Destaque

Sinalização da Sinfra em licitar pavimentação na MT 400 faz construção civil investir pesado na região, R$ 1 bilhão em empreendimentos

Publicado

na

A construção civil de Mato Grosso visualiza um novo norte em investimentos pesados de alto padrão, a região que passa a ser a menina dos olhos do segmento fica entre Cuiabá e o Distrito da Guia, uma região emblemática, o Sucuri. Condomínios residenciais e de lazer, supermercados, farmácias e lojas são projetados, com estimativa de lançamento ainda neste ano. A cifra é bastante elevada, da ordem inicial de R$ 1 bilhão. O crescimento nesta região é motivado pela sinalização da Secretaria de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Sinfra-MT em pavimentar um importante trecho da MT 400.
De acordo com informações da pasta, está em elaboração um projeto de engenharia para concluir a duplicação e realizar a adequação da MT-400, em Cuiabá, no trecho que vai do fim da pavimentação urbana até o início da Comunidade do Sucuri. Também já está em andamento o projeto de pavimentação do outro trecho dessa rodovia, partindo da Comunidade do Sucuri até da Comunidade de Nossa Senhora da Guia. Ao todo serão recuperados e pavimentados aproximadamente 20 quilômetros da MT-400. Tão logo sejam concluídos esses projetos, será realizada a licitação para contratar empresa para dar início às obras.
O andamento do processo de infraestrutura pública faz o segmento da construção exaltar de boas perspectivas. “O mercado aguarda com ansiedade e bons olhos, pois o desenvolvimento é sem precedentes para a criação de um novo vetor de crescimento desta região tão próxima da área urbana. Projetos importantes de médio e alto padrão em grande volume aguardam as obras públicas para dar início aos lançamentos. Podemos ter um novo boom imobiliário merecido. Atendendo assim as demandas por moradias, investimentos e, claro, impulsionar como um todo a economia e retomando de fato os grandes lançamentos imobiliários, todos ganham”, defende Marco Pessoz, presidente do Sindicato da Habitação de Mato Grosso (SECOVI-MT)
As diversificações de projetos arquitetônicos na região que liga Cuiabá ao Distrito da Guia são pré-anunciadas no mínimo por duas gigantes da construção civil, Grupo São Benedito e Visa Empreendimentos Imobiliários. “Para atender a vocação desta região que vai receber investimentos públicos, vamos inovar com o lançamento de um empreendimento inédito, o Vale Gramado, que se traduz em um condomínio de lazer com terrenos a partir de 1.500 m², para quem deseja ter maior contato com a natureza”, explica Leonardo Maluf, diretor do Grupo São Benedito. Esta é a primeira vez que a construtora diversifica investimentos fora do eixo de empreendimentos verticais, porém garante que todo o conceito de lazer de luxo dos condomínios verticais será empregado no Vale Gramado, atendendo a excelência exigida do público alto padrão.
Outra novidade importante que anima o segmento são os investimentos também generosos da Visa Empreendimentos Imobiliários, o empresário Mário Mansur Bumlai alega que aguarda com grande entusiasmo a chegada das obras públicas por parte do Governo de Mato Grosso nesta região. “Os projetos vão ressignificar toda a área do Sucuri, vão sair do papel projetos modernos de supermercados, farmácias, lojas e condomínios residenciais, todos os investimentos serão voltados para atender o público de médio a alto padrão. Visualizamos um crescimento vertiginoso nessa área em curto tempo, praticamente 100% de concretização, a celeridade dos lançamentos, no entanto, vem junto com o início das obras da MT 400, estamos ansiosos”, define o empresário Mário Mansur Bumlai.

Leia Também:  Chefe da Casa Civil diz que Mendes paga RGA no primeiro semestre de 2021

 

Destaque

Primeira-dama Márcia Pinheiro participa de sopão, entrega alimentos e cobertores para 200 famílias

Publicado

na

A primeira-dama Márcia Pinheiro participou da ação de sopão, nesta sexta-feira (30), no bairro Jardim Vitória. Os trabalhos integraram o terceiro dia da Força Tarefa de Enfrentamento ao Frio, promovida pela Prefeitura de Cuiabá, que contou com 17 frentes de atuação por toda a  capital.
Segundo ela, a ação integrada de diversas secretarias já tem balanço positivo pelo raio de alcance em um curto espaço de tempo de 3 dias. “Essa soma de esforços coordenados para o combate à rigorosa frente fria, que apontava a meteorologia, mostrou a capacidade da prefeitura na sua atuação emergencial que visa minimizar o frio e a fome de centenas famílias em vulnerabilidade social”, frisou Márcia.
Somente na frente de atuação do bairro Jardim Vitória, cerca de 200 pessoas, das 2.122 famílias prevista para serem atendidas nesse terceiro dia, foram acolhidas com a triagem social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, além dos benefícios emergenciais entregues com donativos.
“Realizamos esse sopão há muitos anos e estamos agradecidos à primeira-dama e ao prefeito por esse suporte com todos esses alimentos e cobertores. Mostra a atuação da prefeitura e o cuidado com as nossas pessoas”, elencou Alto Anunciação, idealizador da ação social na região.
Desde o início da frente fria, na última quarta-feira (28), já foram entregues mais de 3,5 mil donativos entre cestas de alimentos, cobertores, kits de higiene, roupas e itens de frio, além de absorventes da campanha Cuiabá Por Elas da Secretaria Municipal da Mulher.
A intitulada Força de Enfrentamento ao Frio é uma ação coordenada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama, em conjunto com diversas secretarias municipais. A medida é realizada todos os anos, entretanto com a previsão meteorológica de frio rigoroso, foi pensado num trabalho mais acentuado.
“Todas previsões apontavam para um frio fora do comum e vimos a necessidade de ampliar aquilo que já vinha sendo realizado ano após ano. O acolhimento da população de rua e das famílias em vulnerabilidade social já faz parte da rotina da prefeitura durante todo ano, entretanto se viu esse esforço mais especializado em virtude da forte frente fria”, explicou a primeira-dama.
Leia Também:  Obras estaduais empregam mais de 700 pessoas entre reformas e construções
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA