Destaque

Restaurante Italiano aposta em pratos nobres e sabores únicos para conquistar cuiabanos

Publicado

na

Agora vai ficar menos difícil decidir o que saborear no restaurante Serafina, afinal de contas não é tarefa fácil fazer a escolha do prato com rapidez quando se está em um dos restaurantes mais aclamados do mundo. A novidade é o Menu Degustação, um passaporte que permite saborear em 7 tempos pratos esplendorosos e emblemáticos; sendo 3 entradas, mini carpaccio com molho trufado, arancini e crostini di sofia, os pratos principais ficam por conta dos irresistíveis farfalle al limoncello, escalope com risoto e ravioli al funghi. Para ter um grand finale não poderia ser menos que tiramisu de sobremesa.


Os detalhes em cada tempo são de tirar o folego diante dos aromas e sabores. Para se ter uma ideia o arancini se trata de bolinho de risoto, muitíssimo apreciado na Itália, crostini se traduz em pão italiano com mussarela de búfala gratinada com um excelente parma, apenas para aguçar o apetite. E se ainda tem dúvidas desta viagem gastronômica, o farfalle leva camarão gratinado ao vinho e um molho cremoso altamente encorpado e saboroso com toque de limão siciliano.
“A criação do Menu Degustação é um presente aos nossos clientes, pois oportuniza conhecer um número maior de pratos em uma única refeição. Nosso cardápio é muito rico, e existe sempre dificuldades em fazer uma escolha, e desta forma requintada e criativa viver a experiência gastronômica Serafina fica ainda mais marcante e agradável”, define Ronaldo Poiatti, gestor do Serafina no Centro-Oeste.
Outro fator muito interessante é que o Menu Degustação manterá um valor acessível R$ 99,90 por pessoa, estando disponível apenas todas as quintas-feiras, e o cardápio do MD será modificado todos os meses.

Leia Também:  Mato Grosso registra 225.042 casos e 5.285 óbitos

Destaque

O Legislativo foi fundamental para consolidar a ferrovia estadual, afirma Max Russi

Publicado

na

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB) está otimista, quanto a valorização dos produtos em todo o Estado, por meio da melhoria da logística de transporte, com a implantação da malha ferroviária. O desenvolvimento social, com a geração de postos de trabalho, também foi destacado pelo parlamentar.

O presidente do Parlamento, ressaltou que o Legislativo está sendo fundamental para a consolidação da ferrovia estadual em Mato Grosso. Durante a solenidade para assinatura do contrato de construção, implantação e exploração do complexo ferroviário, que vai interligar Cuiabá a Rondonópolis, bem como Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde. Os atos oficiais aconteceram nesta segunda-feira (20).

Max Russi disse que o Parlamento foi responsável pela aprovação da Lei, que possibilitou com que o governador Mauro Mendes continuasse as tratativas, que asseguram juridicamente todos os encaminhamentos para o início das obras.

O deputado citou a Proposta de Emenda à Constituição 16/2020, que criou a possibilidade de que o governo pudesse construir e explorar, de forma direta, a malha ferroviária no estado.

Leia Também:  Em casa e com tornozeleira, Riva começa hoje a cumprir pena

Esse é um avanço gigantesco e vai agregar valor à nossa produção. A Assembleia foi importantíssima nesse projeto, apresentando a PEC, aprovando por meio de todos os deputados e dando ao Governo do Estado a condição de trazer a primeira ferrovia estadual”, complementou.

Max Russi acredita que a malha viária, que será denominada Ferrovia Autorizada de Transporte Olacyr de Moraes (FICO) além de gerar mais de 240 mil empregos diretos e indiretos, vai fomentar principalmente o agronegócio e a indústria, além de resultar em insumos com preços mais competitivos. “Vai sobrar dinheiro no bolso do mato-grossense e isso será um grande ganho social”, avalia.

O projeto da ferrovia estadual prevê investimento de R$ 11,2 bilhões para a sua implantação.

Participam ainda dos eventos de assinatura, que tiveram início na capital cuiabana e foram finalizamos em Lucas do Rio Verde, senadores, deputados federais, deputados estaduais, secretários de Estado, representantes da Rumo Logística e autoridades dos municípios, por onde está prevista a passagem da ferrovia.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA