Opinião

Fios de Sustentação são milagres na face

Publicado

na

Fantástico e brilhante. Não encontro melhor definição para descrever os efeitos dos fios de sustentação na face. Exagero? Nem de longe, é o desejo de todos, ter um resultado visível pós-realização de procedimentos estéticos na face e ainda serem minimamente invasivos.

A tecnologia desenvolvida é um caminho sem volta, afinal de contas desde o início dos procedimentos empregados na harmonização facial os desejos eram por resultados mais duradouros, satisfatórios, quase indolor, de baixo risco e com dispensa de cirurgias.

A tradução para esse resultado surpreendente sem dúvida são os fios de sustentação que têm agido como um protagonista no rejuvenescimento facial, retardando o tempo para uns, e até mesmo revertendo anos para as faces mais envelhecidas. Ou seja, devolve a juventude perdida, mesmo sendo menos invasivo.

Um dos pontos mais trabalhados na face é o próprio contorno dela que com o passar do tempo, a perda de colágeno vai acentuando o efeito de derretimento dos tecidos, aliás, uma característica do tempo que envolve a face como um todo. E ainda podem ter influências, dependendo da genética, hábitos e cuidados com a face, por isso, é mais evidente em algumas pessoas a perda de volume e flacidez da pele.

Leia Também:  É ficção, mas é liderança

Mas, a versatilidade dos fios de sustentação ou PDO é tamanha, que entre seus principais efeitos é o de lifting instantâneo da pele. Ou seja, tem o poder de reposicionar os tecidos da face deixando assim o aspecto de volume adequado e contorno facial essencial para manutenção da aparência jovem.

Como não se render a esta maravilha que devolve a juventude e que sendo realizado por profissionais experientes, diminui os riscos e ainda conseguimos resultados muito satisfatórios e com uma naturalidade impar.

No momento, não encontro melhor alternativa não cirúrgica para transformar a face mais madura em jovem. A mudança é rápida, um procedimento que leva em sua preparação apenas anestesia local e no máximo quarenta minutos no consultório.

Os fios que devolvem sua juventude e estimulam a produção de colágeno, combatendo a ação do tempo faz algo ainda melhor, recupera a alegria de quem não está feliz com a face envelhecida. Vaidade? Não. Mas sim, amor próprio. Se você o perdeu, vamos juntos recuperar agora. Construir uma nova face e principalmente um novo você.

Leia Também:  Mirella foi expulsa de casa aos 17 anos e hoje, com 22, sustenta família

Nayara Cerutti, odontóloga com atuação em harmonização orofacial

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opinião

O VERDADEIRO MARKETING DE RELACIONAMENTO

Publicado

na

Um desafio complexo às empresas é estabelecer um relacionamento real com o cliente. O grande problema é que a maioria tem uma miopia em relação as suas ações, e patinam para conseguir estabelecer esse envolvimento a longo prazo.

O marketing de relacionamento é um processo complexo e contínuo. O primeiro passo é fazer o dever de casa: satisfazer o desejo do cliente. Para isso, você precisa se equilibrar numa corda bamba entre expectativa, desejo do seu consumidor; e a experiência de consumo que sua marca oferece a ele. Essa equação vai escalonar o grau de satisfação do seu público-alvo.

Dever de casa feito, é hora do passo dois: a confiança. Em qualquer relação humana a confiança não é algo conquistado de maneira simples. Basicamente você precisa estabelecer uma relação, como uma construção, tijolinho por tijolinho. O marketing de relacionamento se estabelece através de uma série de experiências entre marca e consumidor, e não necessariamente, essa experiência tem que ser de compra e consumo do produto ou serviço. Tem que ir além! Por isso os esforços que as organizações fazem para se mostrarem relevantes a sociedade onde atuam mercadologicamente. As organizações devem buscar uma conexão com o seu consumidor, isso deve acontecer de diversas formas com ações sociais, sustentáveis, artísticas, folclóricas, esportivas, culturais, e até mesmo fornecendo conteúdos interessantes ao seu público-alvo através de seus canais de comunicação.

Leia Também:  Dia Nacional do Maçom

E por fim, o terceiro e fundamental passo do relacionamento com o cliente, a lealdade. Essa é a premissa mais relevante para estabelecer fidelidade as marcas. Ela é antecedida pela satisfação , confiança e comprometimentos, que são conquistados nos passos anteriores. Para os pesquisadores José Sarto Castelo, José de Oliveira Cabral e Arnaldo Coelho , a “verdadeira” lealdade à marca, representa uma atitude favorável e um compromisso para com uma marca específica, resultando na recompra consistente da marca ao longo do tempo.

Uma recente pesquisa feita por Shikha Sota, Harish Chaudhry, Apurva Chamaria e Anurag Chauhan, fez um levantamento sobre os estudos publicados a respeito de marketing de relacionamento (CRM) nos anos 2007 a 2016, e identificou uma predominância no uso do programa de fidelidade como grande norteador das estratégias de relacionamento com o cliente. Existe uma confusão entre fidelidade e compra repetida. Há uma diferença grande entre esses conceitos, e as organizações que compreenderem, de fato, esses pilares, farão um CRM de verdade e conquistarão a sonhada lealdade.

Caíque Loureiro é Publicitário, Especialista em Marketing e Mestrando pela ESPM/SP na linha de pesquisa do comportamento do consumidor, sua dissertação avalia a influência das variáveis externas na decisão do voto no período eleitoral. Atua como Professor de Graduação e Pós-graduação em MT e RO, e como marqueteiro político e cultural no Brasil.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA