Destaque

Após pedido do prefeito de Cuiabá, Bolsonaro promete estudar envio de doses extras de vacinas para Cuiabá

Publicado

na

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, participou na tarde de hoje (8), em Brasília, de uma reunião com o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, onde reiterou a necessidade de envio de doses extras de imunizantes à capital. O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, principal interlocutor do diálogo com o Governo Federal, também esteve presente ao encontro. Na reunião, o chefe do executivo municipal, entregou um ofício ao presidente onde solicita o envio de 670 mil doses de vacinas, o que possibilitará a imunização em massa. Pinheiro aguarda até a próxima sexta-feira (11) que o Governo Federal dê o retorno quanto à solicitação, que se originou após o anúncio de que Cuiabá será uma das sub-sedes da Copa América.

Conforme Pinheiro, Bolsonaro apresentou-se receptivo ao pedido e afirmou que irá reunir o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga e o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, para responder ao pedido.

“Viemos formalizar o pedido ao presidente para compensar à população. Entregamos um ofício e relatório da Coordenação do programa Vacina Cuiabá quantificando nossa necessidade. De minha parte, quanto mais vacinas recebermos, melhor. O presidente mostrou-se muito interessado. Nós conversamos muito sobre Cuiabá e ele entendeu nosso pleito”, disse Emanuel Pinheiro.

Leia Também:  Comunidade LGBT se reúne em Cuiabá para 16ª edição da Parada da Diversidade

O gestor reiterou ainda que “é preciso que os gestores unam forças e canalizem toda sua energia para imunizar a população, única forma de derrotar de uma vez por todas a covid-19”. Mais uma vez, ponderou que Cuiabá não foi chamada a decidir se aceitaria recepcionar o megaevento futebolístico e que deve ser  compensada com a imunização total de sua população adulta. Caberá ao deputado federal Emanuel Pinheiro Neto dar continuidade a interlocução com o governo federal. Emanuel Pinheiro retorna às atividades na capital nesta quarta-feira (9).

“O restante da semana vamos articular e quanto mais conseguirmos, melhor. Vamos continuar trabalhando para que a gente possa salvar vidas, justamente no momento em que Cuiabá será uma das subsedes da Copa América. Vamos dar seguimento às nossas tratativas e tenho certeza de que até sexta-feira, no mais tardar, já teremos um retorno”, asseverou o deputado federal Emanuelzinho.

A decisão da realização da Copa América –  em Cuiabá – não é de responsabilidade do município, mas sim, do  Governo Federal, da Confederação Brasileira de Futebol e Governo do Estado. Cinco jogos serão realizados na Arena Pantanal, a partir do próximo domingo (13).

Leia Também:  A pedido de Wellington, Senado cria Subcomissão para debater riscos ao Pantanal

Até o momento, dados da plataforma Localiza SUS apontam que Cuiabá já vacinou com a primeira dose 24,8% de sua população geral e 33,7% da população acima de 18 anos. Já com a segunda dose, 9,9% da população em geral está com o esquema vacinal completo e 13,4% da população acima de 18 anos já recebeu as duas doses. Já foram aplicadas mais de 210 mil doses do imunizante.

No total, a Arena Pantanal receberá jogos das seleções da Argentina, Uruguai, Chile, Equador e Bolívia, entre os dias 13 e 28 deste mês. Não será permitido público no estádio, mas a grande movimentação de profissionais para a realização do evento desportivo é preocupação da gestão.

 

Destaque

Serviço de limpeza pública é realizado diariamente na região central por mais de 100 trabalhadores

Publicado

na

Pensando na preservação de um ambiente onde o fluxo de pessoas é extremamente elevado e contínuo, a Prefeitura de Cuiabá desenvolve uma programação de limpeza específica para a região central da Capital. O trabalho é coordenado pela Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) e realizado diariamente.

Conforme a Limpurb, para atender da forma mais eficiente possível a demanda diária da região, o plano de atuação conta cerca de 100 operadores de limpeza que são distribuídos pelas vias, praças e outros equipamentos públicos. As ações ocorrem de segunda-feira a sábado, iniciando logo às 6h e seguindo até às 20h.

Durante o período de trabalho, as equipes são responsáveis por executar serviços como varrição, roçagem, poda de árvores, pintura de meio-fio. Somando a isso, periodicamente e contando com o auxílio de caminhões pipa, as praças são lavadas e higienizadas. Todos os resíduos recolhidos por meio dessas atividades são encaminhados para o aterro sanitário.

“O Centro Histórico é o coração de Cuiabá e merece esse olhar cuidadoso. É isso que o prefeito Emanuel Pinheiro tem buscado fazer desde o seu primeiro mandato à frente de Prefeitura com melhorias nas vias, reforma de praças. Na limpeza não é diferente. Atuamos em toda a cidade, sem nos esquecer dessa região que é por onde todo cuiabano passa”, explica o diretor-presidente da Limpurb, Vanderlúcio Rodrigues.

Leia Também:  Governo teria de pagar R$ 23,2 milhões por ano para que VLT funcionasse; BRT será elétrico

Além de ajudar a deixar a cidade ainda mais bonita, as ações de limpeza também ajudam a evitar que uma grande quantidade de lixo tenha como direção as bocas de lobo da região e cheguem até o Rio Cuiabá. Nesse sentido, a Limpurb destaca ainda a importância da participação da população no processo de cuidado da Capital.

“Todo lixo jogado no chão tem um destino. Nossos valorosos servidores trabalham para fazer com esse destino seja o correto e não as bocas de lobo, que muitas vezes acabam entupidas com esses materiais. Mas, é fundamental que o cidadão entenda que ele também deve ajudar o poder público a cuidar da cidade”, finaliza Vanderlúcio.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA