Destaque

Sine MT disponibiliza mais de 1,6 mil vagas de emprego nesta semana

Publicado

na

O Sistema Nacional de Emprego (Sine), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), inicia a semana com 1.646 vagas de emprego disponíveis. As oportunidades estão espalhadas em diversas áreas nas 28 unidades do Sine instaladas em Mato Grosso.

Em Cuiabá e Várzea Grande, para o público em geral, são 109 oportunidades de emprego para as áreas de: motorista entregador, operador de caldeira, auxiliar técnico de refrigeração, funileiro de automóveis (reparação), eletricista, topógrafo, recepcionista secretária e serralheiro. Já para as Pessoas com Deficiência (PCDs) estão disponíveis 10 vagas para auxiliar de linha de produção.

Em Sapezal (559 km da capital) são 444 vagas de emprego. Entre as áreas ofertadas são: auxiliar de linha de produção, operador de máquina agrícola, pintor de paredes, pedreiro, carpinteiro, cozinheiro geral, operador de escavadeira, motorista de caminhão e zelador.

No município de Sinop (477 km da capital) foram disponibilizadas 212 vagas, dentre elas: office-boy, consultor de vendas, atendente de lojas e mercados, biomédico, babá, frentista, Repórter de televisão, manicure, entre outros.

Leia Também:  Mato Grosso oferta 1.652 vagas de emprego pelo Sine Estadual

Entre os municípios com mais oportunidades destaca-se Lucas do Rio Verde (332 km da capital) com 207 vagas nas áreas: panfleteiro, esteticista, instrutor de informática, sushiman, professor de língua inglesa, mecânico eletricista de automóveis e farmacêutico.

Outro município em destaque é Água Boa (a 741 km da capital) são 66 vagas ofertadas nas áreas de torneiro mecânico, operador de caixa, Vendedor pracista, borracheiro, aplicador agrícola, Mecânico de manutenção de ar condicionado, instalador-reparador de redes telefônicas e de comunicação de dados, entre outros.

Atendimento

Além do trabalho de intermediação de mão-de-obra, o Sine realiza serviço de habilitação do seguro desemprego, emissão de carteira de trabalho e previdência social. É preciso verificar na unidade a disponibilidade das vagas, que são ofertadas diariamente.

Os interessados podem comparecer aos postos de atendimento, portando documentos pessoais e comprovante de residência, facilitando os trâmites do atendimento. Procure os postos mais próximos de sua residência.

Destaque

Governo envia para a Assembleia projeto que prevê multa a empresas e cidadãos que desrespeitaram restrições

Publicado

na

O Governo de Mato Grosso encaminhou projeto de lei que prevê multa para as pessoas e empresas que desrespeitarem as novas medidas restritivas contra o avanço da covid-19.

A proposição foi enviada nesta segunda-feira (01.03) para a Assembleia Legislativa, em regime de urgência, com o objetivo de “conter o aumento exponencial da contaminação causada pelo novo coronavírus, bem como evitar que o sistema de saúde estadual entre em colapso”.

De acordo com o projeto, a multa para as pessoas físicas que descumprirem as normas será de R$ 500. Já as empresas e/ou órgãos públicos que cometerem as infrações terão que pagar R$ 10 mil.

As penalidades serão aplicadas para as pessoas físicas e jurídicas que:

1 – Descumprirem a obrigação de uso de máscara facial em espaços abertos ao público ou de uso coletivo;

2 – Deixarem de realizar o controle do uso de máscaras faciais de todas as pessoas presentes no estabelecimento, sejam elas funcionários ou clientes;

3 – Participar e/ou promover atividades, reuniões ou eventos que geram aglomeração de pessoas, em descumprimento a normas editadas pela autoridade municipal, estadual e/ou federal;

4 – Descumprir a restrição de horários para circulação, conforme estabelecido em normas editadas pela autoridade municipal, estadual e/ou federal;

Leia Também:  Semana Nacional de Trânsito começa nesta sexta-feira (18)

5 – Desrespeitar ou desacatar a autoridade administrativa, bem como obstruir ou dificultar sua ação fiscalizadora quando no exercício das atribuições previstas nesta Lei;

6 – Deixar de promover ações fiscalizatórias necessárias ao cumprimento desta Lei, quando se tratar de agente político ou de funcionário público com dever legal de determinar o cumprimento das medidas sanitárias fixadas nesta norma;

7 – Cometerem outras ações consideradas lesivas ao enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do novo Coronavírus.

As multas

As infrações poderão ser registradas pelo Procon estadual e municipal; pelos órgãos de vigilância sanitária estadual e municipal; Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e outros órgãos municipais com poder fiscalizatório.

A pessoa ou empresa multada poderá recorrer em até 15 dias após a assinatura do auto de infração.

Além da multa, os infratores também poderão ser investigados pelos crimes de infração de medida sanitária preventiva e desobediência, previstos no Código Penal.

Os recursos arrecadados com eventuais multas serão destinados à compra de cestas básicas a serem distribuídas no município onde ocorreu a autuação.

Confira as novas medidas restritivas que passam a valer a partir de quarta-feira (03.03):

Leia Também:  Popularidade de Bolsonaro cresce e já interfere na bolsa de apostas para as eleições de 2022  

– De segunda à sexta, proibição de todas as atividades econômicas das 19h às 5h. Aos sábados e domingos, a proibição será após o meio-dia. A exceção fica por conta das farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto conveniências), indústrias, transporte de alimentos e grãos, e serviços de manutenção de atividades essenciais, como água, energia e telefone.

– Nos horários permitidos, as atividades econômicas deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local.

– Eventos podem ocorrer dentro do horário permitido, respeitado o limite 30% da capacidade do local, e número máximo de 50 pessoas.

– Os serviços de entrega por delivery seguem autorizados até às 23h.

– O transporte coletivo e congêneres (Uber, 99, etc) podem funcionar normalmente.

– Toque de recolher a partir das 21h até às 5h, com proibição de circulação.

– Nos órgãos públicos estaduais, fica suspenso o atendimento presencial em todas as secretarias e órgãos do governo, com exceção das unidades finalísticas. Quanto a jornada de trabalho, cada secretaria/autarquia vai disciplinar medidas para redução do fluxo de pessoas.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA