Destaque

Cuiabá terá o 1º Festival de Rondelli 100% italiano

Publicado

na

O cardápio é estupendo, o 1º Festival de Rondelli tráz delícias a mesa do jeito caprichado da nonna, nesta sexta-feira, 16 de julho, no almoço e jantar, regado com muita descontração tendo atração musical com DJ Cesar e Adrya Real, participante do programa The Voice, e ainda com ação social.

Os sabores irresistíveis ficam por conta de quatro opções de Rondellis; com massas a base de frango, presunto e queijo, 4 queijos e camarão, com molhos pomodoro, fungui, rose e camarão. O Festival tem preço promocional, apenas R$ 59,90 por pessoa.
“Nossos Festivais com massas legitimamente italianas tem proporcionado sempre uma experiência gastronômica de impacto, mantendo sempre a tradição de trazer um verdadeiro sabor desta gastronomia tão apreciada em todo o planeta.

O Serafina não tem um jeito próprio de imitar a culinária italiana, não abrasileirou os pratos, faz questão de manter a originalidade e por isso é referência mundial”, define Ronaldo Poiatti, gestor Serafina na região Centro-Oeste.

O Serafina tem surpreendido também os cuiabanos com ações sociais durante a realização de Festivais gastronômicos, colocando a AACC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer) como protagonista, convertendo a casa parte da renda.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá cria programa de educação ambiental para reforçar a limpeza da cidade

“Nosso Grupo empresarial faz questão de manter a responsabilidade social em caráter prioritário. Precisamos unir forças para que as instituições filantrópicas possam executar seu papel tão impar, ajudar quem necessita, principalmente neste momento tão delicado da humanidade, que luta contra uma pandemia”, finaliza o empresário Amir Maluf.

A ação social se converte em brindes aos clientes durante o Festival de Rondelli, quem doar uma lata de leite em pó ganha um drink ou Sobremesa do Cardápio.

Destaque

Prefeito Emanuel libera eventos privados de Réveillon mediante a apresentação de cartão vacina ou exame PCR

Publicado

na

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, se reuniu com o setor produtivo na tarde desta quarta-feira (1), no Palácio Alencastro. Representantes dos segmentos de eventos, bares, restaurantes e comércio em geral discutiram soluções para ajudar a incentivar a população cuiabana quanto a importância da imunização contra a Covid-19. Em concordância, definiu-se que os eventos privados para o Réveillon 2022 estão liberados na capital, mas condicionados à apresentação do cartão vacina ou exame RT-PCR da Covid-19 (realizado em até 48 horas). Os Decretos 8.831/2021 e 8.832/2021 – que irão regulamentar à adoção das medidas – serão publicados em edição da Gazeta Municipal de quinta-feira (2).

Conforme o prefeito, permanecem cancelados no âmbito do município de Cuiabá os eventos públicos de promoção de festas de virada do ano, assim como o Carnaval-2022. “Sabemos dos reflexos causados pela pandemia e, o gestor, necessita de sensibilidade, respeito e diálogo. O setor já foi sistematicamente penalizado com as medidas de enfrentamento à Covid19”.

Mediante à normativa 8.832/2021, o cartão de vacina, também chamado de ‘passaporte’ e o teste PCR serão obrigatórios nos estádios, ginásios esportivos, cinema, teatro, museu, salão de jogos, casa de shows e apresentação artística em geral, hospitais públicos e privados e órgãos públicos municipais. As exigências valerão também para adolescentes acima de 12 anos.

Leia Também:  Câmara de Cuiabá auxilia o TRE-MT cedendo veículos

Durante a reunião, foi definido que a exigência de cobrança da apresentação do cartão vacina ou exame RT-PCR da Covid-19 será de responsabilidade dos organizadores do eventos e empresários.

“Necessitamos adotar medidas de prevenção, porque temos uma variante agressiva e devemos incentivar as pessoas a se vacinarem. Levantamento da campanha Vacina Cuiabá – a sua vida em primeiro lugar aponta que 57 mil pessoas acima de 18 anos não tomaram a segunda dose e mais de 20 mil, acima de 18 anos, sequer receberam a primeira dose. E ainda temos, apenas 33% dos jovens entre 12 a 17 anos não vacinados. Esse esforço tem que ser em conjunto com vocês, para sensibilizarmos essas pessoas a se vacinarem. Neste decreto tomamos essas decisões em conjunto com os setores, porque não dá para a gente fazer algo sem ouvir o comércio, o setor do evento e outros. Por isso, todos foram chamados para discutir. Chegarmos ao consenso que é bom para todos. Vamos ampliar os polos e estudamos estratégias para fomentar o acesso à vacinação”, explicou o gestor da capital.

Leia Também:  Jovens devem ficar em casa para proteger suas famílias

A presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Lorena Bezerra, elogiou o prefeito da Capital por manter o diálogo com todos os setores antes de tomar qualquer decisão que impactará na vida de milhares de trabalhadores. “Mais uma vez, o prefeito se mostrou aberto ao diálogo. A reunião foi produtiva e construímos esse decreto juntos, para termos um aumento da vacinação. Vamos incentivar as pessoas e não deixar a nossa economia cair, evitando que o setor seja prejudicado. Essa reunião também serviu para que as festas de final de ano e demais eventos sejam realizadas de forma segura”, concluiu.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA