Destaque

Prefeito anuncia nesta segunda-feira vacinação para novo grupo prioritário

Publicado

na

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, lança nesta segunda-feira (03) o programa de imunização contra a Covid-19 para pessoas que compõem o grupo de vulnerabilidade social. A solenidade será realizada às 14h, no auditório da Prefeitura e contará com a presença do deputado Federal Emanuel Pinheiro Neto.

O prefeito Emanuel Pinheiro revelou que a inclusão deste grupo,  com carroceiros, catadores de recicláveis, dentre outros,  nesta fase da vacinação foi um pedido pessoal da primeira dama, Marcia Pinheiro, pois são pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade e por isso estão mais expostas à contaminação pelo coronavírus.  “Queremos dar prioridade, dentro do que é preconizado pelo Ministério da Saúde a essas pessoas, porque estão expostas demais. São pessoas humildes, trabalhadoras, e segundo pesquisa nacional, são o maior número de internados em enfermarias e leitos de UTIs”, explicou o prefeito.

Leia Também:  Piracema começa nesta quinta-feira (01) nos rios de Mato Grosso

Destaque

LINHA DURA: Juíza mantém prisão de 14 acusados de integrar quadrilha em MT

Publicado

na

A juíza Ana Cristina Mendes manteve a prisão de 14 dos 15 alvos da Operação Renegados na audiência de custódia realizada durante toda a tarde de terça-feira (4) no Fórum em Cuiabá.

Eles são suspeitos de integrarem uma organização criminosa composta, entre outros membros, por policiais civis e militares. O grupo é acusado de crimes como concussão, corrupção, peculato, roubo e tráfico.

Apenas a acusada Kelle de Arruda Santos teve prisão preventiva convertida em domiciliar. Ela alegou ser mãe de uma criança com comorbidades e menor de 12 anos.

A magistrada submeteu a acusada a um série de medidas restritivas, inclusive o uso de tornozeleira eletrônica.

A operação foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e Polícia Judiciária Civil para o cumprimento de 22 mandados de prisão contra policiais civis e militares, criminosos, e até mesmo a namorada de um investigador. Sete dos alvos ainda não foram encontrados.

Informações iniciais contam que 12 dos alvos foram encaminhados para o Centro de Custódia de Cuiabá.

Outros dois presos, tratam-se de policiais militares, sendo que um deles foi encaminhado ao Batalhão da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel), e outro para Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Praças.

Leia Também:  Vigilância em Saúde emite alerta sobre Febre Amarela para quem vai viajar no fim do ano

“Renegados”

A Operação Renegados foi deflagrada pelo Gaeco em parceria com a Corregedoria da Polícia Civil. Ao todo, foram expedidos 44 mandados judiciais, sendo 22 deles de prisão.

Segundo apurou o MidiaNews, o grupo de policiais presos é suspeito de extorquir ladrões e traficantes usando informações repassadas por “olheiros remunerados” em bairros de Cuiabá.

Eles arregimentavam os olheiros – geralmente jovens criminosos – pagando-lhes uma quantia periódica. Em troca, estas pessoas avisavam os policiais sobre a chegada de carregamento de drogas ou a presença de carros roubados em algum imóvel do bairro.

Com a informação, ainda conforme o apurado pela Reportagem, os policiais davam o flagrante nas quadrilhas e exigiam dinheiro, joias e até droga para não apreender o produto ilícito nem prender os bandidos.

Parte dos policiais presos nesta terça-feira tinha bastante tempo de corporação e era lotada na Terceira Delegacia de Cuiabá, que fica no Coxipó.

Por: MidiaNews

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA