Opinião

Assembleia devolvendo dinheiro?

Publicado

na

Botelho investindo no povo $125 milhões de reais? Quem diria, hein!? Temos que reconhecer e aplaudir. As mudanças administrativas, políticas e de postura da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, sob a batuta do agora cabeludo, Eduardo Botelho, ganha musculatura.

A boa impressão que o poder e seus membros, há muito não aferia voltou para sua satisfação. Os senhores deputados caem de novo no gosto e na aprovação da sociedade que até pouquíssimo tempo os condenava com veemência.

Sempre enroscada com alguns de seus membros, até um passado recente em malfeitos que lhes geravam matérias negativas nos periódicos, rádios, TVs, portais, sites e blogs, a classe ressuscita novamente com a nova cara e métodos habilmente liderada por Botelho e sua mesa diretora.

O peso da Assembleia Legislativa no contexto, acredito, nunca foi tão importante quanto agora nessa reconstrução protagonizada pelo Governo.

Respeito, seriedade e transparências foram as ferramentas administrativas perseguidas pelo presidente da ALMT, Eduardo Botelho, no campo administrativo e institucional.

No Campo Político, o deputado papa-banana (como são carinhosamente chamados os de origem livramentense; como foi o embaixador e economista, o famosíssimo Roberto Campos) surpreende a todos com a ascensão meteórica que conquistou, em conjunto com a obra da busca da respeitabilidade da política. Ele está mesmo conseguindo. Está tendo sucesso, é notório.

Afável, conciliador e muito antenado às demandas da sociedade, Botelho baliza as ações do Governo, os interesses da sociedade, bases políticas e tem sua mão presente na maioria das demandas do Estado e dos deputados. Atende a todos como condutor e conciliador.

Leia Também:  Max Russi em 100% de acerto!

Sem cabrestos e com uma visão desenvolvimentista que está na sua essência empresarial, Botelho sonha como muitos em trazer de volta os bons tempos em que fazer política era ter o prazer de poder ajudar realizar os sonhos das pessoas, sem exceção!

No quadro abaixo, leia as ações do presidente da ALMT que até um passado recente (devolver dinheiro) eram inimagináveis, dão o tom do que se passou nas últimas gestões, de forma silenciosa e sem alardes de Botelho.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso sempre fora “famosa” por gastar mais que seus próprios duodécimos. Hoje tem as contas em dia e está devolvendo para a sociedade. Coisa realmente boa e que merece o reconhecimento da população e da mídia mato-grossense. Quando um jornalista faz isto, não está a fazer favor algum.

Precisamos ter consciência que urge encontrarmos um equilíbrio entre o jornalismo real e o que para ser ter boa fama não necessita de ideologias de esquerda ou de direita. Ou, muito menos, viver sendo um crítico contumaz contra tudo e contra todos, principalmente os que não forem da matiz esquerdista/ou direitista.

Tanto gente boa ou má existe em todas as matizes políticas (ou não político-partidárias). É com base nisso que estou, aqui agora, reconhecendo um grande feito da ALMT por meio do seu presidente e demais dirigentes da atual Mesa Diretora, bem como os demais deputados como costuma me falar o presidente Eduardo Botelho. Até nisso ele é um político diferenciado, pois, faz questão de reiterar que o sucesso da atual legislatura não é tão somente dele, o Botelho, mas de todos os demais 23 deputados. Este é o presidente Eduardo Botelho. Pelo visto, não é de graça ser muito respeitado e admirado pelos seus próprios pares.

Leia Também:  Homem assume que dinheiro encontrado em seu bolso é de golpe pela internet

Reeleito à mesa e reconduzido ao cargo de presidente para o biênio 21/22,  Botelho ainda pretende muito mais e se prepara para mergulhar de cabeça no agora projeto de alavancar o Estado. Sua liderança passa a ser fator primordial para a concretude deste acontecimento.

Cogitado dentre outros cargos também para Tribunal de Contas do Estado (TCE), Botelho desconversa, muda de assunto e sorri para jornalistas, deixando no ar dúvidas e muitas especulações.

Na crista da onda, fazendo bonito administrativamente, crescendo no caminho da política, não se assustem se nas próximas eleições Botelho aparecer na preferência do eleitorado ara ser o que escolher na política. Anotem aí: Eduardo Botelho vai longe. Estrela, trabalho, seriedade, atitudes proativas e simpatia não faltam à esse baixinho.

João Pedro Marques (JPM) é Advogado,  Jornalista e observador da cena política mato-grossense

Opinião

O Pódio também é para a mulher

Publicado

na

Nos últimos anos, o lugar das mulheres em cargos altos no mercado de trabalho vem aumentando gradativamente a passos largos. A revista Forbes Brasil listou as 20 mulheres de sucesso no Brasil em diversas em diversas áreas, todas dispostas a mudar o conceito de gênero no mercado. Segundo a revista Forbes, a lista aponta mais uma vez que a equidade de gênero na sociedade e no mercado de trabalho é um caminho sem volta. A diversidade nas empresas provou ser um poderoso fator de eficiência, inovação, criatividade, produtividade, harmonia e qualidade em todas as suas dimensões.
O assunto não quer calar, em junho a revista exame ressaltou a varejista de moda Lojas Renner como um dos destaques da 3ª edição do Guia EXAME Diversidade. Segundo a revista, como resultado, 65% dos cargos de liderança, a partir de gerência, são ocupados por mulheres. Já no mapa de sucessão, 76% das pessoas que pleiteiam postos mais altos são do gênero feminino.
O que podemos avaliar desses indicadores; em primeiro lugar é que existe consistência no trabalho de fazer com que as mulheres acreditem que possam evoluir. O melhor nesse contexto é que nós mulheres já ocupamos a gestão sem fronteiras de segmentos. No mercado automotivo de alto padrão, por exemplo, temos um inicio dessa expansão nos altos cargos. Orgulhosamente represento esse setor em Cuiabá. O caminho percorrido para chegar a este pódio foi longo, porem por quase dois anos mantenho essa conquista, e a desempenho com excelência, servindo de referência para toda a região Centro – Oeste e outros Estados, pois se tornou comum mulheres neste segmento atuando apenas como vendedoras, mas como gestoras ainda é raro. Sim sou uma das únicas, uma referência, principalmente no segmento de carros esportivos de luxo.
O motivo desta raridade é que ainda existe algo para ser driblado, o preconceito. É como se uma negociação milionária diante de Lamborghinis, Ferraris e demais super máquinas, só figurava com sucesso o estereótipo “homem de negócios”. Ledo engano e visão ultrapassada, o conservadorismo neste caso, não tem mais espaço e nem sentido. Hoje a relação mudou bastante, a figura feminina está mais familiarizada ao público masculino, apesar de serem ainda os homens a grande maioria nos altos cargos e clientes compradores de carros esportivos.
Hoje, celebro a celeridade com que a visão de mundo vem se modificando, claro, que os resultados nos ajudam neste processo, pois não se trata apenas de gênero, porem de competência. E, mesmo sabendo que a eficiência, inteligência, sagacidade e determinação fazem parte do DNA das mulheres que lutam por um espaço no “Pódio” ainda temos que lembrar o mundo a respeito, e até mesmo a nós, quando nos deparamos com olhares duvidosos. Mas, avante mulheres, não pisem no freio do seu sucesso.

Leia Também:  Homem assume que dinheiro encontrado em seu bolso é de golpe pela internet

Rosi Cidram, especialista em carros de luxo

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA