Cotidiano

Polícia cumpre mandado na casa de mulher de líder do CV

Publicado

na

Policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), com apoio de policiais Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, cumpriram três mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva.

Uma das buscas foi na casa da esposa de Sandro Rabelo, o “Sandro Louco”, uma mulher de 29 anos, que mora no bairro Jardim das Palmeiras, em Cuiabá.

“Sandro Louco” é um dos mais perigosos bandidos do Brasil, ligado à facção crminosa Comando Vermelho. Ele foi condenado a mais de 200 anos.

Na casa da mulher, que tem 29 anos, os policiais da DRE encontraram maconha . Ela foi indiciada em Termo Circunstanciado (TC), em crime de uso de droga.

O mandado de busca e apreensão na casa de “Sandro Louco” foi cumprido na manhã desta sexta-feira (16). A mulher foi conduzida até a DRE para prestar depoimento.

A mulher do bandido também é apontada, nas investigações, como “um braço direito do marido e da organização criminosa” na Capital, Várzea Grande e parte do Estado.

Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Criminal de Capital e cumpridos nos bairros Osmar Cabral, Parque Cuiabá e Jardim das Palmeiras.

Todos os acusados são apontados, em investigações, como integrantes da facção criminosa e identificados como “disciplinas”. Ou seja, cumprem ordens, matam e mandam matar.

Na casa da mulher de “Sandro Louco, os policiais apreenderam cigarros de maconha, além de um telefone celular com conversas entre ela e o marido.

PERIGOSO – Para se ter uma ideia da alta periculosidade de “Sandro Louco”, ele já cumpre mais de 200 anos de prisão em regime fechado, e ainda aguarda julgamento em outro crimes.

Seus crimes, todos considerados hediondos, vão desde latrocínio (roubo seguido de morte), homicídio, roubo a banco, formação de quadrilha e sequestros, furto, invasão de delegacia e fugas.

PRISÕES – Outro integrante do CV foi preso em flagrante com drogas, dinheiro do tráfico e caderno com anotações da venda de drogas.

Encaminhado à DRE, ele vai responder por tráfico e associação criminosa.

O segundo preso – os dois não tiveram seus nomes revelados -, alvo da operação não foi localizado na casa onde seria cumprido o mandado.

Sandro está em Cuiabá desde maio deste ano, quando foi transferido de um presídio federal do Paraná para a Penitenciária Central do Estado (PCE), no bairro Pascoal Ramos.

Em 2014, por meio de cartas trocadas entre o casal, polícia descobriu que a mulher era usada na negociação do tráfico de drogas, sendo alvo da “Operação Grená”.

Fonte: Diário de Cuiabá

Leia Também:  Estudantes do Curso Preparatório Comunitário terão revisão para segunda etapa do Enem

Cotidiano

Homem tem surto, sai correndo nu pela rua e cai morto

Publicado

na

Um usuário de drogas teve um surto psicótico. Saiu correndo nu pela rua e caiu morto, por volta das 5h desta sexta-feira (23).

A suspeita é de overdose, seguida de uma parada cardíaca.

O homem, identificado como Luan Anastácio de Andrade, 25 anos, morreu no bairro Capão do Pequi, em Várzea Grande.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou a morte do rapaz, que não apresentava lesões, pelo menos aparentes, mas estava sujo de fezes, que também foram encontradas ao lado do corpo.

Amigos e vizinhos do bairro confirmaram à Polícia Militar que a vítima era usuária de droga.

Policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) fizeram a liberação do corpo para o Instituto Médico Legal (IML).

Agentes da Perícia Oficial do Estado (Politec) fizeram a perícia preliminar e também não constaram sinais de violência no corpo.

Policiais da DHPP informaram que vão aguardar os laudos do IML e da Politec para oficializar as causas da morte do rapaz.

Fonte: Diário de Cuiabá

Leia Também:  Polícia Civil prende casal de traficante com mais de 110 porções de drogas
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA