Destaque

Lançamentos de carros elétricos de luxo vão incrementar concessionárias em Cuiabá

Publicado

na

As montadoras apostam, mais que nunca nos carros eletrificados, no Brasil já existe a estimativa de que até 2030 o país terá uma frota de 2 milhões de veículos elétricos e híbridos plug-in, sendo assim 2021 pode ser o melhor ano do segmento no país.  Os híbridos que funcionam com dois tipos motores, elétrico e outro de combustão, não são mais as grandes novidades do setor automobilístico, mesmo sendo algo novo, agora a grande promessa mesmo é o incremento em carros elétricos, que vão começar a ter mais espaço no mercado nacional. Mas, essa fatia de mercado será para o público alto padrão, com modelos acima de R$ 200 mil.

 Alguns modelos já eram para terem sido lançados, porem a pandemia mudou um pouco o calendário, principalmente das fabricantes europeias, mas alguns s exemplares estarão disponíveis no primeiro trimestres deste ano.  E outros já foram lançados. Apenas poucos meses depois de começar a vender seu primeiro carro elétrico no Brasil, a Audi expandiu a linha, com a pré-venda do e-tron Sportback, versão cupê do SUV, o modelo em versão única sai por R$ 511.990,  na modalidade de venda direta. O preço público não foi divulgado.

Leia Também:  Cuiabá já imunizou mais da metade da população elegível com a primeira dose

A Volvo irá revelar seu segundo carro 100% elétrico em março desde ano, aliás para 2021 a montadora espera que suas vendas globais sejam de 50% de carros totalmente elétricos. Tem poucos detalhes no momento, porem o novo modelo  movido a bateria será inspirado na arquitetura de módulo compacto, que também sustenta o crossover 100% elétrico XC40 Recharge.

É bastante aguardado também chegar ao Brasil este ano o iX, primeiro SUV puramente elétrico da BMW, com 500 cavalos de potência e a promessa de um 0 a 100km/h em menos de 5,0 segundos.

A Ford também celebra o seu primeiro veículo 100% elétrico, o Mustang Mach-E, um SUV que agora vai passar a investir ainda mais em modelos eletrificados.

O empresário Amir Maluf, que investe pesado em tecnologia de estética automotiva e em carros de luxo, confirma que aguarda a chegada de mais  carros elétricos para incrementar as opções no Centro Automotivo Rivenditori; “No segundo semestre do ano passado comercializamos um e-tron, foi apenas o ponto de partida.  Acredito que seremos o Centro Automotivo em Mato Grosso que mais terá exemplares elétricos, pois temos no Estado um seleto mercado sedento por essas super máquinas”, pontua.

Leia Também:  Chefe do tráfico é executado a tiros por rivais em bairro de Cuiabá

Para a Rosi Cidram, gestora da Rivenditori, especialista em autos, a perspectiva de maior volume de carros elétricos vai trazer um desempenho positivo pós-crise econômica motivada pela pandemia. “Estamos em contagem regressiva para que mais veículos elétricos comecem a chegar a partir do primeiro semestre deste ano, será uma nova referência em autos de luxo”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Destaque

Cuiabá investirá mais de R$ 193 milhões em melhoria do sistema viário nos próximos dois anos

Publicado

na

Além de construir nova pavimentação em locais que ainda não possuem essa infraestrutura, a gestão Emanuel Pinheiro também possui a constante preocupação com a manutenção das vias que já são asfaltadas. Nesse sentido, a Prefeitura de Cuiabá está realizando um processo licitatório para contratação de empresa que executará diversos serviços de melhoria no sistema viário urbano da Capital.

Para que toda a cidade seja beneficiada de forma equivalente, a concorrência nº 044/2021 está dividida em quatro lotes, sendo o primeiro para a região Leste, o segundo para a Norte, o terceiro para a Oeste, e o quarto para a região Sul. Entre os serviços que devem ser executados estão: recapeamento; remendo profundo; tapa-buraco; recuperação de tubulação de drenagem, de bocas de lobo e poços de visita.

A licitação prevê um investimento de mais de R$ 193 milhões e superou a fase de habilitação com 14 empresas aptas, seguindo os critérios estabelecidos no edital montado pela Secretaria de Obras Públicas em parceria com a Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos. Agora, será feita a avaliação da qualificação técnica das classificadas e, posteriormente, abertura das propostas e anúncio das vencedoras.

Leia Também:  CHUVA DEVE VOLTAR A CAIR NESTA SEGUNDA EM CUIABÁ APÓS 135 DIAS

“Os contratos firmados a partir de licitação serão executados em um período de dois anos e seis meses. Nesta semana alcançamos a histórica marca de mais de 300 quilômetros de pavimentação construída, fruto de um trabalho planejado e contínuo. O que queremos é seguir ampliando essa melhoria, garantindo a manutenção das vias e seu bom estado de uso”, explica o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Conforme a justificava apresentada pela Secretaria de Obras Públicas no edital, uma boa pavimentação tem a função de melhorar a trafegabilidade, proporcionando ao condutor mais conforto, segurança e também economia aos cofres públicos. Além disso, destaca que por conta dos desgastes naturais, após anos de uso, as vias necessitam de recuperação com execução de tapa buraco, recapeamento asfáltico, drenagem e outras ações pertinentes.

“A manutenção e melhorias das avenidas e ruas indicadas pela ação, proporcionará maior durabilidade do pavimento, maior rapidez do trânsito de veículos coletivos e particulares, gerando inserção da comunidade e os bairros, além de fomentar o desenvolvimento econômico das atividades formais e informais, a fim de suscitar empregos e, consequentemente, melhorar a renda da população”, diz trecho do edital.

Leia Também:  Governador lança edital para a 1ª ferrovia estadual que vai ligar Rondonópolis a Cuiabá e Rondonópolis a Nova Mutum e Lucas do Rio Verde

MAIS AVANÇOS

Para o próximo ano, a Prefeitura de Cuiabá também já tem novas obras previstas, em especial para a Avenida Miguel Sutil. O planejamento da gestão Emanuel Pinheiro é construir na avenida mais dois viadutos e uma trincheira, iniciado a partir de abril, mês de comemoração aos 303 anos da Capital. As obras serão executadas em pontos considerados grandes gargalos no trânsito da região.

Os viadutos serão edificados na rotatória de acesso ao Centro de Eventos do Pantanal e no trevo do Santa Rosa, ligando as avenidas Lava Pés e Antártica. A última obra é a construção da Trincheira do Círculo Militar, orçada em R$ 62 milhões e já que já está com o projeto protocolado no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e conta agora com o apoio do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho) para dar andamento no processo.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA