te faça esbanjar autoestima e felicidade. Recrie seu conceito de perfeição e será sempre radiante. Um novo você sempre é possível. Está esperando o que para começar?

Leia Também:  O destino do Direito Penal

Nayara Cerutti, odontóloga com atuação em harmonização orofacial

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opinião

Reação da construção civil é real

Publicado

na

Mais uma vez a construção civil resgata a confiança de investidores e de todos os outros setores produtivos deste nosso gigante país ao trazer um clima de prosperidade que se traduz na retomada do crescimento deste segmento. Os motores deste mercado pujante já estavam aquecidos, mesmo diante do período pandêmico, chamando para si mais uma vez a responsabilidade de continuar contribuindo com o fortalecimento da economia brasileira, através de investimentos pesados, projetos ousados e com a geração de emprego e renda. Em Mato Grosso a construção civil orgulhosamente deu a resposta, contribuiu efetivamente para que nosso Estado ficasse com a terceira menor taxa de desemprego do país, ficando atrás apenas dos Estados de Santa Catarina (5,8%) e Rio Grande do Sul (8,8%), conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O percentual de desocupação em Mato Grosso apresentou queda de 9,9% para 9%, entre o primeiro e o segundo trimestre deste ano. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad). No levantamento feito no mesmo período do ano passado, 10,2% da população mato-grossense estava desempregada. Agora diante dos resultados celebramos com afinco a queda do desemprego, dando sinais de recuperação de uma das maiores crises sanitárias do planeta. O otimismo por aqui não é em vão, afinal a taxa registrada em Mato Grosso está abaixo da média nacional, que é de 14,1%.

Leia Também:  MOVIMENTO COXIPÓ PRÓ VLT

Ainda de acordo com o IBGE, estima-se que 1,6 milhão de pessoas em Mato Grosso estavam trabalhando no segundo trimestre deste ano, enquanto o número de desocupados era de 162 mil pessoas. E por que a construção civil exalta esta celebração? A resposta é animadora, claro, que celebraríamos juntamente com qualquer outro segmento, porém segundo o IBGE, a construção civil o foi o único que apresentou aumento no número de trabalhadores contratados, passando de 119 mil, de abril a junho de 2020, para 149 mil, no mesmo período deste ano.

De forma mais ampla, o setor também é expressivo no momento em todo o país, contratando aproximadamente um milhão de trabalhadores, representando 23,5% do total de novos ocupados no país. Os indicadores trazem ainda mais a certeza de que estamos no caminho certo, nosso segmento contribui efetivamente com a roda da economia, fazendo a diferença mais uma vez em um momento que todos nós precisamos exercitar empreendedorismo e força, afinal de contas não geramos empregos para números, mas para homens e mulheres, brasileiros que a cada dia renovam a esperança diante de períodos de transformações.

Leia Também:  Cuiabá 300 anos

Omar Maluf, Ceo do Grupo São Benedito

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA