Destaque

Em reconhecimento, governador promove almoço para forças de Segurança que atuaram em Nova Bandeirantes

Publicado

na

O governador Mauro Mendes parabenizou e agradeceu todos os agentes que atuaram na operação realizada em Nova Bandeirantes, nos últimos meses, contra os criminosos responsáveis por assaltos a banco no município.

O gestor promoveu um almoço com diversos representantes das instituições envolvidas, e também com alguns dos policiais que atuaram “in loco”. A operação durou 58 dias e resultou na prisão de cinco envolvidos nos crimes. Outros nove criminosos foram mortos em confronto.

“Em meu nome, na condição de governador, mas tenho certeza que em nome de milhares de mato-grossenses, registro o orgulho que senti pela operação que ocorreu em Nova Bandeirantes. Um resultado extremamente satisfatório e, óbvio, não comemoro as mortes, mas sim o resultado. Infelizmente houve confrontos e prisões, mas foi deixado um recado muito claro, muito forte e determinativo de como estamos tratando a Segurança Pública no Estado de Mato Grosso”, afirmou.

Mauro Mendes registrou ter acompanhado o desenrolar da operação e que os agentes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), da Polícia Militar e da Polícia Civil tiveram muita coragem e bravura no enfrentamento aos criminosos.

Leia Também:  AZARENTO: Bandido rouba casa, e na fuga pula no quintal de policial e morre a tiros

“Ao final, tivemos desfechos positivos. Imagino as dificuldades de todos que participaram disso, especialmente de quem esteve no front, fazendo esse combate. Por isso fiz questão de chamar não só quem comandou os batalhões, mas alguns que estiveram lá para esse almoço. Muito obrigado, não só por essa ação, mas por tudo o que está sendo feito no dia a dia. Nossos indicadores de Segurança estão melhorando. O fato é que estamos atendendo melhor todos os setores, e na Segurança não é diferente”, pontuou.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamente, destacou a integração entre as forças policiais e a contribuição que o Governo de Mato Grosso tem dado para que haja a estrutura adequada de atuação.

“O dinheiro roubado foi quase 100% recuperado. E o mais importante para a sociedade é saber que quando a Polícia chega no local, é dada uma resposta positiva. Estamos prontos para qualquer ação. Vamos deixar a Segurança Pública, ao final desse governo, com nível alto de tecnologia, rádio digital, inquérito digital, armamento e estrutura de qualidade para uma melhor Segurança a todos”, disse.

Leia Também:  Juiz mantém prisão de maniaco sexual que estuprou técnica de enfermagem

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Assis, essa operação foi a mais longa já realizada ininterruptamente pela corporação: 58 dias.

“A operação foi muito exitosa. Empregamos quatro comandos regionais e foi tudo muito bem conduzido. É um momento histórico para nós esse reconhecimento vindo do maior mandatário do estado. Temos aqui um soldado de Nova Bandeirantes que nunca imaginou que estaria sentado à mesa junto com o governador”, frisou.

Apesar de os trabalhos em campo já terem sido encerrados, as investigações contra o grupo criminoso continuam em andamento, segundo explicou o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval.

“Nossos agentes também estiveram trabalhando ‘in loco’. Participamos ativamente desse grande momento para a Segurança Pública do nosso estado. Mas ainda temos o que chamamos de ‘rescaldo’ e muita coisa boa por vir, só estamos esperando algumas manifestações do Judiciário”, adiantou.

Fonte: GOV MT

Destaque

Com pedido de vista no STF, composição da mesa diretora da ALMT pode ser alterada

Publicado

na

Após abrir divergência no julgamento sobre a reeleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o ministro Gilmar Mendes pediu vista do processo, que está em análise no plenário virtual do Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido de vista foi apresentado nesta terça-feira (21).

A ação foi apresentada em março deste ano, após a reeleição do deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) para seu terceiro mandato como presidente da Assembleia Legislativa. Nove dias após a proposição, o ministro Alexandre de Moraes concedeu liminar impedindo a posse de Botelho, o que levou à realização de uma nova eleição da Mesa Diretora da ALMT.

Proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR), a ação questionava a possibilidade de múltiplas reeleições para o mesmo cargo na Mesa Diretora, apontando que a Constituição Federal impedia este tipo de conduta no Congresso Nacional. Assim, as casas legislativas estaduais e municipais deveriam seguir o mesmo entendimento, permitindo apenas uma reeleição para o mesmo cargo de um membro da Mesa Diretora.

O processo foi a julgamento virtual pela primeira vez em 11 de junho, mas foi suspenso devido a um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes, o decano da corte, que não havia apresentado seu voto até então.

Leia Também:  VOVÔ TARADO: Idoso manda neta assistir filme pornô antes de ser estuprada em MT

O julgamento virtual retomado na última sexta-feira, 17 de setembro, ocasião em que o ministro Gilmar Mendes abriu divergência do relator do caso, Alexandre de Moraes. Mendes manteve a maior parte da decisão do relator, que limitou a uma única reeleição, mas abriu brecha para que Botelho pudesse ser reconduzido à Presidência.

“Ante o exposto, divirjo em parte do Ministro Relator e julgo procedente o pedido para conferir interpretação conforme a Constituição Federal […] e estabelecer que é permitida apenas uma reeleição ou recondução sucessiva ao mesmo cargo da Mesa Diretor, mantida a composição da Mesa de Assembleia Legislativa eleita antes da publicação do acórdão da ADI 6524 (06/04/2021)”, disse Gilmar em seu voto.

Antes do pedido de vistas, o ministro Ricardo Lewandowski acompanhou o voto de Gilmar Mendes, estabelecendo o placar de 2 a 1 para a decisão que permite a recondução de Botelho à presidência da Assembleia.

Não há data para a retomada do julgamento. Falta ainda a manifestação de sete ministros.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA