Destaque

Assistência Social intensifica serviços de busca ativa por meio de mutirões

Publicado

na

A Prefeitura de Cuiabá,  por meio da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, realiza rotineiramente mutirões potencializando o processo de busca ativa às famílias em situação de vulnerabilidade social para realização de atualização cadastral e inclusão de novos beneficiários no cadastro Único- Cad Único do Governo Federal. A medida atende a premissa da gestão Emanuel Pinheiro, de garantir o atendimento as pessoas que mais necessitam. Como forma de garantir melhor acesso ao serviço, os mutirões são realizados de forma descentralizada nas unidades socioassistenciais e contam com a supervisão da primeira-dama da capital, Márcia Pinheiro.

O Cad Único é um instrumento que possibilita a identificação socioeconômica das famílias de baixa renda e pode ser utilizado por diversas Políticas e Programas Sociais, como: Programa Bolsa Família; Tarifa Social de Energia; Carteira do Idoso, dentre outros.

O acesso aos benefícios garantidos pelos programas sociais do Governo Federal iniciam por meio dos Centros de Referência de Assistência Social- Cras. Em Cuiabá, são 14 unidades instaladas em diferentes regiões para atender com excelência e dignidades àquelas pessoas que dependem do poder público para garantir a subsistência familiar. Neste caso, o cadastro não se limita à concessão de benefícios de transferência de renda, mas se constitui numa ferramenta, hoje sob a gestão municipal, que auxilia os planejamentos locais, permitindo que se organize serviços públicos de acordo com as necessidades locais, em cada território de vulnerabilidade onde se localiza um Centro de Referência de Assistência Social – CRAS.

“O Cadastro Único tem como proposta ser uma ponte para o acesso para essas pessoas que precisam dos benefícios para garantir a subsistência familiar, às políticas públicas executadas no Município. Dessa forma, essa população tem a oportunidade de ser identificada corretamente”, destacou a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

Leia Também:  Governo de MT lamenta falecimento de funcionário da AMM após acidente em serviço

Cuiabá tem 17.115 beneficiários do BPC, destes 16.335 estão inscritos no CadÚnico um percentual de 95% de beneficiários inscritos, possui 92.718 famílias cadastradas no CadÚnico e destas 24.167 são beneficiárias do Programa Bolsa Família, ou seja, o CadÚnico dá acesso a diversos programas o que acresce o número de pessoas inscritas.

Hellen aponta que nos últimos anos o número de pessoas cadastradas no sistema tem aumentado mediante a condicionalidade de oferta de benefícios de transferência de renda apenas aos inscritos. Cita como exemplo, o auxílio emergencial. “Outro exemplo são os Beneficiários do Benefício de Prestação Continuada – BPC, que nos últimos anos vem realizando o cadastro junto ao CadÚnico como forma de garantir o acesso e permanência do benefício”, acrescentou Hellen Ferreira.

Mesmo com a suspensão das atividades coletivas, como uma das medidas de enfrentamento a  Covid19 adotadas prefeito Emanuel Pinheiro,  por meio de decretos municipais, as unidades estão abertas para atender as demandas e necessidades apontadas pela população. Desde o início do enfrentamento a pandemia do novo coronavírus, a Assistência Social intensificou as ações voltadas à essa população vulnerável, com distribuição de kits de higiene, máscaras de proteção e cobertores (nos dias de frio).

Além disso, diariamente (de segunda a sábado), a equipe de abordagem social percorre os pontos como o Beco do Candeeiro, Porto, Região da Rodoviária, Morro da Luz e Aterro Sanitário, fazendo a distribuição de 500 refeições/dia. Do mês de março de 2020 até o mês de junho desse ano, já foram entregues 175.950 marmitas. “Um fato que merece ser pontuado é que, além da população em situação de rua, foram incluídos os catadores de recicláveis, que além das refeições diárias eles estão cadastrados nos Cras de Abrangência e recebem os benefícios garantidos”, lembrou a secretária.

Leia Também:  Unidades dos Cras funcionarão neste sábado (28) para atender inscrições do NIS

E por meio do projeto Quero Te Conhecer, a equipe realiza ações contínuas de abordagem de forma sensibilizar essas pessoas em situação de rua, sobre a importância do acolhimento em uma das unidades, sendo os Albergues Manoel Miráglia, da Guia, do Porto e Hotel Albergue. Com o advento da pandemia, a capacidade de acolhimento expandiu de 150 para 240 vagas. Além dessa população, esse mesmo serviço é executado com a população imigrante em Cuiabá.

Hellen pondera que o  desmonte aplicado a política de assistência social gera reflexos diretos à população mais vulnerável. Cita que no Brasil a população em extrema pobreza chega a 15.002.707 e  13 milhões de famílias brasileiras recebem complementação de renda por meio do Programa Bolsa Família e mais de 4 milhões de pessoas, entre idosos e deficientes, que não têm como prover o seu sustento ou dos membros de sua família, acessam a renda exclusivamente por meio do Benefício de Prestação Continuada, no valor de um salário mínimo.

Destaque

Primeira-dama Márcia Pinheiro participa de sopão, entrega alimentos e cobertores para 200 famílias

Publicado

na

A primeira-dama Márcia Pinheiro participou da ação de sopão, nesta sexta-feira (30), no bairro Jardim Vitória. Os trabalhos integraram o terceiro dia da Força Tarefa de Enfrentamento ao Frio, promovida pela Prefeitura de Cuiabá, que contou com 17 frentes de atuação por toda a  capital.
Segundo ela, a ação integrada de diversas secretarias já tem balanço positivo pelo raio de alcance em um curto espaço de tempo de 3 dias. “Essa soma de esforços coordenados para o combate à rigorosa frente fria, que apontava a meteorologia, mostrou a capacidade da prefeitura na sua atuação emergencial que visa minimizar o frio e a fome de centenas famílias em vulnerabilidade social”, frisou Márcia.
Somente na frente de atuação do bairro Jardim Vitória, cerca de 200 pessoas, das 2.122 famílias prevista para serem atendidas nesse terceiro dia, foram acolhidas com a triagem social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, além dos benefícios emergenciais entregues com donativos.
“Realizamos esse sopão há muitos anos e estamos agradecidos à primeira-dama e ao prefeito por esse suporte com todos esses alimentos e cobertores. Mostra a atuação da prefeitura e o cuidado com as nossas pessoas”, elencou Alto Anunciação, idealizador da ação social na região.
Desde o início da frente fria, na última quarta-feira (28), já foram entregues mais de 3,5 mil donativos entre cestas de alimentos, cobertores, kits de higiene, roupas e itens de frio, além de absorventes da campanha Cuiabá Por Elas da Secretaria Municipal da Mulher.
A intitulada Força de Enfrentamento ao Frio é uma ação coordenada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama, em conjunto com diversas secretarias municipais. A medida é realizada todos os anos, entretanto com a previsão meteorológica de frio rigoroso, foi pensado num trabalho mais acentuado.
“Todas previsões apontavam para um frio fora do comum e vimos a necessidade de ampliar aquilo que já vinha sendo realizado ano após ano. O acolhimento da população de rua e das famílias em vulnerabilidade social já faz parte da rotina da prefeitura durante todo ano, entretanto se viu esse esforço mais especializado em virtude da forte frente fria”, explicou a primeira-dama.
Leia Também:  Mato Grosso Saúde amplia serviços de teleconsulta a partir desta quarta-feira (11)
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA