Cotidiano

Enfermeiro do HMC comete abuso sexual contra paciente

Publicado

na

Por Fernanda Renaté |Uma mulher de 45 anos foi estuprada por um enfermeiro dentro da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do HMC (Hospital Municipal de Cuiabá) na madrugada de domingo (18). A mulher teria se dado conta do abuso quando acordou com o ânus sangrando e  uma secreção na vagina, semelhante a sêmen.

Conforme informações do boletim de ocorrência, a mulher comunicou o médico do plantão sobre os fatos ocorridos e ele acionou a Polícia Militar (PM). 

Ao chegar no local, os policiais escutaram o relato da paciente e foi registrada a ocorrência. 

No momento do crime, cinco técnicos e dois enfermeiros estavam de serviço. Foi possível identificar o estuprador, pois apenas um da equipe estaria na UTI no momento em que a mulher foi estuprada.

O caso é investigado pela Deem (Delegacia Especializada de Defesa da Mulher). A assessoria do HMC se pronunciou sobre o caso através de uma nota e informou que a polícia foi chamada imediatamente e que estão dispostos a cooperar nas investigações. 

Todos os enfermeiros que estavam no momento do crime foram afastados pelo hospital.

 

Leia Também:  Lista de convocados para entrega de títulos está disponível

NOTA PÚBLICA

Em relação ao suposto caso de estupro no Hospital Municipal de Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde informa:

-A diretoria do HMC, assim que soube da situação, chamou imediatamente a polícia, que esteve no local e colheu informações para investigar o caso e está à disposição para colaborar com o que for necessário nas investigações. 

-A paciente teve acompanhamento psicológico e recebeu as medicações indicadas no protocolo para este tipo de situação.

-O HMC ressalta que na UTI onde a paciente estava internada fica sempre uma equipe de plantão composta por 5 técnicos de enfermagem, 1 fisioterapeuta, 2 enfermeiros, 1 médico e 1 supervisor que cuida de todas as UTIs.

Fonte: FolhaMAX

Cotidiano

SES promove capacitação para detecção precoce de casos de dengue, chikungunya e zika

Publicado

na

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, realizará, entre a próxima quarta e sexta-feira (02 e 04.12), das 14h às 16h, capacitação de atualização para os profissionais da saúde pública e privada de Mato Grosso. A proposta do curso é qualificar as equipes para a detecção precoce dos casos de dengue, zika e febre de Chikungunya visando o atendimento oportuno, tratamento adequado e reabilitação dos pacientes.

“Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19”

Foto por: ESP-SES-MT

A atualização, intitulada “Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19”, acontecerá via web e será transmitida pela Escola de Saúde Pública por meio do canal no Youtube neste link.

A programação será transmitida para três turmas distintas, distribuídas por grupos das macrorregiões de saúde. Os municípios das regiões Leste e Norte serão capacitados na quarta-feira (02); na quinta-feira (03) será a vez das regiões Centro Norte e Centro Noroeste receberem a qualificação e na sexta-feira (04) os profissionais das regiões Oeste e Sul  encerram o ciclo de web atualização.

A diretora da Escola de Saúde Pública, Silvia Tomaz, explica que os profissionais de saúde terão a oportunidade de atualizar conhecimento sobre o tema, com o foco voltado para o diagnóstico e o tratamento dessas doenças que são endêmicas no Estado, melhorando ainda mais a assistência prestada à população. 

“A atividade contará com importante contribuição do médico infectologista Dalcy de Oliveira Albuquerque Filho, graduado em medicina pela UFRJ [Universidade Federal do Rio de Janeiro] e servidor aposentado da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, com especialização em Medicina Tropical e MBA em Gestão de Saúde de Controle de Infecção e referência de arboviroses urbanas para o estado de Mato Grosso”, destacou a diretora da Escola.

As apresentações e outros materiais técnicos e legais disponíveis, bem como a emissão de declarações de participação serão disponibilizados aos participantes que se cadastrarem antecipadamente na Plataforma AVA/Moodle da Escola de Saúde Pública neste link.

Serviço

A capacitação sobre “Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19” acontecerá entre quarta e sexta-feira (02 e 04.12), das 14h às 16h, por meio do canal no Youtube da Escola de Saúde Pública. A inscrição da atividade por ser feita neste link.

Fonte: GOV MT

Leia Também:  'Caso da menina estuprada uniu discursos contra bolsonarismo', diz Debora Diniz
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA