Variedades

Passageiro é encontrado morto dentro de ônibus em Cuiabá

Publicado

na

O motorista de um ônibus que faz a Linha 340 (Ribeirão do Lipa-Centro-Morada da Serra) levou grande susto ao tentar acordar um passageiro e descobriu que ele estava morto.

A vítima foi identificada como Tony Salomão Machado de Figueiredo, de 45 anos.

A morte foi constatada quando o coletivo chegou no ponto final, na Avenida Antártica, no bairro Ribeirão do Lipa, na Capital, na noite de quarta-feira (23).

Segundo o motorista, ao parar o ônibus, por volta de 20h, os passageiros desceram, menos um, que parecia estar dormindo.

Ele disse que tentou acordá-lo, mas ele não se mexia. O motorista, então, descobriu que Tony Salomão estava morto.

Uma equipe Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e a equipe médica constatou a morte.

Como a vítima não apresentava nenhum sinal de violência, policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), acionados para fazer a liberação do corpo, acreditam que Tony foi vítima de uma morte natural.

Agora, segundo os policiais da DHPP, só o laudo de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) vai poder oficializar a causa da morte de Tony Salomão.

Fonte: Diário de Cuiabá

Leia Também:  Operação prende seis pessoas por embriaguez ao volante em Cuiabá e Sorriso

Destaque

Municípios de Mato Grosso recebem recursos em apoio ao aleitamento materno

Publicado

na

Em Mato Grosso, 14 municípios foram selecionados para receber o financiamento destinado ao custeio de ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e à alimentação complementar adequada e saudável para crianças menores de dois anos de idade.

O recurso, que varia entre R$ 15 mil (repasse mínimo) e R$ 108 mil por município, faz parte do programa Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EAAB) na Atenção Primária, do Ministério da Saúde (MS). Foram mais de R$ 500 mil de repasse do Ministério da Saúde direto aos municípios contemplados, em parcela única.

Os municípios terão de realizar a identificação, o cadastro e o monitoramento das práticas alimentares de crianças menores de dois anos de idade, por meio das ações de vigilância alimentar e nutricional. Esses municípios beneficiados devem comprovar a aplicação dos recursos financeiros recebidos por meio de um Relatório Anual de Gestão (RAG).

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, o aleitamento materno é a única estratégia mundial que isoladamente reduz em 13% a mortalidade até os cinco anos. Amamentar evita diarreia e infecções respiratórias, reduz o risco de alergias, de diabetes, colesterol alto e hipertensão, melhora a nutrição e reduz a chance de obesidade. Além disso, o ato contribui para o desenvolvimento da cavidade bucal das crianças e promove o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê.

Leia Também:  Federação confirma retomada do tênis em Mato Grosso

O servidor público e nutricionista Rodrigo Carvalho, responsável técnico pelas ações de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável no âmbito da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), destaca que, além dos inúmeros benefícios da amamentação para a criança, para a mulher e para o planeta, investir em políticas públicas de promoção, apoio e proteção ao aleitamento materno pode acarretar em mais economia aos cofres públicos.

Uma pesquisa publicada em 2019 pela Universidade Oxford (Reino Unido) concluiu que, de forma global, os custos de não investir em políticas públicas de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno podem chegar a US$1 bilhão, diariamente.

Confira a lista dos 14 municípios selecionados para receberem o incentivo financeiro referente à Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EAAB):

Municípios 2020
Arenápolis 27.000,00
Barra do Bugres 54.000,00
Campo Novo do Parecis 45.000,00
Cuiabá 18.000,00
Denise 18.000,00
Feliz Natal 18.000,00
Nova Marilândia 15.000,00
Nova Mutum 72.000,00
Nova Olímpia 45.000,00
Porto Estrela 18.000,00
Santo Afonso 15.000,00
Sapezal 45.000,00
Sinop 108.000,00
Tangará da Serra 81.000,00
TOTAL 579.000,00
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA