Política

Deputado articula base do Ciopaer junto à bancada federal

Publicado

na

Presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) iniciou as conversações junto à bancada federal de Mato Grosso a fim de conseguir recursos para a instalação de uma base do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) no município de Rondonópolis. O primeiro a receber o ofício com a solicitação do parlamentar foi o deputado federal José Medeiros (PODE), na quinta-feira (7). Quem também participou da reunião foi o vereador eleito por Rondonópolis Dr. José Felipe (PODE).

“Estamos iniciando as conversas junto aos representantes da bancada federal para conseguirmos recursos financeiros para que a base do Ciopaer em Rondonópolis seja uma realidade. Essa é uma luta nossa desde 2019, sabemos da importância de ter um helicóptero para atendimento aéreo na nossa região, pois isso vai beneficiar todas as Forças de Segurança. Vim buscar esse apoio do deputado federal Medeiros, que é representante da área de Segurança Pública como Policial Rodoviário Federal”, afirmou Delegado Claudinei.

Leia Também:  Governo Federal reativa cobrança de energia elétrica por bandeira tarifária

De acordo com levantamento da gestão do Ciopaer, o custo aproximado para instalação de uma base seria em torno de R$ 28 milhões, sendo R$ 25 milhões para aquisição de um helicóptero; R$ 2 milhões para construção do hangar; R$ 600 mil para compra de um caminhão tanque de abastecimento; R$ 400 mil para aquisição de mobiliário básico para o hangar.

“Demais custos como disponibilização de efetivo, formação de pilotos, equipamentos, formação de mecânicos e custeio operacional ficariam a cargo da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp)”, detalha Claudinei.

Na oportunidade, o deputado federal José Medeiros disse que vai trabalhar em busca desses recursos. “O Delegado Claudinei, sempre preocupado com as questões de Segurança, já tinha feito esse pleito anteriormente. Pediremos dois helicópteros apropriados que vão atender todas as forças policiais e até mesmo a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Vamos trabalhar para que essas emendas sejam possíveis”, garantiu Medeiros.

ARTICULAÇÃO – Nos próximos dias, o deputado estadual vai entregar ofícios a todos os representantes da bancada federal de Mato Grosso. Além disso, na função de presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária e no cargo de deputado estadual, o Delegado Claudinei fez indicações ao Governo do Estado solicitando a instalação da base do Ciopaer em Rondonópolis.

Leia Também:  Governo não consegue pagar 13º dos servidores e FEX fica para janeiro

Para o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, o deputado solicita a doação do terreno para a implantação da base do Ciopaer. “E queremos contar com o apoio do vereador eleito Dr. José Felipe, juntamente com o vereador eleito Marisvaldo, do nosso partido em Rondonópolis, para nos ajudar nessa demanda”, finaliza Delegado Claudinei.

Política

Proposta cria a Comissão Permanente do Pantanal na ALMT

Publicado

na

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é o autor do Projeto de Resolução 01/2021, que cria na Assembleia Legislativa a Comissão Permanente do Pantanal Mato-grossense.

A proposta visa patrocinar discussões e mobilizar a sociedade para debater alternativas que viabilizem o desenvolvimento socioeconômico e sustentável do Pantanal.

Entre os objetivos ainda está reunir profissionais conceituados e de renome das diferentes áreas de conhecimento, para discussões técnicas, científicas e políticas que resultem na formulação de sugestões e medidas capazes de contribuir para a superação dos entraves/problemas e construção do processo de desenvolvimento da região.

Também se propõe a discutir o Programa BID Pantanal e outros que tratem do desenvolvimento sustentável do Pantanal.

O parlamentar justifica a necessidade da comissão permanente por conta do aumento do índice de queimadas nos últimos anos que tem devastado a região.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as queimadas na região do Pantanal brasileiro aumentaram 210% em 2020, quando comparado ao mesmo período do ano de 2019.

Considerando o período de janeiro a setembro de 2019, foram registrados 4660 focos de incêndio; em 2020, foram registrados 14.489 focos. Até então, o recorde era de 12.536 focos de incêndio, no ano de 2015, fato esse superado nos sete primeiros meses de 2020.

Leia Também:  CUIABÁ: Vereadores querem anular decreto que dá direito a nome social para LGBTs

“A devastação do Pantanal provocada pelas queimadas leva à necessidade de criar uma comissão permanente para discutir a formulação de políticas públicas que possam se converter em investimento pelo Poder Executivo. Os resultados positivos serão alcançados ouvindo especialistas do setor e segmentos da sociedade”, explica Wilson Santos.

 

A tramitação do Projeto de Resolução 01/2021 pode ser acompanhada aqui.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA