Cotidiano

No iFood, tipo de estabelecimento que mais cresceu na pandemia surpreende

Publicado

na

Ao pensar em delivery de comida, é comum imaginar definido e ocasiões em que, normalmente, recorremos ao serviço: finais de semana, jantar, restaurantes.

A pandemia de covid-19, no entanto, alterou-se como formas de consumo de comida. Uma das principais startups do setor, o iFood acumula dados que revelam as mudanças na área de alimentação.

Entre março e junho, um tipo de estabelecimento teve grande crescimento dentro da plataforma. Engana-se quem pensa que o incremento se deu em algum tipo específico de restaurante. O destaque da vez foram como padarias, que participação 156% maior no período.

Apenas em junho, cerca de 3 milhões de itens de panificação foram vendidos – um número duas vezes maior do que as vendas realizadas em abril.

A alta pode ser reflexo da diversificação do uso do serviço de delivery. Se, antes, a ferramenta era usada para compra de almoço e jantar, hoje, novas ocasiões também podem incluir a entrega. No iFood, pedidos de café da manhã tiveram aumento de 133% durante os dias de semana e de 127% nos finais de semana.

A vez dos pequenos

O número de restaurantes cadastrados no iFood também teve aumento de março para cá. Hoje, são mais de 212 mil equipamentos, 32% a mais do que os 160 mil que usavam o serviço em março.

Os pequenos e médios restaurantes, no entanto, ganham cada vez mais espaço. Ainda em comparação com o mês de março, os menores menores tiveram 44% de aumento em vendas, registrando 18 milhões de pedidos apenas em junho (o que corresponde a 47% do total de pedidos do app).

Para se ter uma ideia, os pequenos restaurantes foram responsáveis ​​por 29% dos pedidos no mesmo período do ano passado.

Fonte: Exame

Leia Também:  Pandemia provoca redução de investimentos estrangeiros no país

Cotidiano

Governo assina convênios para pacote de obras em escolas, aquisição de micro-ônibus e equipamentos

Publicado

na

O Governo de Mato Grosso, por meio da secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), firmará, na próxima terça-feira (19.01), mais de 50 convênios com 26 municípios, para a construção de novas escolas estaduais e de quadras poliesportivas, ampliação de unidades, além da aquisição de micro-ônibus, mobiliários e equipamentos.

Os convênios ultrapassam os R$ 40 milhões e fazem parte do pacote de investimentos do programa Mais MT. O evento será realizado no Palácio Paiaguás, às 9h.

Dentro do pacote está a construção de três novas escolas em Peixoto de Azevedo, Primavera do Leste e Querência.

Em Peixoto de Azevedo o convênio firmado direto com a prefeitura prevê um investimento do governo de R$ 3.995.000,00 e R$ 5.000,00 de contrapartida do município.

O projeto é de construção da Escola Estadual Luciene Cardos de Oliveira, com 10 salas de aula e uma quadra poliesportiva. O terreno fica no Loteamento Nova Esperança, nas ruas Manaus e Parnaíva.

Em Primavera do Leste, a nova unidade terá 16 salas de aula e quadra poliesportiva. Será construída no bairro Jardim Luciana. A prefeitura destaca que o bairro tem apresentado um grande crescimento populacional e precisa de infraestrutura para atender os moradores de toda a redondeza.

Leia Também:  Pandemia provoca redução de investimentos estrangeiros no país

O investimento do governo do Estado será de R$ 7.495.000,00 e a contrapartida da prefeitura de R$ 5.000,00.

Em Querência, será construído o novo prédio da Escola Estadual Indígena Central Kisedje, com oito salas de aula. A escola atende alunos dos Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Neste prédio, o investimento do Estado será de R$ 1.995.000,00 com contrapartida de R$ 5.000,00 do município.

Ampliações e quadras

Os convênios também são para ampliações em oito escolas estaduais, localizadas em Campo Novo do Parecis, Nova Canaã do Norte, Sapezal e Sorriso. Cada unidade terá mais oito salas de aula, uma média de 240 novas vagas. As obras estão previstas para iniciar ainda no primeiro semestre.

Vinte e duas escolas vão ganhar uma nova quadra poliesportiva, possibilitando aos estudantes um espaço adequado para a prática de esportes. As quadras serão construídas em escolas de Campo Novo do Parecis, Figueirópolis D’Oeste, Juscimeira, Nortelândia, Nova Lacerda, Peixoto de Azevedo, Porto Alegre do Norte, Primavera do Leste, Querência, Santa Rita do Trivelato e Sorriso.

Leia Também:  Cansado de esperar: Dono do bar mata cliente por dívida de R$ 30 em MT

Em Campo Novo do Parecis, a obra de ampliação será na Escola Estadual Jardim do Ipês, no bairro com o mesmo nome. Além de um novo bloco escolar com oito salas de aula, serão construídos novos banheiros na unidade e uma quadra poliesportiva. O convênio assinado com a prefeitura totaliza R$ 1.500.000,00, sendo R$ 1.495.000,00 de investimentos do governo e R$ 5.000,00 de contrapartida do município.

Também em Campo Novo do Parecis, a Escola Estadual Marechal Cândido Rondon vai ganhar uma nova quadra poliesportiva (R$ 695.000,00 de investimentos do Estado e R$ 5.000,00 de contrapartida do município).

Em Itanhangá, a Escola Joaquim Barbosa vai ganhar mais oito salas de aula e também uma quadra poliesportiva. O projeto também prevê a instalação de posto de transformação para que a unidade possa receber climatização.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA