Destaque

Lançamento de “Distúrbio”, primeira história em quadrinhos da ilustradora cuiabana

Publicado

na

A história se passa em Cuiabá-MT, entre os anos 90 e 2000, desde o início dos primeiros sintomas até a cura. São 60 páginas coloridas em aquarela, nas quais ela conta com certa dose de humor (dentro do possível) todas as memórias que a marcaram nessa época.

Foram dois anos para concluir a obra, que foi inteiramente produzida pela ilustradora, desde roteiro até a diagramação.

A história pode gerar identificação com todas as idades mas, fala particularmente da importância da comunicação entre pais de meninas que estão entrando na adolescência, numa fase de mudanças físicas e emocionais e numa sociedade que bombardeia as mulheres com padrões inatingíveis de beleza.

Além disso, o livro também pode ajudar profissionais da área na abordagem com pacientes que estejam em tratamento.

A HQ “Distúrbio” é uma publicação independente, foi viabilizada pela plataforma de financiamento coletivo “Catarse” e as unidades extras estão sendo vendidas pela autora no seu canal no Instagram @danidiasarte.

Dani Dias é ilustradora e quadrinista cuiabana. Mantém um ateliê onde se dedica a criar ilustrações e a ministrar cursos. Ilustrou “Jeri Kurireu: O menino que se reinventou” de Daniela Freire e “Tereza Natureza e Sofia Tecnoalogia” de Val Baminger e Belle John, ambos publicados pela editora Entrelinhas. Também publicou um ensaio de nus em aquarela chamado “Pelados em Sonhos” pelo selo Aroe.

Leia Também:  Primeira-dama testa positivo para Covid-19 e cumpre isolamento em casa

Veja:

Assessoria

Destaque

Prefeitura implanta placas orientativas para motoristas que transitam nas proximidades dos parques

Publicado

na

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), implantou placas orientativas aos motoristas que transitam nas proximidades dos parques Tia Nair – na Avenida Érico Preza, bairro Jardim Itália e do  Parque das Águas – Avenida Hermina Torquarto da Silva, no Centro Político Administrativo. As orientações são para a redução de velocidade a 30 km/h e o alerta quanto à presença de capivaras e outros animais que podem atravessar as vias.

Há tempos, a Prefeitura vem recebendo reclamações referentes a maus-tratos aos animais, atropelamentos e ainda, muitas capivaras estariam morrendo de fome por causa do crescimento urbano das regiões onde já foi somente mata.

Para preservar a vida dos animais,  o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, pediu para que a Secretaria de Meio Ambiente do Município acione veterinários, biólogos e consulte a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para que realizem estudos para saber se existe a possibilidade de remoção das capivaras que estão nos parques públicos para outros lugares mais apropriados.

“É preciso olhar com mais cuidado para a causa animal. As placas orientativas visam alertar os motoristas quanto a velocidade nas vias onde há grande fluxo de animal. O objetivo é evitar acidentes e atropelamentos. Na minha gestão já aprovamos leis e criamos outras, que está em fase de regulamentação, para à preservação do animal”, enfatizou Pinheiro.

Leia Também:  BOPE forma a primeira mulher policial militar para o Esquadrão de Bombas

Dentre as leis sugeridas em prol dos animais está a Lei 436/17,de proteção aos animais, Lei 6423/19, do protetor independente, Lei 6439/ 19, do animal comunitário, Lei 6492/19, monitoramento através de câmeras em pet shop, Lei 6512/20, da circulação de veículo de tração animal em vias de perímetro urbano e Lei 6549/20, que proíbe o animal em corrente curta.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA