Destaque

SES promove discussão sobre impacto da pandemia na alimentação

Publicado

na

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) realizará, no dia 16 de outubro, das 8h às 17h, um webinário sobre impacto da pandemia na (IN) Segurança Alimentar e Nutricional em Mato Grosso. Devido ao coronavírus, o evento será virtual e transmitido pelo Telessaúde, por meio do canal Tele Educa Mato Grosso, no YouTube.

Conforme a Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde da SES, o evento faz alusão ao Dia Mundial da Alimentação, celebrado anualmente no dia 16 de outubro.  Em 2020,  a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), que completa 75 anos, lançou o tema “Cultivar, Alimentar, Preservar. Juntos – As nossas ações são o nosso futuro”, que permeará a discussão da SES.

A atividade será aberta aos profissionais da saúde e às pessoas que tiverem interesse pela temática. Para participar, basta acessar o canal do Tele Educa Mato Grosso no YouTube no dia e horário do webinário, por meio deste link. Ao final do evento, os participantes receberão um certificado eletrônico.

De acordo com a técnica do setor de Alimentação e Nutrição da SES, Jane Taveira, com o surgimento do coronavírus, o Brasil explicitou ainda mais a discrepância entre realidades sociais que coexistem no país, reacendendo as discussões acerca da segurança alimentar e nutricional, considerando o que vem acontecendo em outros países que enfrentam a mesma situação de pandemia.

Leia Também:  Qual o papel da escola na pandemia do Covid-19?

“Com esse evento pretendemos contribuir para o debate sobre as medidas existentes adotadas pelos governos federais, estaduais e municipais e a sociedade para promover e garantir a Segurança Alimentar e Nutricional, de forma a impedir que a insegurança e a expansão da fome avancem durante e após a crise social e sanitária gerada pela pandemia”, explica Jane.

Programação

Matutino

08:00h – Boas vindas do Secretário Adjunto de Vigilância e Atenção à Saúde, Juliano Silva Melo.

08:10h – Boas vindas da Coordenadora de Promoção e Humanização da Saúde, Rosiene Rosa Pires.

08:20h – História do Dia Mundial de Alimentação.

Facilitadora: Nutricionista Jane Kátia Vivas Taveira (SES).

9:00h – A Segurança Alimentar e Nutricional na formação acadêmica e a pandemia da Covid-19.

Facilitadora: Prof.ª Dra. Aída Couto Dinucci Bezerra, coordenadora do Curso de Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

10:00h – A Importância da PNAE na Segurança Alimentar e Nutricional no contexto da pandemia da Covid-19.

Facilitadora: Nutricionista Debora Maria Gramulha, da Secretaria Estadual de Educação (Seduc)

11:00h – Diálogo com os palestrantes

Leia Também:  Trabalhos nos viadutos voltam à normalidade com o fim das férias coletivas

11:30h – Considerações finais

Vespertino

14:00h – Transferência de renda no contexto da pandemia do COVID 19 e garantia da Segurança Alimentar e Nutricional – Bolsa Família na Saúde.

Facilitadora: Nutricionista Maria da Penha Ferrer de Francesco Campos, Gestora Estadual do Programa Bolsa família na Saúde de Mato Grosso.

14:40h – O papel do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) na pandemia da Covid- 19.

Facilitador: Sra. Eurípia de Faria Silva, Presidente do Consea.

15:20h –  Guia Alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos e Guia Alimentar para a população Brasileira, como ferramentas para a Promoção da Alimentação adequada e saudável, na garantia da SAN.

Facilitadoras: Nutricionistas Ana Maria Thomaz Maya Martins e Mayara Ramos, técnicas da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.

16:45h – Diálogo com os palestrantes.

17:00h – Considerações finais.

Fonte: GOV-MT

Destaque

Governo decide manter aulas não presenciais; professores continuam em teletrabalho

Publicado

na

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Educação, levando em consideração a situação sanitária da pandemia da Covid-19 e as orientações de saúde, comunica que:

1. As aulas da rede pública estadual de ensino serão concluídas neste ano de 2020 de forma não presencial e irão até o dia 18 de dezembro. Ou seja, não haverá retorno de estudantes para aulas presenciais nas escolas neste ano;

2. Os professores da rede estadual continuarão a desempenhar as funções em teletrabalho. A portaria que irá regrar essa norma será publicada no início da próxima semana;

3. O atendimento realizado pela equipe gestora nas escolas e no órgão central (SEDUC) continuam de forma presencial, conforme estabelece o Decreto Estadual nº 662, de 6 de outubro de 2020;

4. A Secretaria de Educação esclarece que é obrigatória a participação dos alunos nas aulas, que continuam sendo ministradas na forma não presencial, seja com a distribuição de material didático impresso, ou por meio de plataforma online.

Leia Também:  Produção de pequi gera renda para agricultores familiares
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA