Destaque

Com um trabalho de destaque na Câmara, deputado Carlos Bezerra busca a reeleição

Publicado

na

Com um dos mais fortes currículos da política contemporânea de Mato Grosso, o deputado federal Carlos Bezerra, presidente regional do MDB, vai para as próximas eleições de outubro como candidato à reeleição.

No terceiro mandato consecutivo, Bezerra figura como um dos mais dinâmicos parlamentares (entre os 513), na apresentação de proposições, conforme dados divulgados pela consultoria da Mesa da Câmara.

Para Bezerra, a coroação do seu trabalho veio com a PEC dos Domésticos, apresentada por ele em 2010 e transformada na Emenda Constitucional 72/2013.

A lei assegura a igualdade de direitos trabalhistas entre empregados domésticos e os demais trabalhadores urbanos e rurais. E beneficia cerca de oito milhões de trabalhadores em todo o País.

“A PEC dos Domésticos foi uma das melhores coisas que fiz na minha vida pública. Tirou do Brasil a vergonha da discriminação entre trabalhadores, limpou uma nódoa da Constituição e elevou a nossa imagem como nação perante a Organização Internacional do Trabalho!”, define Bezerra.

40 anos de estrada

Bezerra ainda comemora este ano a vitória de uma luta iniciada há 12 anos. Atendendo reivindicação de segmentos da sociedade de Rondonópolis, assim que assumiu o mandato, em 2007, ele teve a iniciativa de apresentar a Indicação (INC-219), encaminhada ao Poder Executivo em 21 de março de 2007), que dá autonomia de Universidade Federal para o campus da UFMT no município. A Lei 13.637 foi sancionada em 20 de março deste ano de 2018.

Leia Também:  À beira de um ataque de nervos Bolsonaro sobe o tom e critica ação do STF e da PF

Outra PEC de Bezerra, transformada na Emenda Constitucional 89/2015, é a que prorroga por mais dez anos a obrigatoriedade para a União aplicar recursos destinados à irrigação para as regiões Centro-Oeste e Nordeste.

Bezerra também é o autor do projeto de lei que dispõe sobre a obrigatoriedade da cirurgia plástica reparadora, pela rede do SUS, em mulheres com casos de mutilação decorrente de tratamento de câncer na mama, e estabelece que a plástica seja feita nas duas mamas para garantir a simetria.

Carlos Bezerra está há mais de 40 anos na vida pública. Foi deputado estadual (1975/1979), deputado federal (1979/1983), prefeito de Rondonópolis (1983/1986), governador do Estado (1987/1990), novamente prefeito de Rondonópolis (1993/1994), senador (1995/2003). Atualmente é deputado federal no terceiro mandato consecutivo a partir de 2007.

Ferronorte

Fora o trabalho parlamentar, Carlos Bezerra é ainda reconhecido no meio político como um dos mato-grossenses de maior prestígio em Brasília, nos diferentes governos. Resultado desse trabalho é que em todas as regiões do Estado estão construídas centenas de obras, as mais diversas, com recursos públicos conquistados por ele junto ao governo federal.

Leia Também:  Prefeito cria Secretaria de Turismo visando ampliação e fortalecimento do setor

A Ferrovia Vicente Vuolo (Ferronorte) é um desses exemplos. Até a inauguração do Complexo Intermodal de Rondonópolis, em 2013, foram quase 30 anos de luta pela realização da obra, desde governador, quando criou uma assessoria especial para tratar exclusivamente do empreendimento.

No Senado, Bezerra participou ativamente para aprovação de recursos do Orçamento da União para as obras de construção da ponte rodoferroviária entre Santa Fé do Sul (SP), e Aparecida do Taboado (MS), viabilizada por uma parceria entre o Governo Federal e o Estado de São Paulo e inaugurada em maio de 1998. Sem a ação do então senador Carlos Bezerra, a ponte não sairia e, portanto, o andamento do projeto ficaria totalmente comprometido.

 

 

*assessoria

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Cuiabá investirá mais de R$ 193 milhões em melhoria do sistema viário nos próximos dois anos

Publicado

na

Além de construir nova pavimentação em locais que ainda não possuem essa infraestrutura, a gestão Emanuel Pinheiro também possui a constante preocupação com a manutenção das vias que já são asfaltadas. Nesse sentido, a Prefeitura de Cuiabá está realizando um processo licitatório para contratação de empresa que executará diversos serviços de melhoria no sistema viário urbano da Capital.

Para que toda a cidade seja beneficiada de forma equivalente, a concorrência nº 044/2021 está dividida em quatro lotes, sendo o primeiro para a região Leste, o segundo para a Norte, o terceiro para a Oeste, e o quarto para a região Sul. Entre os serviços que devem ser executados estão: recapeamento; remendo profundo; tapa-buraco; recuperação de tubulação de drenagem, de bocas de lobo e poços de visita.

A licitação prevê um investimento de mais de R$ 193 milhões e superou a fase de habilitação com 14 empresas aptas, seguindo os critérios estabelecidos no edital montado pela Secretaria de Obras Públicas em parceria com a Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos. Agora, será feita a avaliação da qualificação técnica das classificadas e, posteriormente, abertura das propostas e anúncio das vencedoras.

Leia Também:  À beira de um ataque de nervos Bolsonaro sobe o tom e critica ação do STF e da PF

“Os contratos firmados a partir de licitação serão executados em um período de dois anos e seis meses. Nesta semana alcançamos a histórica marca de mais de 300 quilômetros de pavimentação construída, fruto de um trabalho planejado e contínuo. O que queremos é seguir ampliando essa melhoria, garantindo a manutenção das vias e seu bom estado de uso”, explica o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Conforme a justificava apresentada pela Secretaria de Obras Públicas no edital, uma boa pavimentação tem a função de melhorar a trafegabilidade, proporcionando ao condutor mais conforto, segurança e também economia aos cofres públicos. Além disso, destaca que por conta dos desgastes naturais, após anos de uso, as vias necessitam de recuperação com execução de tapa buraco, recapeamento asfáltico, drenagem e outras ações pertinentes.

“A manutenção e melhorias das avenidas e ruas indicadas pela ação, proporcionará maior durabilidade do pavimento, maior rapidez do trânsito de veículos coletivos e particulares, gerando inserção da comunidade e os bairros, além de fomentar o desenvolvimento econômico das atividades formais e informais, a fim de suscitar empregos e, consequentemente, melhorar a renda da população”, diz trecho do edital.

Leia Também:  Fase de pavimentação é iniciada na obra de duplicação da Avenida Dante Martins de Oliveira

MAIS AVANÇOS

Para o próximo ano, a Prefeitura de Cuiabá também já tem novas obras previstas, em especial para a Avenida Miguel Sutil. O planejamento da gestão Emanuel Pinheiro é construir na avenida mais dois viadutos e uma trincheira, iniciado a partir de abril, mês de comemoração aos 303 anos da Capital. As obras serão executadas em pontos considerados grandes gargalos no trânsito da região.

Os viadutos serão edificados na rotatória de acesso ao Centro de Eventos do Pantanal e no trevo do Santa Rosa, ligando as avenidas Lava Pés e Antártica. A última obra é a construção da Trincheira do Círculo Militar, orçada em R$ 62 milhões e já que já está com o projeto protocolado no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e conta agora com o apoio do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho) para dar andamento no processo.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA