Destaque

Domingo (6): Mato Grosso registra 162.389 casos e 4.191 óbitos por Covid-19

Publicado

na

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (06.12), 162.389 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.191 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 203 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 162.389 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.045 estão em isolamento domiciliar e 154.633 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 140 internações em UTIs públicas e 138 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 34,74% para UTIs adulto e em 16% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (36.205), Rondonópolis (12.086), Várzea Grande (11.515), Sinop (8.515), Sorriso (6.999), Lucas do Rio Verde (6.389), Tangará da Serra (6.309), Primavera do Leste (5.348), Cáceres (3.627) e Nova Mutum (3.475).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Prefeitura dá ultimato e empresa tem 15 dia para regularizar a coleta de resíduos

O documento ainda aponta que um total de 127.926 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 533 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (05.12), o Governo Federal confirmou o total de 6.577.177 casos da Covid-19 no Brasil e 176.628 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.533.968 casos da Covid-19 no Brasil e 175.964 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de domingo (06.12).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  JARDIM CUIABÁ: Justiça determina devolução de prédio, 6 mil pacientes pedem socorro

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Destaque

Presidente da Assembleia diz que MT terá dois anos de entregas

Publicado

na

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), em discurso durante a entrega de 250 novas viaturas pelo governador Mauro Mendes (DEM), para a Segurança Pública, destacou a participação da Assembleia Legislativa para o equilíbrio fiscal do Estado.

“Sem o apoio da Assembleia Legislativa nada disso estaria ocorrendo. A Assembleia fez esse trabalho, desde janeiro de 2019, para dar essa condição ao governo. Agora estamos começando a colher os resultados. Ontem entregamos maquinários agrícolas para a agricultura familiar, hoje novas viaturas para a segurança pública”, disse Botelho.

Conforme o presidente do Parlamento, “daqui para frente vai ser um período de entregas, de resultados. Agora vamos colher o resultado desse trabalho de dois anos. Todas as secretarias estão com um grande programa de obras, de execuções”, observou.

Segundo o presidente da Casa de Leis, “se não fosse a Assembleia Legislativa, nada disso estaria acontecendo. Agora serão grandes entregas, muito trabalho para o nosso Estado. A Assembleia tem sido parceira, tem tido a coragem de fazer as mudanças necessárias”.

Leia Também:  Federação confirma retomada do tênis em Mato Grosso

Eduardo Botelho argumentou que “o Estado hoje tem credibilidade, e o exemplo está visível. Olha só esse exemplo de hoje, a economia nesta locação de veículos, antes era R$ 6.800 por veículo, agora, R$ 3.600”.

O governo do estado entregou 250 viaturas para a Segurança Pública, sendo cinco caminhonetes para o Sistema Socioeducativo, 109 para a Polícia Militar, 102 para a Polícia Judiciária Civil, 17 para a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), 12 para o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e cinco para o Corpo de Bombeiros Militar.

DA REDAÇÃO COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA