Destaque

Ipês começam a florir e proporcionam um verdadeiro espetáculo natural pelas ruas de Cuiabá

Publicado

na

Quem anda pelas principais vias de Cuiabá já consegue observar uma bela e florida diferença no paisagismo dos canteiros centrais e calçadas. Como é comum na região Centro-Oeste, é nesta época que os Ipês começam a florescer, transformando o visual das cidades e deixando-as ainda mais vivas e coloridas. Na capital, a primeira espécie a proporcionar esse espetáculo natural é a do tipo roxo com variações do rosa.

Esse processo de florada é comumente iniciado no mês de julho e, a partir disso, o desabrochar de cada uma das cores segue até por volta de setembro, podendo alternar de acordo com as variações climáticas de cada região. Por aqui, em cada um dos períodos diferentes, é possível contemplar a variação de tons possibilitada pelas espécies do tipo roxo, amarelo, rosa e branco.

Na capital de Mato Grosso, essa magia da Mãe Natureza é fortalecida por ações de plantio e distribuição de mudas realizadas continuamente pela Prefeitura de Cuiabá. Seja de forma direta ou por meio de parcerias, o Município tem buscado potencializar a arborização dos espaços públicos. Avenidas como Mato Grosso, Beira Rio, Miguel Sutil, Dante Martins de Oliveira, por exemplo, já foram alcançadas com o plantio de Ipês.

Leia Também:  Governo de MT distribui 185,3 mil testes para detecção da Covid-19 aos 141 municípios

“Cuiabá carrega o título de Cidade Verde por conta de sua beleza natural proporcionada pelas milhares espécies de árvores presentes nas residências, canteiros, calçadas, praças e parques. Os tipos de Ipês estão entre essas espécies que podem ser admiradas. O Poder Público deve sempre incentivar a arborização e é isso que fazemos quando plantamos ou entregamos mudas para a população”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

Outro ponto de grande movimentação da cidade onde, em breve, também será possível apreciar o colorido dos Ipês é a Avenida Fernando Corrêa da Costa. Em 2020, por meio de uma ação liderada pela primeira-dama Márcia Pinheiro, aproximadamente 250 mudas foram plantadas ao longo do canteiro central, como parte do processo de requalificação executado na via que liga a região Sul ao Centro Histórico.

“Segundo os botânicos, um Ipê de cerca de 1,5 metro leva de dois a três anos para começar a florir, a partir do seu plantio. Ou seja, daqui a alguns anos vamos ter a Fernando Corrêa toda florida. Claro que isso se confirma seguindo todos os cuidados necessários. Por isso, a Prefeitura mantém equipes fixas de irrigação dos nossos canteiros e praças, que ajudam no desenvolvimento saudável dessas plantas”, relata a primeira-dama.

Leia Também:  Restaurante Italiano conquista Cuiabá e o mundo com uma gastronomia legitima

ARBORIZAÇÃO

Os Ipês, todavia, não são os únicos presentes nas ações da Prefeitura de Cuiabá. Entre espécies nativas e frutíferas, o plantio e distribuição para a população conta com Jacarandá, Oitis, Aroeira, Pau Brasil, Tamarindo, Acerola, Graviola, Pitomba, Cajá e Tarumã. Para se ter uma ideia, somente nas atividades em parceria com o Projeto Verde Novo, coordenado pelo Juizado Volante Ambiental (Juvam), mais de 120 mil mudas foram plantadas ou distribuídas.

“Somado a essa iniciativa, temos ainda a arborização das mais de 120 praças construídas pela nossa gestão e também as mudas distribuídas pelo Disque Cidade Verde, que está suspenso por conta da pandemia, e também no Horto Florestal, onde o cidadão pode ir e retirar. A arborização não só deixa nossa cidade mais bonita como também ajuda a amenizar o clima quente que enfrentamos”, pontua o vice-prefeito José Roberto Stopa.

Destaque

Primeira-dama Márcia Pinheiro participa de sopão, entrega alimentos e cobertores para 200 famílias

Publicado

na

A primeira-dama Márcia Pinheiro participou da ação de sopão, nesta sexta-feira (30), no bairro Jardim Vitória. Os trabalhos integraram o terceiro dia da Força Tarefa de Enfrentamento ao Frio, promovida pela Prefeitura de Cuiabá, que contou com 17 frentes de atuação por toda a  capital.
Segundo ela, a ação integrada de diversas secretarias já tem balanço positivo pelo raio de alcance em um curto espaço de tempo de 3 dias. “Essa soma de esforços coordenados para o combate à rigorosa frente fria, que apontava a meteorologia, mostrou a capacidade da prefeitura na sua atuação emergencial que visa minimizar o frio e a fome de centenas famílias em vulnerabilidade social”, frisou Márcia.
Somente na frente de atuação do bairro Jardim Vitória, cerca de 200 pessoas, das 2.122 famílias prevista para serem atendidas nesse terceiro dia, foram acolhidas com a triagem social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, além dos benefícios emergenciais entregues com donativos.
“Realizamos esse sopão há muitos anos e estamos agradecidos à primeira-dama e ao prefeito por esse suporte com todos esses alimentos e cobertores. Mostra a atuação da prefeitura e o cuidado com as nossas pessoas”, elencou Alto Anunciação, idealizador da ação social na região.
Desde o início da frente fria, na última quarta-feira (28), já foram entregues mais de 3,5 mil donativos entre cestas de alimentos, cobertores, kits de higiene, roupas e itens de frio, além de absorventes da campanha Cuiabá Por Elas da Secretaria Municipal da Mulher.
A intitulada Força de Enfrentamento ao Frio é uma ação coordenada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama, em conjunto com diversas secretarias municipais. A medida é realizada todos os anos, entretanto com a previsão meteorológica de frio rigoroso, foi pensado num trabalho mais acentuado.
“Todas previsões apontavam para um frio fora do comum e vimos a necessidade de ampliar aquilo que já vinha sendo realizado ano após ano. O acolhimento da população de rua e das famílias em vulnerabilidade social já faz parte da rotina da prefeitura durante todo ano, entretanto se viu esse esforço mais especializado em virtude da forte frente fria”, explicou a primeira-dama.
Leia Também:  Gastos com campanha para prefeito em Cuiabá tem teto de R$ 10 milhões
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA