Destaque

Prefeitura cumpre acordo, paga R$ 3 mi ao HCan e unidade volta a funcionar

Publicado

na

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, comunicou que realizou nesta segunda-feira (21), conforme o acordo realizado na semana passada, o pagamento no valor de R$ 3 milhões ao Hospital de Câncer, assim como fez repasses ao Hospital Geral e ao Santa Helena.

A secretária Ozenira Felix também informou que os comprovantes dos pagamentos feitos já foram enviados aos diretores das unidades de saúde e que o recurso veio da dívida que o Estado tinha com o município.

O acordo mediado pela Assembleia Legislativa foi de que a Prefeitura fizesse um repasse ainda nesta segunda-feira no valor de R$ 3 milhões ao Hospital de Câncer e que a partir de janeiro de 2021 terminasse de quitar a dívida de R$ 6,6 milhões que tem com a unidade.

Com o pagamento, o presidente do HCan, Laudemi Nogueira, garantiu que o hospital, que precisou ser fechado nos últimos dias, voltará a funcionar.

Veja abaixo a nota enviada pela prefeitura: 

Nota à imprensa

A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) informa:

Leia Também:  Bolsonaro volta a criticar Coronavac e diz que vacina obrigatória só na sua cadelinha Faísca

– Conforme acordado em reunião realizada na Assembleia Legislativa, no último dia 17, a Secretaria realizou o pagamento de repasses aos hospitais filantrópicos – Hospital de Câncer de Mato Grosso, Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá e Hospital Beneficente Santa Helena, na tarde desta segunda-feira (21).

– Os comprovantes de pagamentos já foram encaminhados às diretorias dos hospitais.

– O pagamento foi efetuado após recebimento, também na tarde desta segunda-feira (21), de recursos devidos pelo Estado ao Município.

– A Secretaria Municipal de Saúde reforça seu compromisso com a população cuiabana e todos os usuários do SUS que são atendidos em Cuiabá de continuar trabalhando para a boa prestação de serviço.

 

Por: Olhar Direto

Destaque

Serviço de limpeza pública é realizado diariamente na região central por mais de 100 trabalhadores

Publicado

na

Pensando na preservação de um ambiente onde o fluxo de pessoas é extremamente elevado e contínuo, a Prefeitura de Cuiabá desenvolve uma programação de limpeza específica para a região central da Capital. O trabalho é coordenado pela Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) e realizado diariamente.

Conforme a Limpurb, para atender da forma mais eficiente possível a demanda diária da região, o plano de atuação conta cerca de 100 operadores de limpeza que são distribuídos pelas vias, praças e outros equipamentos públicos. As ações ocorrem de segunda-feira a sábado, iniciando logo às 6h e seguindo até às 20h.

Durante o período de trabalho, as equipes são responsáveis por executar serviços como varrição, roçagem, poda de árvores, pintura de meio-fio. Somando a isso, periodicamente e contando com o auxílio de caminhões pipa, as praças são lavadas e higienizadas. Todos os resíduos recolhidos por meio dessas atividades são encaminhados para o aterro sanitário.

“O Centro Histórico é o coração de Cuiabá e merece esse olhar cuidadoso. É isso que o prefeito Emanuel Pinheiro tem buscado fazer desde o seu primeiro mandato à frente de Prefeitura com melhorias nas vias, reforma de praças. Na limpeza não é diferente. Atuamos em toda a cidade, sem nos esquecer dessa região que é por onde todo cuiabano passa”, explica o diretor-presidente da Limpurb, Vanderlúcio Rodrigues.

Leia Também:  Prefeitura implanta placas orientativas para motoristas que transitam nas proximidades dos parques

Além de ajudar a deixar a cidade ainda mais bonita, as ações de limpeza também ajudam a evitar que uma grande quantidade de lixo tenha como direção as bocas de lobo da região e cheguem até o Rio Cuiabá. Nesse sentido, a Limpurb destaca ainda a importância da participação da população no processo de cuidado da Capital.

“Todo lixo jogado no chão tem um destino. Nossos valorosos servidores trabalham para fazer com esse destino seja o correto e não as bocas de lobo, que muitas vezes acabam entupidas com esses materiais. Mas, é fundamental que o cidadão entenda que ele também deve ajudar o poder público a cuidar da cidade”, finaliza Vanderlúcio.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA