Destaque

Veja as principais ações da gestão Emanuel Pinheiro no enfrentamento à disseminação da Covid

Publicado

na

Desde março de 2020, a gestão Emanuel Pinheiro tem executado medidas para conscientizar a população, preparar a sociedade e o sistema de saúde para reduzir a propagação da Covid19. “Trabalhamos sempre com o propósito de assegurar o atendimento, de salvar vidas. Medidas severas, mas necessárias foram adotadas para esse enfrentamento. Para um gestor, uma vida perdida é muito. E se Cuiabá não tivesse se estruturado, se antecipado, exigido o cumprimento das medidas de biossegurança e atuado de forma rigorosa, mais famílias estariam vivenciando o drama de perder quem ama.

Desde o primeiro momento, as ações municipais de enfrentamento à pandemia têm se dado de forma planejada e respaldadas tecnicamente, no escopo do Plano Municipal de Contingência Covid-19. E sempre em defesa da saúde e da vida da população”, explicou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Confira as principais ações da gestão Emanuel Pinheiro para salvar vidas neste período de pandemia:

– Criação do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, em março de 2020, que elaborou o Plano de Contingência COVID-19, com as diretrizes para a condução do município durante o período de pandemia.

– Transformação do antigo Pronto Socorro Municipal em Hospital Referência COVID-19.

– Reestruturação da rede de saúde para atender as vítimas da pandemia. Instalação do Hospital Referência (antigo Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá). No total,  a gestão disponibiliza 155 leitos de  UTI exclusivas para vítimas da Covid. A capital mantém ainda 100% das vagas de UTI pediátricas, com 15 leitos.

Além do Hospital Referência, o  Hospital Municipal São Benedito passou a ser exclusivo para Covid, assim como a Policlínica do Pascoal Ramos  e o Complexo do Verdão (Upa e Policlínica). No total, são quase 400 leitos destinados ao tratamento da doença;

– Outra iniciativa trata-se da criação do programa Renda Solidária, programa de transferência de renda para 1.687 trabalhadores autônomos, dentre feirantes, ambulantes, transporte escolar, carroceiros e catadores de recicláveis que possibilitou aos inscritos na Prefeitura de Cuiabá receberem o valor de R$ 500, pelo período de três meses: maio, junho e julho. O valor total do repasse feito pelo Município foi de R$ 2.530.500.

– A Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência tem realizado entrega de cerca de 450 marmitas por dia para a população em situação de rua, assim como também tem distribuído álcool gel e máscaras. A Pasta também criou o Hotel Albergue para aumentar a capacidade de acolhimento no município. São ofertadas 120 vagas em parceria com a Rede de Hotéis Mato Grosso e Ministério Público Estadual (MPE). A iniciativa foi idealizada pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro.

– Além disso, também são entregues cestas básicas para as famílias assistidas pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

– Na área da Educação, foram criados grupos de whatsapp de cada turma pelos professores para compartilhamento de atividades pedagógicas, orientação aos pais e contato com as unidades escolares. Também foram abertas plataformas para transmissão de conteúdo

Leia Também:  Cidadãos de outros países poderão voltar da China em aviões do Brasil

– Adequação dos conteúdos pedagógicos ao ensino remoto na modalidade EAD.

– Criação do Portal @portaldaescolacuiabana, no youtube – criado para reunir as atividades remotas e divulgar a Escola Cuiabana – política municipal de Educação. O portal contem aulas gravadas na TV aberta e em outras plataformas,  atividades do Bom de Bola, Bom de Escola, formação (webseminários) para os profissionais da educação envolvendo temas pedagógicos e orientação sobre os cuidados na pandemia, vídeos orientativos (cuidados de biossegurança) para o conjunto dos profissionais, em especial para aqueles que lidam diretamente com os estudantes (TNE, ASG, TDI, professores), preparação das unidades educacionais para receber os estudantes quando for possível o ensino híbrido com dicas de distanciamento social, utilização correta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para preparação dos alimentos.

– Disponibilização de sinal de internet das unidades educacionais aos pais que não tem acesso em casa.

– Entrega de kits pedagógicos, com material estruturado dos programas Escola da Inteligência, de Alfabetização – Proac -, de Melhoria da Proficiência – Promp, e de material escolar.

– Entrega de atividades pedagógicas (apostilas), para alunos sem acesso à internet; recebimento das devolutivas.

– Acompanhamento pelos assessores pedagógicos da Secretaria de Educação e das unidades educacionais, do desenvolvimento das atividades, monitoramento do aproveitamento pedagógico.

– Entrega da sétima etapa do Kit da Alimentação Escolar os 18 mil alunos em situação de vulnerabilidade, atendidos pelo Programa Bolsa Família do Governo Federal. A ação é coordenada pela primeira dama Márcia Pinheiro. O kit é composto de alimentos não perecíveis que já fazem parte do cardápio da Alimentação Escolar: arroz, feijão, macarrão, óleo, farinha, biscoito e leite. Além de produtos de higiene pessoal, como sabão em barra e sabonete, para cada um dos estudantes. A novidade deste ano de 2021 é a inclusão de uma proteína e fruta: nesta etapa será uma dúzia de ovos e laranja.

– Em 2020, foram entregues cinco etapa do kit alimentação, totalizando 66.062 kits. Em dezembro de 2020, o kit foi entregue para 100% dos alunos matriculados na rede, número que ultrapassa mais de 52 mil alunos.

– Também foi realizada pela gestão Emanuel Pinheiro a Prova Cuiabá para averiguação da proficiência e habilidades adquiridas, para o planejamento pedagógico, visando a continuação das aulas remotas e o retorno das atividades no sistema híbrido. Além do planejamento das salas de apoio para receber os alunos que necessitarem de revisão de conteúdo/habilidades, quando houver a possibilidade de aulas presenciais (híbrida).

– Foram entregues computadores a todas as unidades educacionais para uso exclusivo dos professores para gravação e planejamento de atividades pedagógicas.

Leia Também:  Procon-MT orienta bares e restaurantes sobre nova Lei

– O prefeito Emanuel Pinheiro também suspendeu desde o início da pandemia, o aumento da tarifa de água e esgoto em Cuiabá. Além disso, a concessionária Águas Cuiabá continua proibida de realizar o corte no abastecimento de água para consumidores inadimplentes, mesmo daqueles que já receberam o aviso prévio do procedimento.

– Também foram distribuídos lavatórios populares que serviram para higienização da população que necessitava transitar pela cidade. No total, 30 lavatórios foram instalados em pontos estratégicos da cidade. Cada um dos lavatórios tinha capacidade de armazenamento de 200 litros de água e um suporte com sabão.

– A Prefeitura de Cuiabá, em parceria com o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Campus Cuiabá – Bela Vista investiu na produção de álcool 70%, que foi distribuído para utilização em unidades de saúde e de atendimento ao público, bem como para famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social. O projeto tinha capacidade de produção de 2 mil litros de álcool em gel 70% por semana.

– Em 2021, 274 projetos culturais foram aprovados por meio da lei federal Aldir Blanc em Cuiabá, criada para oferecer apoio financeiro aos artistas e profissionais da cultura diante da pandemia mundial da COVID-19. Foram R$ 3,9 milhões investidos em 156 projetos do edital de Fomento, 61 artistas do edital de Aquisição de Obras para Acervo Municipal, 19 Mestres da Cultura Popular e 40 entidades beneficiados com edital de Subsídio. São mais de 300 artistas contemplados diretamente em quatro editais. O investimento foi oriundo do Fundo Nacional de Cultura repassado via Secretaria Especial de Cultura – Ministério do Turismo – para o Fundo Municipal de Cultura de Cuiabá. A ação foi executada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, com apoio do Conselho Municipal de Política Cultural.

– Disponibilização de quatro polos para vacinação contra a Covid19, instalados no Centro de Eventos Pantanal, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Sesi Papa e Sesc Balneário.

-Criação, pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, do programa social ‘Vacina Solidária’, que possibilita a coleta de alimentos nos polos de vacinação. Toda doação será destinada às famílias afetadas pela pandemia.

– O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, sancionou a lei de Nº 6.661, que estabelece neste período de calamidade pública decorrente de emergência em saúde pública, uma multa que pode chegar em até R$ 21,8 mil e demais sanções para quem fraudar a ordem prioritária estabelecida para a imunização contra à Covid-19. Até a tarde desta sexta-feira (26), mais de 53 mil pessoas foram imunizadas na campanha ‘Vacina Cuiabá – Sua vida em primeiro lugar”, lançada pela gestão em 20 de março de 2021.

-Desde 22 de abril de 2020, em Cuiabá, o uso de máscaras cirúrgicas ou artesanais tornou-se obrigatório no município de Cuiabá.

Destaque

Prefeitura implanta placas orientativas para motoristas que transitam nas proximidades dos parques

Publicado

na

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), implantou placas orientativas aos motoristas que transitam nas proximidades dos parques Tia Nair – na Avenida Érico Preza, bairro Jardim Itália e do  Parque das Águas – Avenida Hermina Torquarto da Silva, no Centro Político Administrativo. As orientações são para a redução de velocidade a 30 km/h e o alerta quanto à presença de capivaras e outros animais que podem atravessar as vias.

Há tempos, a Prefeitura vem recebendo reclamações referentes a maus-tratos aos animais, atropelamentos e ainda, muitas capivaras estariam morrendo de fome por causa do crescimento urbano das regiões onde já foi somente mata.

Para preservar a vida dos animais,  o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, pediu para que a Secretaria de Meio Ambiente do Município acione veterinários, biólogos e consulte a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para que realizem estudos para saber se existe a possibilidade de remoção das capivaras que estão nos parques públicos para outros lugares mais apropriados.

“É preciso olhar com mais cuidado para a causa animal. As placas orientativas visam alertar os motoristas quanto a velocidade nas vias onde há grande fluxo de animal. O objetivo é evitar acidentes e atropelamentos. Na minha gestão já aprovamos leis e criamos outras, que está em fase de regulamentação, para à preservação do animal”, enfatizou Pinheiro.

Leia Também:  Datafolha: Bolsonaro tem 28% das intenções de voto; Haddad tem 16%

Dentre as leis sugeridas em prol dos animais está a Lei 436/17,de proteção aos animais, Lei 6423/19, do protetor independente, Lei 6439/ 19, do animal comunitário, Lei 6492/19, monitoramento através de câmeras em pet shop, Lei 6512/20, da circulação de veículo de tração animal em vias de perímetro urbano e Lei 6549/20, que proíbe o animal em corrente curta.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA