Destaque

Online: Acampamento para Crianças é a nova opção para interação social

Publicado

na

A Missão Boa Notícia, pensando no bem-estar das crianças, promove evento online gratuito para todo os estados do Brasil. Pensando no bem-estar das crianças e com o desejo de oferecê-las uma programação diversificada e alegre, nestes tempos onde a criançada está entediada cumprindo o período de quarentena, em virtude da Covid-19, nos dias 17 e 18 de setembro, a Igreja Missão Boa Notícia, promoverá o Global Kids Camp, um acampamento infantil com uma série de atividades online.
Terá apresentações de danças, jogos, histórias, muitas atividades e ainda palestras de educação emocional. Será transmitido gratuitamente pela plataforma ZOOM das 18:00 às 20:00.
A faixa etária para participação (Idade) é de 05 a 12 anos.


O evento já aconteceu em diversos países como Coreia do Sul, México e Estados Unidos e em outros países onde a missão tem sede.

Para fazer a inscrição gratuita do(a) seu(sua) pequeno(a), basta preencher o formulário abaixo:
https://forms.gle/QMdYfkFqnFw8aYr3A

A Igreja Missão Boa Notícia, ou Good News Mission, como é conhecida no exterior, nasceu da fé no perdão dos pecados que o pastor Ock Soo Park recebeu pela graça de Deus, através da Palavra de Deus por meio da Bíblia. No ano de 1962, o pastor Park sentiu que não podia fazer mais nada, a não ser, entregar-se ao Senhor. Então, ele decidiu trilhar o caminho de um pregador do evangelho. Apesar de enfrentar extrema a pobreza, frio e a fome, ele recebeu o grande sonho e a promessa de pregar o evangelho em todo o mundo.

Leia Também:  Deputado defende que Cine Teatro seja nomeado de Adir Sodré

Mais informações acesse o site: https://missaoboanoticia.org.br/

Destaque

Com pedido de vista no STF, composição da mesa diretora da ALMT pode ser alterada

Publicado

na

Após abrir divergência no julgamento sobre a reeleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o ministro Gilmar Mendes pediu vista do processo, que está em análise no plenário virtual do Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido de vista foi apresentado nesta terça-feira (21).

A ação foi apresentada em março deste ano, após a reeleição do deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) para seu terceiro mandato como presidente da Assembleia Legislativa. Nove dias após a proposição, o ministro Alexandre de Moraes concedeu liminar impedindo a posse de Botelho, o que levou à realização de uma nova eleição da Mesa Diretora da ALMT.

Proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR), a ação questionava a possibilidade de múltiplas reeleições para o mesmo cargo na Mesa Diretora, apontando que a Constituição Federal impedia este tipo de conduta no Congresso Nacional. Assim, as casas legislativas estaduais e municipais deveriam seguir o mesmo entendimento, permitindo apenas uma reeleição para o mesmo cargo de um membro da Mesa Diretora.

O processo foi a julgamento virtual pela primeira vez em 11 de junho, mas foi suspenso devido a um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes, o decano da corte, que não havia apresentado seu voto até então.

Leia Também:  Imposto Solidário: doações contribuem com comunidades afetadas pela pandemia

O julgamento virtual retomado na última sexta-feira, 17 de setembro, ocasião em que o ministro Gilmar Mendes abriu divergência do relator do caso, Alexandre de Moraes. Mendes manteve a maior parte da decisão do relator, que limitou a uma única reeleição, mas abriu brecha para que Botelho pudesse ser reconduzido à Presidência.

“Ante o exposto, divirjo em parte do Ministro Relator e julgo procedente o pedido para conferir interpretação conforme a Constituição Federal […] e estabelecer que é permitida apenas uma reeleição ou recondução sucessiva ao mesmo cargo da Mesa Diretor, mantida a composição da Mesa de Assembleia Legislativa eleita antes da publicação do acórdão da ADI 6524 (06/04/2021)”, disse Gilmar em seu voto.

Antes do pedido de vistas, o ministro Ricardo Lewandowski acompanhou o voto de Gilmar Mendes, estabelecendo o placar de 2 a 1 para a decisão que permite a recondução de Botelho à presidência da Assembleia.

Não há data para a retomada do julgamento. Falta ainda a manifestação de sete ministros.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA