Política

Governador afirma que com o empenho de todos, 5 mil novas pontes serão instaladas nos próximos anos

Publicado

na

O governador Mauro Mendes pediu empenho aos prefeitos eleitos em Mato Grosso para o envio dos projetos que permitirão a construção de 5 mil novas pontes em todo o estado nos próximos anos.

Nesta quarta-feira (09.12), o gestor se reuniu com os prefeitos eleitos e reeleitos dos partidos PSD, PP e PDT em Mato Grosso. Também participaram os presidentes estaduais do PSD, senador Carlos Fávaro, e do PDT, deputado estadual Allan Kardec, além de representantes do PP, deputados estaduais e secretários de Estado.

Mauro Mendes reforçou que por meio do programa Mais MT, o Governo de Mato Grosso irá adquirir equipamentos e todos os materiais necessários para substituir mais de 5 mil pontes precárias de madeira, abrangendo todos os municípios. Em contrapartida, os municípios ficarão responsáveis por fazer a substituição das pontes de madeiras pelas pontes entregues pelo Governo, formadas com estruturas de vigas metálicas, de aduelas e de bueiros.

“Pelo modelo tradicional, demoraríamos décadas para implantar essas pontes. Mas com as parcerias, se todos se empenharem, podemos conseguir já nos próximos dois anos. Vamos implantar essas 5 mil pontes usando 30% a menos de recursos, com essa solução diferente, criativa, fazendo o dinheiro público render”, afirmou. 

Outro programa citado pelo governador é o de iluminação pública, também previsto no Mais MT. Conforme o governador, serão adquiridas mais de 450 mil lâmpadas de LED para que todos os municípios de Mato Grosso possam contar com iluminação econômica e de qualidade. 

“Uma cidade bem iluminada fica mais bonita e melhora a Segurança, além de trazer economia aos cofres públicos. Essas lâmpadas devem durar pelo menos 10 anos. Vamos entregar a metade e os prefeitos que instalarem certinho receberão a outra metade”, adiantou.

O prefeito reeleito de Santa Rita do Trivelato, Egon Hoepers, destacou a importância da parceria com o Governo de Mato Grosso para desenvolver a região. “Esse programa das pontes é muito bom, é fundamental. Precisamos de estradas e pontes boas. Sem isso, não é possível melhorar Saúde e Educação. Porque com estradas ruins a população não consegue acessar a Saúde. Dificulta o acesso à escola também”, sublinhou.

Nelsom Paim, reeleito prefeito de Poxoréu, também afirmou que há muitas pontes precárias de madeira que causam transtornos na região, e precisam ser substituídas. O gestor ainda destacou que os repasses ao município estão em dia desde o início da atual gestão.

“Estamos recebendo corretamente os recursos desde o início desse governo, e isso tem nos ajudado muito. Esse projeto das pontes é de suma importância, porque temos muitas pontes de madeira que precisam ser trocadas. Queremos continuar sendo parceiros dessa gestão, porque é uma gestão séria, que dá resultados na ponta”, relatou.

Fonte: GOV MT
Leia Também:  Ministro afirma que deve levar 10 dias para restabelecer toda energia no Amapá

Política

Peixoto de Azevedo terá uma nova escola no bairro Nova Esperança

Publicado

na

A Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc) e a prefeitura de Peixoto de Azevedo (MT), na manhã de terça-feira (19), às 9h, no Palácio Paiaguás, firmam convênio para a construção da nova sede da Escola Estadual Luciene Cardoso de Oliveira, em Peixoto de Azevedo. Essa demanda atende a Indicação nº 4.800/2020, do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), com previsão de investimentos do governo estadual de cerca de R$ 4 milhões.

Essa unidade escolar foi demolida há aproximadamente três anos, devido às condições precárias e insalubres na estrutura física. De acordo com a moradora e presidente da Associação dos Conselhos Comunitário de Segurança Pública (Aconseg), Fátima Martins Guerrero, que levou a demanda ao parlamentar, a escola tinha uma quadra e um espaço enorme, mas foi preciso uma mobilização social junto aos promotores, representantes políticos, presidentes de bairro e a sociedade civil organizada para mostrar que o local não era seguro para a permanência de educadores e alunos.

“Fizemos tantas reivindicações que até demoliram a escola antiga. Há três anos, as crianças estão saindo de um bairro para ir para outro estudar, em um local provisório que, na verdade, era um abrigo indígena, uma casa de passagem. A criança anda bastante. Concretizando essa nova escola, vou ficar muito feliz”, comenta Fátima, que já mora há 13 anos no município.

Leia Também:  Comissão de Ética ‘encurrala’ vereador Abílio Júnior (PSC) que pode ter o mandato cassado em Cuiabá

Estrutura – A nova estrutura contará com 10 salas de aula e uma quadra poliesportiva, localizada no bairro Nova Esperança. “Essa é uma boa notícia que recebemos essa manhã. Este é o um anseio dos moradores de Peixoto de Azevedo, que aguardam há alguns anos para a concretização da escola após ter sido demolida. Precisamos ter um espaço adequado para os professores e alunos para que seja produtivo o ensino e a aprendizagem”, comenta Claudinei.

O município de Peixoto de Azevedo fica a uma distância de cerca de 672 km, com uma população estimada de aproximadamente 33 mil, conforme dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 2015.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA