Cotidiano

SES regulariza o fornecimento de materiais no Hospital Regional de Rondonópolis

Publicado

na

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) obteve resposta ao requerimento  n.º 548/2020 pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES), em que solicitou informações sobre a falta de materiais no Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, em Rondonópolis (MT), que impedia a realização de procedimentos cirúrgicos em pacientes internados na unidade.  

Conforme o documento emitido pela SES e assinado pelo secretário de Saúde, Gilberto de Figueiredo, a Superintendência de Gestão e Acompanhamento de Serviços Hospitalares informou que não havia exatamente a falta de materiais na unidade e, sim, de órteses, próteses e materiais especiais (OPMEs), que são disponibilizados de forma individual para cada paciente, o que exige um controle diferenciado em relação a outros itens hospitalares.

No documento também é informado que, desde o dia 19 de outubro deste ano, a situação foi normalizada com o fornecimento de OPMEs pela empresa Síntese Comercial Hospitalar, que é uma das empresas contratadas pela SES via processo licitatório.

“Este requerimento fiz no mês passado, cobrando informações e providências na questão das cirurgias ortopédicas de acidentados que estão ou estavam aguardando procedimentos cirúrgicos por falta de materiais. Recebi o ofício da Secretaria de Saúde, onde esclarece que são itens específicos utilizados para intervenção médica”, explica Claudinei.

O Hospital Regional de Saúde de Rondonópolis é referência na região sul de Mato Grosso, que realiza atendimento por meio da Central de Regulação, Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ou Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Fonte: ALMT

Leia Também:  Centro de detenção amplia atendimento educacional

Cotidiano

Governo assina convênios para pacote de obras em escolas, aquisição de micro-ônibus e equipamentos

Publicado

na

O Governo de Mato Grosso, por meio da secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), firmará, na próxima terça-feira (19.01), mais de 50 convênios com 26 municípios, para a construção de novas escolas estaduais e de quadras poliesportivas, ampliação de unidades, além da aquisição de micro-ônibus, mobiliários e equipamentos.

Os convênios ultrapassam os R$ 40 milhões e fazem parte do pacote de investimentos do programa Mais MT. O evento será realizado no Palácio Paiaguás, às 9h.

Dentro do pacote está a construção de três novas escolas em Peixoto de Azevedo, Primavera do Leste e Querência.

Em Peixoto de Azevedo o convênio firmado direto com a prefeitura prevê um investimento do governo de R$ 3.995.000,00 e R$ 5.000,00 de contrapartida do município.

O projeto é de construção da Escola Estadual Luciene Cardos de Oliveira, com 10 salas de aula e uma quadra poliesportiva. O terreno fica no Loteamento Nova Esperança, nas ruas Manaus e Parnaíva.

Em Primavera do Leste, a nova unidade terá 16 salas de aula e quadra poliesportiva. Será construída no bairro Jardim Luciana. A prefeitura destaca que o bairro tem apresentado um grande crescimento populacional e precisa de infraestrutura para atender os moradores de toda a redondeza.

Leia Também:  Hospital Metropolitano recebe doação de ambulância da Confederação Brasileira de Futebol

O investimento do governo do Estado será de R$ 7.495.000,00 e a contrapartida da prefeitura de R$ 5.000,00.

Em Querência, será construído o novo prédio da Escola Estadual Indígena Central Kisedje, com oito salas de aula. A escola atende alunos dos Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Neste prédio, o investimento do Estado será de R$ 1.995.000,00 com contrapartida de R$ 5.000,00 do município.

Ampliações e quadras

Os convênios também são para ampliações em oito escolas estaduais, localizadas em Campo Novo do Parecis, Nova Canaã do Norte, Sapezal e Sorriso. Cada unidade terá mais oito salas de aula, uma média de 240 novas vagas. As obras estão previstas para iniciar ainda no primeiro semestre.

Vinte e duas escolas vão ganhar uma nova quadra poliesportiva, possibilitando aos estudantes um espaço adequado para a prática de esportes. As quadras serão construídas em escolas de Campo Novo do Parecis, Figueirópolis D’Oeste, Juscimeira, Nortelândia, Nova Lacerda, Peixoto de Azevedo, Porto Alegre do Norte, Primavera do Leste, Querência, Santa Rita do Trivelato e Sorriso.

Leia Também:  Para Mendes, retomada de obras do Hospital Central representa 'virada de página'

Em Campo Novo do Parecis, a obra de ampliação será na Escola Estadual Jardim do Ipês, no bairro com o mesmo nome. Além de um novo bloco escolar com oito salas de aula, serão construídos novos banheiros na unidade e uma quadra poliesportiva. O convênio assinado com a prefeitura totaliza R$ 1.500.000,00, sendo R$ 1.495.000,00 de investimentos do governo e R$ 5.000,00 de contrapartida do município.

Também em Campo Novo do Parecis, a Escola Estadual Marechal Cândido Rondon vai ganhar uma nova quadra poliesportiva (R$ 695.000,00 de investimentos do Estado e R$ 5.000,00 de contrapartida do município).

Em Itanhangá, a Escola Joaquim Barbosa vai ganhar mais oito salas de aula e também uma quadra poliesportiva. O projeto também prevê a instalação de posto de transformação para que a unidade possa receber climatização.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA