Opinião

Projeto de Lei, de alcance inimaginável

Publicado

na

Por Lício Malheiros |O Brasil enfrenta um sério problema relativo à questão dos resíduos sólidos    produzidos em larga escala, e nem sempre, com coleta e tratamento em condições aceitáveis e corretas. Desta forma, acaba comprometendo principalmente os garis que são os responsáveis por esse trabalho árduo e de difícil execução, a coleta de lixo.  

Vamos colocar de forma empírica, como acontece a diferenciação entre: lixo, resíduo e rejeito, para que não paire dúvidas na cabeça dos leitores.

O lixo é tudo aquilo que não se quer mais e joga fora. O resíduo é aquilo que não serve para você, mas para outro se torna matéria-prima de um novo produto ou processo. O rejeito é um tipo específico de resíduo, onde foram esgotadas todas as possibilidades de reaproveitamento ou reciclagem.

É preocupante a situação da destinação dos resíduos sólidos urbanos, haja vista,  que no Brasil em 2018 foram geradas 79 milhões de toneladas desses  resíduos, desse montante, 92% (72,7 milhões) foram coletados; em função disso, 6,3 milhões de toneladas de resíduos deixaram de ser recolhidos nas cidades.

Em Mato Grosso, apenas 18% do lixo são tratados. Para que esse lixo chegue até os locais de deposição, necessário se faz a presença dos garis e catadores de materiais recicláveis, que em seus árduos trabalhos, vivem correndo riscos de se machucarem, ou se infectarem com a grande quantidade de matérias perfurocortantes.

Fazendo valer a sua condição de parlamentar, entre as quais, uma delas de importância singular para a população, a criação de projetos de lei, que representem os interesses da população, principalmente os mais carentes e vulneráveis a acidentes e outras intempéries.

Em função disso, o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC), visionário, e voltado as causas sociais, principalmente aquelas ligadas às pessoas mais humildes, os expropriados do capital.

Aproveitando, o dia 21 de outubro em que se comemora o dia do gari, figura importantíssima em nossas vidas. Altruísta que é, o mesmo apresenta o Projeto de Lei Nº 907/2020,  que determina ao governo do estado de Mato Grosso a produção e veiculação de campanhas educativas visando a conscientização da população, com o objetivo de reduzir os acidentes sofridos por catadores e coletores profissionais de resíduos sólidos, bem como evitar danos ao meio ambiente.

De acordo com a proposição, a campanha publicitária poderá ser implementada através de peças educativas junto aos estudantes da rede pública de ensino, anúncios para televisão, rádio, jornais impressos, outdoor, internet e outros, que abordam métodos adequados de descarte, principalmente a destinação de resíduos perfurocortantes.

De acordo com o artigo 1º do Projeto de Lei deve ser acrescentado um dispositivo na Lei nº 7.862 de 19 de dezembro de 2002, que dispõe sobre a Política Estadual de Resíduos Sólidos, para prever o desenvolvimento de programas que visem estimular o descarte adequado desses resíduos.

O deputado estadual Elizeu Nascimento (DC). Entende e respeita, o trabalho hercúleo dos garis e dos catadores de materiais recicláveis, enxergando os mesmos, como pessoas importantíssimas no processo de preservação e limpeza das cidades. Através desse projeto de lei, ele visa minimizar os riscos dos mesmos em seus trabalhos, propiciando a eles, um mínimo de respeito e dignidade, que eles tanto merecem.  

*Professor Licio Antônio Malheiros é geógrafo

Leia Também:  Projeto prevê parcelamento nas taxas de cartórios através do cartão de crédito

Opinião

O Pódio também é para a mulher

Publicado

na

Nos últimos anos, o lugar das mulheres em cargos altos no mercado de trabalho vem aumentando gradativamente a passos largos. A revista Forbes Brasil listou as 20 mulheres de sucesso no Brasil em diversas em diversas áreas, todas dispostas a mudar o conceito de gênero no mercado. Segundo a revista Forbes, a lista aponta mais uma vez que a equidade de gênero na sociedade e no mercado de trabalho é um caminho sem volta. A diversidade nas empresas provou ser um poderoso fator de eficiência, inovação, criatividade, produtividade, harmonia e qualidade em todas as suas dimensões.
O assunto não quer calar, em junho a revista exame ressaltou a varejista de moda Lojas Renner como um dos destaques da 3ª edição do Guia EXAME Diversidade. Segundo a revista, como resultado, 65% dos cargos de liderança, a partir de gerência, são ocupados por mulheres. Já no mapa de sucessão, 76% das pessoas que pleiteiam postos mais altos são do gênero feminino.
O que podemos avaliar desses indicadores; em primeiro lugar é que existe consistência no trabalho de fazer com que as mulheres acreditem que possam evoluir. O melhor nesse contexto é que nós mulheres já ocupamos a gestão sem fronteiras de segmentos. No mercado automotivo de alto padrão, por exemplo, temos um inicio dessa expansão nos altos cargos. Orgulhosamente represento esse setor em Cuiabá. O caminho percorrido para chegar a este pódio foi longo, porem por quase dois anos mantenho essa conquista, e a desempenho com excelência, servindo de referência para toda a região Centro – Oeste e outros Estados, pois se tornou comum mulheres neste segmento atuando apenas como vendedoras, mas como gestoras ainda é raro. Sim sou uma das únicas, uma referência, principalmente no segmento de carros esportivos de luxo.
O motivo desta raridade é que ainda existe algo para ser driblado, o preconceito. É como se uma negociação milionária diante de Lamborghinis, Ferraris e demais super máquinas, só figurava com sucesso o estereótipo “homem de negócios”. Ledo engano e visão ultrapassada, o conservadorismo neste caso, não tem mais espaço e nem sentido. Hoje a relação mudou bastante, a figura feminina está mais familiarizada ao público masculino, apesar de serem ainda os homens a grande maioria nos altos cargos e clientes compradores de carros esportivos.
Hoje, celebro a celeridade com que a visão de mundo vem se modificando, claro, que os resultados nos ajudam neste processo, pois não se trata apenas de gênero, porem de competência. E, mesmo sabendo que a eficiência, inteligência, sagacidade e determinação fazem parte do DNA das mulheres que lutam por um espaço no “Pódio” ainda temos que lembrar o mundo a respeito, e até mesmo a nós, quando nos deparamos com olhares duvidosos. Mas, avante mulheres, não pisem no freio do seu sucesso.

Leia Também:  Ser Mulher

Rosi Cidram, especialista em carros de luxo

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA