Cotidiano

Juíza recebe denúncia e pais de menor que matou Isabelle viram réus

Publicado

na

A juíza Maria Rosi de Meira Borba, da 8ª Vara Criminal de Cuiabá, recebeu, nesta terça-feira (17), denúncia contra os pais da menor acusada da morte da adolescente Isabele Guimarães Ramos.

A denúncia foi feita pelo Ministério Público Estadual contra o empresário Marcelo Cestari e sua esposa Gaby Soares de Oliveira Cestari.

Os acusados foram denunciados pela prática dos crimes de homicídio culposo, posse ilegal de arma de fogo, entrega de arma de fogo a pessoa menor, fraude processual e corrupção de menores.  

A magistrada determinou a citação dos acusados, que terão o prazo de dez dias para responderam à acusação.

A juíza Maria Rosi Borba determinou que, no mandado de citação, o oficial de Justiça indague aos denunciados se eles possuem ou pretendem constituir advogado ou se desejam ser assistidos por um defensor público, ou dativo, para patrocinar as suas defesas.

“Conste, também, no mandado, a advertência de que, em caso de procedência da acusação, a sentença poderá fixar valor mínimo à reparação dos danos causados pela infração, considerando os prejuízos sofridos pelo ofendido, nos termos do artigo 387, IV do CPP, intimando-o para, caso deseje, se manifestar e apresentar prova”, diz trecho da decisão.  

No tocante às medidas cautelares diversas da prisão requeridas pela acusação, a magistrada determinou a intimação dos denunciados, por intermédio de seus advogados constituídos, para manifestação no prazo de cinco dias.  

A adolescente Isabele Ramos morreu no dia 12 de julho, por volta das 22h, na residência do casal, no condomínio fechado Alphaville, no bairro Jardim Itália, vítima de um disparo de arma de fogo.

O disparo foi realizado por uma menor de idade, filha do casal denunciado.

Fonte: Diário de Cuiabá

Leia Também:  Mercado Livre recebe autorização do BC para atuar como instituição financeira

Cotidiano

SES promove capacitação para detecção precoce de casos de dengue, chikungunya e zika

Publicado

na

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, realizará, entre a próxima quarta e sexta-feira (02 e 04.12), das 14h às 16h, capacitação de atualização para os profissionais da saúde pública e privada de Mato Grosso. A proposta do curso é qualificar as equipes para a detecção precoce dos casos de dengue, zika e febre de Chikungunya visando o atendimento oportuno, tratamento adequado e reabilitação dos pacientes.

“Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19”

Foto por: ESP-SES-MT

A atualização, intitulada “Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19”, acontecerá via web e será transmitida pela Escola de Saúde Pública por meio do canal no Youtube neste link.

A programação será transmitida para três turmas distintas, distribuídas por grupos das macrorregiões de saúde. Os municípios das regiões Leste e Norte serão capacitados na quarta-feira (02); na quinta-feira (03) será a vez das regiões Centro Norte e Centro Noroeste receberem a qualificação e na sexta-feira (04) os profissionais das regiões Oeste e Sul  encerram o ciclo de web atualização.

A diretora da Escola de Saúde Pública, Silvia Tomaz, explica que os profissionais de saúde terão a oportunidade de atualizar conhecimento sobre o tema, com o foco voltado para o diagnóstico e o tratamento dessas doenças que são endêmicas no Estado, melhorando ainda mais a assistência prestada à população. 

“A atividade contará com importante contribuição do médico infectologista Dalcy de Oliveira Albuquerque Filho, graduado em medicina pela UFRJ [Universidade Federal do Rio de Janeiro] e servidor aposentado da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, com especialização em Medicina Tropical e MBA em Gestão de Saúde de Controle de Infecção e referência de arboviroses urbanas para o estado de Mato Grosso”, destacou a diretora da Escola.

As apresentações e outros materiais técnicos e legais disponíveis, bem como a emissão de declarações de participação serão disponibilizados aos participantes que se cadastrarem antecipadamente na Plataforma AVA/Moodle da Escola de Saúde Pública neste link.

Serviço

A capacitação sobre “Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19” acontecerá entre quarta e sexta-feira (02 e 04.12), das 14h às 16h, por meio do canal no Youtube da Escola de Saúde Pública. A inscrição da atividade por ser feita neste link.

Fonte: GOV MT

Leia Também:  Em sete meses Polícia Militar recebe 700 denúncias
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA