Destaque

Educadora física Carol Borba lista principais benefícios de praticar jump em casa

Publicado

na

Quem disse que para queimar calorias é preciso realizar um treino monótono e sem animação, provavelmente, não conhece as aulas de jump. Queridinha das academias, a modalidade também pode ser praticada em casa, com segurança e saúde. A educadora física Carol Borba explica que, além de divertida, as aulas de jump beneficiam a forma física do praticante, com o fortalecimento da musculatura e com a melhoria da resistência muscular e da capacidade cardiorrespiratória e vascular.

Segundo a especialista, o tipo de exercício é um forte aliado para quem quer emagrecer. Ela explica que, por ser considerado um exercício aeróbico intenso, uma aula de jump completa pode promover gasto calórico de até 900 calorias em 60 minutos de treino. A queima calórica é ainda maior se os treinos estiverem alinhados com uma dieta balanceada.

“Como é algo muito dinâmico, todo o corpo é trabalhado e o emagrecimento é potencializado ao máximo. Exige esforço dos alunos e foco, para acompanhar os movimentos ao ritmo da música e não perder as séries. O exercício trabalha bem as panturrilhas, coxas e glúteos, então em pouco tempo é possível perceber a tonificação dos músculos e a perda de gorduras localizadas. É uma das minhas modalidades preferidas”, explica Carol, criadora do ‘Jump Hit’, programa que traz aulas de jump para serem realizadas em casa ou em qualquer lugar.

Leia Também:  O padrão de beleza já te fez odiar alguma característica física sua?

Além de auxiliar na perda de peso, o jump promove a redução do estresse e auxilia no equilíbrio e coordenação motora. De acordo com Carol, à frente de um canal no YouTube sobre exercícios com mais de 4,11 milhões de inscritos, o movimento do jump estimula a produção dos hormônios da felicidade, como a serotonina e dopamina. O resultado são pessoas mais alegres após o treino e com a sensação de dever cumprido, mesmo quando não há tempo de ir à academia.

Destaque

Primeira-dama Márcia Pinheiro participa de sopão, entrega alimentos e cobertores para 200 famílias

Publicado

na

A primeira-dama Márcia Pinheiro participou da ação de sopão, nesta sexta-feira (30), no bairro Jardim Vitória. Os trabalhos integraram o terceiro dia da Força Tarefa de Enfrentamento ao Frio, promovida pela Prefeitura de Cuiabá, que contou com 17 frentes de atuação por toda a  capital.
Segundo ela, a ação integrada de diversas secretarias já tem balanço positivo pelo raio de alcance em um curto espaço de tempo de 3 dias. “Essa soma de esforços coordenados para o combate à rigorosa frente fria, que apontava a meteorologia, mostrou a capacidade da prefeitura na sua atuação emergencial que visa minimizar o frio e a fome de centenas famílias em vulnerabilidade social”, frisou Márcia.
Somente na frente de atuação do bairro Jardim Vitória, cerca de 200 pessoas, das 2.122 famílias prevista para serem atendidas nesse terceiro dia, foram acolhidas com a triagem social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, além dos benefícios emergenciais entregues com donativos.
“Realizamos esse sopão há muitos anos e estamos agradecidos à primeira-dama e ao prefeito por esse suporte com todos esses alimentos e cobertores. Mostra a atuação da prefeitura e o cuidado com as nossas pessoas”, elencou Alto Anunciação, idealizador da ação social na região.
Desde o início da frente fria, na última quarta-feira (28), já foram entregues mais de 3,5 mil donativos entre cestas de alimentos, cobertores, kits de higiene, roupas e itens de frio, além de absorventes da campanha Cuiabá Por Elas da Secretaria Municipal da Mulher.
A intitulada Força de Enfrentamento ao Frio é uma ação coordenada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama, em conjunto com diversas secretarias municipais. A medida é realizada todos os anos, entretanto com a previsão meteorológica de frio rigoroso, foi pensado num trabalho mais acentuado.
“Todas previsões apontavam para um frio fora do comum e vimos a necessidade de ampliar aquilo que já vinha sendo realizado ano após ano. O acolhimento da população de rua e das famílias em vulnerabilidade social já faz parte da rotina da prefeitura durante todo ano, entretanto se viu esse esforço mais especializado em virtude da forte frente fria”, explicou a primeira-dama.
Leia Também:  Praça Alencastro sedia primeira “Celebração Ecumênica dos 300 Anos”
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA