Cotidiano

Mais um paciente é beneficiado com transplante de rim em Mato Grosso

Publicado

na

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio da Central Estadual de Transplantes (CET), viabilizou neste fim de semana mais um transplante de rim em Mato Grosso. O procedimento proporcionará mais qualidade de vida a um paciente de Cuiabá, que estava no sistema como apto para o recebimento do órgão.

Este é o quarto procedimento realizado após a retomada do serviço no Estado, que esteve paralisado de março a setembro deste ano devido à pandemia pela Covid-19. Em outubro, após o pico no número de casos de coronavírus, o trabalho foi reativado e, em menos de um mês, já beneficiou quatro pacientes que aguardavam por um rim na fila da Central Estadual. 

O primeiro transplante ocorreu no dia 24 de outubro, o segundo no dia 29 de outubro, o terceiro no dia 05 de novembro e o quarto no último sábado (14.11). Os procedimentos ocorreram no Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, que atua como unidade credenciada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para esse tipo de cirurgia em Mato Grosso. Os órgãos foram disponibilizados de outro Estado por meio da Central Nacional de Transplantes.

”As nossas equipes técnicas estão absolutamente empenhadas na realização dos transplantes. Esperamos que muitas outras vidas sejam beneficiadas por meio deste serviço ofertado pelo SUS”, disse o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A coordenadora de Acompanhamento e Controle de Transplantes da SES, Anita Ricarda da Silva, explica que para chegar na etapa da cirurgia existe um processo importante e célere realizado pelos profissionais da Central Estadual, que são treinados para atuar no processo de captação e doação de órgãos e tecidos. 

Ela explica que as equipes são divididas em três núcleos: a primeira trata dos credenciamentos junto ao Sistema Nacional de Transplantes, orientação e formação; a segunda equipe fica responsável pelo acompanhamento necessário aos pacientes pós e pré transplantados e a terceira treina as equipes hospitalares e também recebe as ofertas de órgãos de outros Estados, repassa para a equipe transplantadora e acompanha o processo de retirada e implantação do órgão.

“Com toda essa força tarefa o resultado só podia ser de grande vitória para o Estado de Mato Grosso e para os pacientes que precisam desse serviço. Parabenizo a equipe da Central Estadual. Graças a uma gestão que valoriza a vida, recuperamos de volta a confiança da população, que no passado não contava com esse importante serviço no Estado”, celebra a coordenadora. 

O transplante renal estava paralisado há mais de 10 anos e foi reativado em janeiro deste ano pela SES. O retorno do serviço foi marcado pelo transplante entre as irmãs Glacelise Bettini da Silva Medrado, receptora do órgão, e Carmem Regina da Silva Medrado, doadora.

A equipe que realizou o transplante no sábado foi composta pelos cirurgiões Carlos Eduardo Bouret, Valter Torezan, Pedro Ernesto Pulcherio, Samuel da Silva Barretos; pelos nefrologistas Vitor Vieira, Walid Omais e José Carlos Muniz; pelos anestesistas Alexandra Gonzaga do Nascimento e Eder Hollen; pelo instrumentador Luiz Carlos da Silva. Também integrou a equipe a enfermeira Marilsa Souza dos Santos, além dos circulantes Márcio Benedito de Morais e Kenia Siqueira Costa.

Fonte: GOV MT

Leia Também:  Edital da Saúde para o HMC é retificado e categorias terão salários acima da média praticada nacionalmente

Cotidiano

Governo assina convênios para pacote de obras em escolas, aquisição de micro-ônibus e equipamentos

Publicado

na

O Governo de Mato Grosso, por meio da secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), firmará, na próxima terça-feira (19.01), mais de 50 convênios com 26 municípios, para a construção de novas escolas estaduais e de quadras poliesportivas, ampliação de unidades, além da aquisição de micro-ônibus, mobiliários e equipamentos.

Os convênios ultrapassam os R$ 40 milhões e fazem parte do pacote de investimentos do programa Mais MT. O evento será realizado no Palácio Paiaguás, às 9h.

Dentro do pacote está a construção de três novas escolas em Peixoto de Azevedo, Primavera do Leste e Querência.

Em Peixoto de Azevedo o convênio firmado direto com a prefeitura prevê um investimento do governo de R$ 3.995.000,00 e R$ 5.000,00 de contrapartida do município.

O projeto é de construção da Escola Estadual Luciene Cardos de Oliveira, com 10 salas de aula e uma quadra poliesportiva. O terreno fica no Loteamento Nova Esperança, nas ruas Manaus e Parnaíva.

Em Primavera do Leste, a nova unidade terá 16 salas de aula e quadra poliesportiva. Será construída no bairro Jardim Luciana. A prefeitura destaca que o bairro tem apresentado um grande crescimento populacional e precisa de infraestrutura para atender os moradores de toda a redondeza.

Leia Também:  Brasil registra primeiro caso de covid-19 em gato, no Mato Grosso

O investimento do governo do Estado será de R$ 7.495.000,00 e a contrapartida da prefeitura de R$ 5.000,00.

Em Querência, será construído o novo prédio da Escola Estadual Indígena Central Kisedje, com oito salas de aula. A escola atende alunos dos Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Neste prédio, o investimento do Estado será de R$ 1.995.000,00 com contrapartida de R$ 5.000,00 do município.

Ampliações e quadras

Os convênios também são para ampliações em oito escolas estaduais, localizadas em Campo Novo do Parecis, Nova Canaã do Norte, Sapezal e Sorriso. Cada unidade terá mais oito salas de aula, uma média de 240 novas vagas. As obras estão previstas para iniciar ainda no primeiro semestre.

Vinte e duas escolas vão ganhar uma nova quadra poliesportiva, possibilitando aos estudantes um espaço adequado para a prática de esportes. As quadras serão construídas em escolas de Campo Novo do Parecis, Figueirópolis D’Oeste, Juscimeira, Nortelândia, Nova Lacerda, Peixoto de Azevedo, Porto Alegre do Norte, Primavera do Leste, Querência, Santa Rita do Trivelato e Sorriso.

Leia Também:  Indígenas de Rondônia e Mato Grosso lançam criptomoeda

Em Campo Novo do Parecis, a obra de ampliação será na Escola Estadual Jardim do Ipês, no bairro com o mesmo nome. Além de um novo bloco escolar com oito salas de aula, serão construídos novos banheiros na unidade e uma quadra poliesportiva. O convênio assinado com a prefeitura totaliza R$ 1.500.000,00, sendo R$ 1.495.000,00 de investimentos do governo e R$ 5.000,00 de contrapartida do município.

Também em Campo Novo do Parecis, a Escola Estadual Marechal Cândido Rondon vai ganhar uma nova quadra poliesportiva (R$ 695.000,00 de investimentos do Estado e R$ 5.000,00 de contrapartida do município).

Em Itanhangá, a Escola Joaquim Barbosa vai ganhar mais oito salas de aula e também uma quadra poliesportiva. O projeto também prevê a instalação de posto de transformação para que a unidade possa receber climatização.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA