Destaque

Primeira-dama recebe cônsul argentino para tratar de violência doméstica

Publicado

na

A primeira-dama Márcia Pinheiro recebeu o chefe do consulado da Argentina, na última terça-feira (29), para debater ações de combate à violência doméstica e familiar tendo em vista a referência nacional que Cuiabá consolidou nos últimos anos acerca de ações voltadas à mulher.

“Nossa perspectiva é muito otimista porque para nós é um exemplo o que Cuiabá faz no combate à violência de gênero e para Argentina a violência de gênero é uma prioridade e por isso buscamos esse contato para aprender mais sobre a atuação de Cuiabá e assim atender nossas argentinas em situação de risco”, disse o cônsul da embaixada Argentina, Francisco Martín Lobo.

A ideia principal do consulado é averiguar a possibilidade de um intercâmbio entre mulheres provenientes de violência doméstica que estão em alto grau de risco de vida. O direcionamento dessas vítimas seria para o acolhimento, segurança e demais atendimento presentes na atuação da Secretaria Municipal da Mulher.

“Eles tiveram boas referências nossas, em Brasília, e eles identificaram esse acolhimentos que poderão ser feitos quando houver uma decisão judicial que tem que afastar a vítima do estado para que Cuiabá possa receber em nossa estrutura. Na Casa de Amparo, no encaminhamento para curso profissionalizantes no Qualifica e também no espaço de acolhimento que oferece atendimento psicológico e psiquiátrico”, explicou a titular da pasta da Mulher, Luciana Zamproni.

Leia Também:  BOPE forma a primeira mulher policial militar para o Esquadrão de Bombas

A pasta de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência também participou da reunião para apresentar algumas das ações direcionadas à população migrante. São 91 pessoas atendidas pelo municípios das nacionalidades haitianas, venezuelanas e outras, sendo 47% do sexo feminino com filhos entre 1 mês e 2 anos.

“A população migrante já vem sendo amparada pela prefeitura e mostramos ao cônsul que as mulheres migrantes já são atendidas pela ação social e que estamos atento à questão do abuso e violência doméstica. Deste modo, é um início promissor para efetivarmos essa futura parceria que iremos estudar para garantir o bem estar de cuiabanas e argentinas nesse intercâmbio que pode ser um diferencial na vida delas”, destacou Márcia.

Referência

Atualmente as ações voltadas à mulher tem a coordenação da pasta da Mulher e o apoio político-estratégico do Núcleo de Apoio à Primeira-dama que juntos conseguiram resultados relevantes como a reforma e ampliação da Casa de Amparo, abrigo para o acolhimento de mulheres vítimas de violência; criação da Sala de Acolhimento, única do Brasil presente dentro de uma unidade de saúde, entre outras mais de relevância social para mulher.

Leia Também:  "Minha memória vai se apagando vagarosamente", diz Silvio Santos em carta

O trabalho referência direcionado à mulher titulou Cuiabá como a capital nacional da Mulher que teve suas ações premiadas nacionalmente, em duas oportunidades, além do convite do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos para apresentar os resultados dos programas Siminina e Qualifica na Organização das Nações Unidas em Nova Iorque, Estados Unidos.

Destaque

Primeira-dama Márcia Pinheiro participa de sopão, entrega alimentos e cobertores para 200 famílias

Publicado

na

A primeira-dama Márcia Pinheiro participou da ação de sopão, nesta sexta-feira (30), no bairro Jardim Vitória. Os trabalhos integraram o terceiro dia da Força Tarefa de Enfrentamento ao Frio, promovida pela Prefeitura de Cuiabá, que contou com 17 frentes de atuação por toda a  capital.
Segundo ela, a ação integrada de diversas secretarias já tem balanço positivo pelo raio de alcance em um curto espaço de tempo de 3 dias. “Essa soma de esforços coordenados para o combate à rigorosa frente fria, que apontava a meteorologia, mostrou a capacidade da prefeitura na sua atuação emergencial que visa minimizar o frio e a fome de centenas famílias em vulnerabilidade social”, frisou Márcia.
Somente na frente de atuação do bairro Jardim Vitória, cerca de 200 pessoas, das 2.122 famílias prevista para serem atendidas nesse terceiro dia, foram acolhidas com a triagem social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, além dos benefícios emergenciais entregues com donativos.
“Realizamos esse sopão há muitos anos e estamos agradecidos à primeira-dama e ao prefeito por esse suporte com todos esses alimentos e cobertores. Mostra a atuação da prefeitura e o cuidado com as nossas pessoas”, elencou Alto Anunciação, idealizador da ação social na região.
Desde o início da frente fria, na última quarta-feira (28), já foram entregues mais de 3,5 mil donativos entre cestas de alimentos, cobertores, kits de higiene, roupas e itens de frio, além de absorventes da campanha Cuiabá Por Elas da Secretaria Municipal da Mulher.
A intitulada Força de Enfrentamento ao Frio é uma ação coordenada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama, em conjunto com diversas secretarias municipais. A medida é realizada todos os anos, entretanto com a previsão meteorológica de frio rigoroso, foi pensado num trabalho mais acentuado.
“Todas previsões apontavam para um frio fora do comum e vimos a necessidade de ampliar aquilo que já vinha sendo realizado ano após ano. O acolhimento da população de rua e das famílias em vulnerabilidade social já faz parte da rotina da prefeitura durante todo ano, entretanto se viu esse esforço mais especializado em virtude da forte frente fria”, explicou a primeira-dama.
Leia Também:  Mega-Sena acumula pela terceira vez consecutiva e prêmio vai a R$ 52 milhões
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA