Coluna Bastidores da República

EM CAMPANHA: Bolsonaro: Lira será “segundo homem do Executivo” a partir de segunda-feira (1º)

Publicado

na

O PREFERIDO

Deputado Federal Arthur Lira - Portal da Câmara dos Deputados

Como é do conhecimento de todas as lideranças políticas, e sem esconder a sua preferência para a eleição à presidência da Câmara dos Deputados, que acontece na semana que vem, o presidente Jair Bolsonaro disse, nesta quinta-feira (28) que o deputado Arthur Lira (PP-AL) será eleito “se Deus quiser” para ser o “segundo homem do Executivo”.O comentário aconteceu durante cerimônia de inauguração de uma ponte sobre o Rio São Francisco, na BR-101, entre Alagoas e Sergipe. Nas últimas semanas, Bolsonaro intensificou as articulações com bancadas partidárias e frentes parlamentares para garantir mais votos ao seu candidato. Depois de passar meses dizendo que nunca interferiria nas eleições do Legislativo, o presidente agora faz de tudo para que a Câmara seja comandada por alguém aliado do governo.

BB INSATISFEITO

BB Estação Experimental: A agência do Banco do Brasil vive um abandono total – Sindicatos dos Bancários do Acre

Agora é para valer! Funcionários do Banco do Brasil programam para esta sexta-feira (29) um dia de paralisação nacional, em protesto às medidas de reestruturação recentemente anunciadas pela instituição. O governo quer fechar 112 agências e desligar 5 mil funcionários.A decisão de fazer uma paralisação de 24 horas, nesta sexta-feira, foi tomada na última segunda (25) em assembleia virtual de funcionários do banco. Segundo nota do Sindicato dos Bancários de Brasília, os trabalhadores cruzarão os braços durante um dia, em manifestação à proposta de reestruturação da instituição. Uma das principais críticas dos funcionários é a redução salarial de até 40%.

PROMESSA

Sem falar em prazos, o presidente Jair Bolsonaro prometeu, nesta quinta-feira, vacinar toda a população brasileira contra a covid-19 “em um curto espaço de tempo”, Bolsonaro nem comentou o fato do Brasil ter em mãos, até o momento, apenas cerca de 13 milhões de doses de vacinas liberadas.
“A Europa e alguns países aqui da América do Sul não tem vacina. E nós sabemos que a procura é muito grande. Nós assinamos convênios, fizemos contratos e compromissos, desde setembro do ano passado, com vários laboratórios e as vacinas começaram a chegar, e vão chegar, para vacinar toda a população em um curto espaço de tempo”, disse em discurso durante um evento em Sergipe.

Leia Também:  Adolescente é executado com tiro na cabeça e desovado em córrego

MAIS CRÍTICAS

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social como forma de conter a disseminação do novo coronavírus. Ele disse que o “povo brasileiro é forte e não tem medo do perigo”. Segundo dados do consórcio de veículos de imprensa, o Brasil ultrapassou as 200 mil mortes pela covid-19.Bolsonaro afirmou fazer um apelo aos governadores e ressaltou que, segundo ele, sem apresentar dados, “a política de fechar tudo e ficar em casa não deu certo”. “Os mais vulneráveis são velhos e com comorbidades, o resto tem que trabalhar.”

GREVE

ANTB diz que greve dos caminhoneiros no dia 1º pode ser maior do que em 2018 – MA10

Nesta quinta-feira (28, no município de Propriá, no Sergipe. Bolsonaro participou de cerimônia de entrega do tráfego na ponte sobre o Rio São Francisco, na BR-101, entre Alagoas e Sergipe, e aproveitou para construir uma agenda positiva em relação a assuntos polêmicos.Um deles tem relação à greve dos caminhoneiros. Nessa quarta-feira (27/1), o chefe do Executivo pediu que a categoria não faça greve a partir da semana que vem. No evento no nordeste, ele foi até caminhoneiros que estavam à beira da BR-101 e passou quase meia hora em apertos de mãos e cumprimentos.
Uma paralisação do grupo está convocada para a próxima segunda-feira (1º). Bolsonaro foi questionado sobre a pauta da agenda com o ministro Paulo Guedes, e se abordou a redução do PIS/Cofins sobre o diesel, uma das demandas dos caminhoneiros.

Leia Também:  Fiéis tentam construir igreja em formato de Nossa Senhora Aparecida em bairro periférico de Cuiabá

VERGONHA NACIONAL

M.Officer é condenada em 2ª instância por trabalho escravo de bolivianos em S. Paulo – Hora do Povo

Desde o início da semana passada, cerca de 110 pessoas foram tiradas de situações análogas à escravidão pela Operação Resgate. A ação está sendo realizada em 23 unidades da federação e conta com membros da Polícia Federal, do Ministério Público do Trabalho (MPT), da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), do Ministério Público Federal (MPF) e da Defensoria Pública da União (DPU).A maior ação foi em Goiás, onde 24 pessoas foram retiradas de uma plantação de laranja. No mesmo estado, uma pessoa foi resgatada após trabalhar 15 anos em troca de moradia. Os dados foram apresentados pela nesta quinta-feira (28), dia nacional de combate ao trabalho escravo.
Entre os resgatados se destacam ainda dois adolescentes em Minas Gerais, três indígenas no Mato Grosso do Sul, cinco pessoas que eram exploradas num parque de diversões em Pernambuco, 11 resgatados em um garimpo na fronteira entre a Paraíba e o Rio Grande do Norte e duas pessoas com deficiência que eram exploradas no Rio Grande do Sul.

ECONOMIA OFICIAL

As contas do governo registraram em 2020 déficit primário recorde de R$ 743,087 bilhões, informou nesta quinta-feira (28) a Secretaria do Tesouro Nacional. Apenas no mês de dezembro, o governo teve déficit de R$ 44,113 bilhões. Déficit primário ocorre quando as despesas do governo superam as receitas com impostos e tributos. O resultado primário não considerada os gastos com o pagamento de juros da dívida pública. O déficit de R$ 743,087 bilhões registrado em 2020 é 666,5% maior que o verificado em 2019, que foi de R$ 95,065 bilhões, e, segundo o Tesouro Nacional, representa 10% do Produto Interno Bruto (PIB) estimado.

Coluna Bastidores da República

Bolsonaro: “Estamos com a maior crise hídrica da história do Brasil”

Publicado

na

ALERTA PRESIDENCIAL

De folga, e  sem compromissos oficias nesta quinta-feira(3) , feriado de Corpus Christi, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aproveitou para andar de moto e visitar uma igreja em Formosa (GO).Ao retornar ao Palácio da Alvorada  ele  parou para falar com  com apoiadores e  afirmou que o Brasil está enfrentando a maior crise hídrica da história, mas “apesar disso, tá indo bem”.“Apesar dos problemas, tá indo bem o Brasil, né? E tem gente incomodada com isso”, afirmou ele após fazer um passeio de moto em Formosa (GO), localizada a 80 km de Brasília.“Energia: estamos com problema, a maior crise hídrica da história do Brasil. Apesar disso, tá indo bem. É que não tem roubalheira, né? Avisar o presidente [Omar Aziz], o relator da CPI [Renan Calheiros] que não tá tendo roubalheira”, destacou o presidente

BASTIDORES

São fortes os ruídos em Brasilia dando conta de que assessores mais próximos do vice-presidente Hamilton Mourão têm incentivado o general, nos bastidores, a disputar a Presidência da República em 2022.A avaliação desses auxiliares é de que Mourão teria chances de vencer, mesmo disputando contra o presidente Jair Bolsonaro, de quem o general se distanciou. Já outros assessores comentam também, que o vice-presidente, por ora, não considera a possibilidade.  sendo  mais  provável  que ele dispute uma vaga no Senado pelo Rio Grande do Sul.No entanto,  em entrevistas recentes,  Mourão admite  a possibilidade de deixar o cargo antes, para disputar a eleição de 2022.

REAÇÃO

O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que rejeite um pedido de habeas corpus coletivo apresentado por um grupo de advogados contra a Lei de Segurança Nacional (LSN).O PGR afirmou que há falhas processuais e afirmou que “inexiste flagrante ilegalidade” que autorize a concessão de liminar. O habeas corpus foi movido em março por 9 advogados que pedem a concessão de um salvo-conduto para evitar prisões e abertura de ações penais contra cidadãos que criticassem o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), chamando-o de “genocida”.

Leia Também:  Bolsonaro chama governadores de aprendizes de ditadores, idiotas e boçais achando que mandam

COMITIVA 5G

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou que uma comitiva com integrantes do governo, do Tribunal de Contas da União e parlamentares vai aos Estados Unidos para conhecer modelos de redes privativas de 5G. O embarque será no domingo e o retorno no dia 11. Entre os compromissos, constam visitas ao FBI e à CIA — além de reuniões nas empresas americanas de telecomunicações. Estarão na comitiva os senadores Flávio Bolsonaro e Ciro Nogueira, que integram as comissões de Assuntos Econômicos e de Relações Exteriores do Senado, e também os ministros do TCU Walton Alencar, Raimundo Carreiro e Bruno Dantas.

EXPECTATIVA

Faria afirma que o objetivo da viagem é acelerar a implementação do 5G no Brasil e garante que todas as capitais do país terão acesso à nova tecnologia em 2022. “Isso está nos nossos compromissos. Até julho do ano que vem nós teremos o 5G em todas as capitais. Independente se atrasar um mês, a gente consegue se adequa. As próprias operadoras já falaram isso. Até o ano que vem, todas as 27 capitais terão o 5G que pode conectar coisa

MINISTRO INVESTIGADO

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de um inquérito para investigar Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). A decisão foi tomada  atendendo a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). A solicitação tinha como base a notícia crime apresentada em abril por suposta tentativa de atrapalhar investigações sobre a Operação Handroanthus, na qual foi feita a maior apreensão de madeira do Brasil. “Tem-se nos autos notícia de fatos que, em tese, e na forma do acolhido pelo Ministério Público na notícia de crime, podem configurar práticas delituosas cuja materialidade e autoria reclamam investigação destinada a produzir elementos e subsídios informativos consistentes, com o objetivo de apurar a veracidade e autoria dos eventos mencionados na notícia de crime”, diz Cármen Lúcia em sua decisão.

Leia Também:  Pandemia revela aplicação da Inteligência Artificial para grande público e acelera transformação digital

DEFESA DE SALLES

Por outro lado, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse à Procuradoria-Geral da República ter promovido uma reunião no mês de março para discutir a maior apreensão de madeira no Brasil após um pedido do ministro Luiz Eduardo Ramos, então no comando da Segov (Secretaria de Governo) e atualmente na Casa Civil.Salles afirmou também, sem mecionar nomes, que “a assessoria da Casa Civil” encaminhou um parlamentar ao Ministério do Meio Ambiente para tratar da mesma questão. Na ocasião, a Casa Civil era chefiada pelo ministro Walter Braga Netto, hoje na Defesa.

SEM COMUNICAÇÃO

Fachada do Supremo Tribunal Federal. Brasilia, 26-10-2018. Foto: Sérgio Lima/Poder 360

A politização dos quartéis, misturada à campanha presidencial antecipada, serviu para acender o sinal amarelo no Supremo Tribunal Federal (STF). A preocupação ganhou novos contornos por causa da falta de interlocução do ministro da Defesa, Braga Netto, com integrantes da Corte. Na avaliação de magistrados, Braga Netto virou “um novo Pazuello” e já demonstrou ter assumido perfil político para fazer tudo o que o presidente Jair Bolsonaro quer. Custe o que custar.

AÇÃO PARLAMENTAR

A Câmara dos Deputados aprovou  a MP (Medida Provisória) 1034/21, que aumenta a tributação de instituições financeiras, reduz incentivos tributários da indústria química e limita o valor dos veículos comprados com desconto por pessoas com deficiência para compensar a diminuição de tributos sobre o diesel e o gás de cozinha (GLP). A matéria será enviada ao Senado.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA