Destaque

Prefeitura promove revolução e Cuiabá terá uma das frotas do transporte público mais modernas do país

Publicado

na

A gestão do prefeito Emanuel Pinheiro será a responsável por uma verdadeira revolução na  mobilidade urbana, além de possibilitar a Cuiabá ter uma das frotas do transporte público mais modernas do país. Serão 140 carros, todos zero quilômetros, que serão incorporados a atual frota. Hoje, circulam pela capital 382 coletivos que atendem a um total de 260 mil usuários/dia.  No último dia 24,  o gestor anunciou o recebimento dos novos carros até a primeira quinzena do mês de julho.  As 140 novas unidades foram produzidas nas fábricas da Caio e da Marcopolo, instaladas nas cidades de Botucatu (SP) e de Caxias do Sul (RS).

Pinheiro reconhece que ainda são muitos os gargalos a serem resolvidos pelo Executivo, mas pondera ser necessário relembrar as muitas ações já desenvolvidas e que evidenciam o comprometimento e o respeito da gestão Emanuel Pinheiro. A capital conta com os corredores exclusivos para ônibus, implantados com o objetivo de proporcionar maior celeridade e com isso menos atraso nos horários estipulados para cada linha de ônibus. Desde a implantação, segundo estudos, a medida praticamente acabou com os atrasos nesses pontos situados nas vias contempladas. Atualmente, Cuiabá conta com faixas exclusivas nas principais avenidas da cidade: Getúlio Vargas, Isaac Póvoas, Generoso Ponce, Tenente Coronel Duarte (Prainha) e Historiador Rubens de Mendonça (mais conhecida como CPA).

Leia Também:  Vigilância e transporte

Premiada com a iniciativa, a Prefeitura de Cuiabá, mantém três estações instaladas nas praças Alencastro, Bispo Dom José e Ipiranga, sendo as duas últimas criadas a partir de containeres. Todas elas são climatizadas e geram energia limpa graças a instalação de placas solares em cada uma. Os espaços também possuem tomadas que possibilitam que o usuário do transporte coletivo carregar celulares, disponibiliza ainda rede Wi-Fi, jardim suspenso, cadeiras para acomodar os usuários e televisão com estimativa de chegada de ônibus.

As linhas expressas do transporte coletivo começaram a ser implantadas em abril de 2017 por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro e funcionam nos bairros Parque Cuiabá (609E), Pedra 90 (711E), Osmar Cabral (508E), Santa Terezinha (605E) e Nova Esperança (712E ). Todas saem em direção ao Centro da cidade. Seus trajetos são abreviados pois possuem uma quantidade menor de paradas o que garante rapidez e praticidade, prezando pelo tempo daqueles que necessitam passar pela área central diariamente.

A Prefeitura de Cuiabá também vem realizando a substituição ou instalação de mais de 300 abrigos. O processo foi iniciado em março do ano passado e evidencia o compromisso para melhoria da mobilidade urbana e atendimento.  De acordo com a Diretoria de Engenharia da Semob, foram 350 implantações trocas ou implantações de abrigo novos  e 280 remoções.

Leia Também:  Prefeitura leva atendimento de saúde e assistência social a profissionais do sexo em Cuiabá

“ A gestão se pauta pelo que é mais importante: as pessoas que aqui  vivem. Muito já foi feito para a capital, mas temos a consciência do que ainda temos pela frente. A gestão não vai parara. Nós lançamos uma licitação após mais de vinte anos. Este é um feito inédito e histórico para a Cuiabá. Um dos meus compromissos mais emblemáticos e que tenho alegria enorme em honrar, priorizando a humanização e o respeito às pessoas”, avaliou o prefeito de Cuiabá. Ele relembrou ainda que o certame prevê redução na idade média dos veículos de 5.5 para 4.5 anos.

As linhas de ônibus foram divididas em quatro lotes, arrematados por quatro empresas distintas. São elas: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA e Viação Paraense LTDA.

Destaque

Cuiabá investirá mais de R$ 193 milhões em melhoria do sistema viário nos próximos dois anos

Publicado

na

Além de construir nova pavimentação em locais que ainda não possuem essa infraestrutura, a gestão Emanuel Pinheiro também possui a constante preocupação com a manutenção das vias que já são asfaltadas. Nesse sentido, a Prefeitura de Cuiabá está realizando um processo licitatório para contratação de empresa que executará diversos serviços de melhoria no sistema viário urbano da Capital.

Para que toda a cidade seja beneficiada de forma equivalente, a concorrência nº 044/2021 está dividida em quatro lotes, sendo o primeiro para a região Leste, o segundo para a Norte, o terceiro para a Oeste, e o quarto para a região Sul. Entre os serviços que devem ser executados estão: recapeamento; remendo profundo; tapa-buraco; recuperação de tubulação de drenagem, de bocas de lobo e poços de visita.

A licitação prevê um investimento de mais de R$ 193 milhões e superou a fase de habilitação com 14 empresas aptas, seguindo os critérios estabelecidos no edital montado pela Secretaria de Obras Públicas em parceria com a Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos. Agora, será feita a avaliação da qualificação técnica das classificadas e, posteriormente, abertura das propostas e anúncio das vencedoras.

Leia Também:  Sine oferta 267 novas vagas de emprego em Cuiabá e VG

“Os contratos firmados a partir de licitação serão executados em um período de dois anos e seis meses. Nesta semana alcançamos a histórica marca de mais de 300 quilômetros de pavimentação construída, fruto de um trabalho planejado e contínuo. O que queremos é seguir ampliando essa melhoria, garantindo a manutenção das vias e seu bom estado de uso”, explica o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Conforme a justificava apresentada pela Secretaria de Obras Públicas no edital, uma boa pavimentação tem a função de melhorar a trafegabilidade, proporcionando ao condutor mais conforto, segurança e também economia aos cofres públicos. Além disso, destaca que por conta dos desgastes naturais, após anos de uso, as vias necessitam de recuperação com execução de tapa buraco, recapeamento asfáltico, drenagem e outras ações pertinentes.

“A manutenção e melhorias das avenidas e ruas indicadas pela ação, proporcionará maior durabilidade do pavimento, maior rapidez do trânsito de veículos coletivos e particulares, gerando inserção da comunidade e os bairros, além de fomentar o desenvolvimento econômico das atividades formais e informais, a fim de suscitar empregos e, consequentemente, melhorar a renda da população”, diz trecho do edital.

Leia Também:  Selma Arruda desmente acusações sobre seu mérito de julgamento de processos; vídeo

MAIS AVANÇOS

Para o próximo ano, a Prefeitura de Cuiabá também já tem novas obras previstas, em especial para a Avenida Miguel Sutil. O planejamento da gestão Emanuel Pinheiro é construir na avenida mais dois viadutos e uma trincheira, iniciado a partir de abril, mês de comemoração aos 303 anos da Capital. As obras serão executadas em pontos considerados grandes gargalos no trânsito da região.

Os viadutos serão edificados na rotatória de acesso ao Centro de Eventos do Pantanal e no trevo do Santa Rosa, ligando as avenidas Lava Pés e Antártica. A última obra é a construção da Trincheira do Círculo Militar, orçada em R$ 62 milhões e já que já está com o projeto protocolado no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e conta agora com o apoio do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho) para dar andamento no processo.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA