Cotidiano

Criminoso que ejaculou em criança dentro de shopping é identificado

Publicado

na

O homem suspeito de ejacular em uma criança dentro de uma loja no shopping de Várzea Grande foi identificado pela Polícia Civil, na quarta-feira (14.10), em investigações realizadas pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso do município (DEDMCI-VG). O suspeito, de 30 anos, foi interrogado e confessou o crime. 

O fato ocorreu no sábado (10.10) em uma loja de departamento do shopping. A vítima estava no setor de bonecas, quando o suspeito se aproximou com o órgão genital nas mãos e em seguida ejaculou atingindo a menina. A mãe da criança procurou a segurança do shopping e registrou o boletim de ocorrência na DEDMCI-VG, que imediatamente iniciou as diligências para identificar e localizar o suspeito. 

Com a verificação das imagens do circuito interno de segurança do shopping foi possível chegar a identificação do autor do crime, que foi localizado na quarta-feira (14), em seu local de trabalho em um frigorífico em Várzea Grande. 

Ele foi conduzido a DEDMCI-VG, onde foi interrogado pela delegada, Mariell Antonini Dias, e confessou a autoria os fatos. Por não estar em situação de flagrante, o suspeito foi liberado após o interrogatório e responderá em inquérito policial pelo crime de importunação sexual.

Fonte: PJC- MT

Leia Também:  Bolsonaro gera aglomeração e, sem máscara, carrega crianças e cachorro; veja

Cotidiano

Homem tem surto, sai correndo nu pela rua e cai morto

Publicado

na

Um usuário de drogas teve um surto psicótico. Saiu correndo nu pela rua e caiu morto, por volta das 5h desta sexta-feira (23).

A suspeita é de overdose, seguida de uma parada cardíaca.

O homem, identificado como Luan Anastácio de Andrade, 25 anos, morreu no bairro Capão do Pequi, em Várzea Grande.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou a morte do rapaz, que não apresentava lesões, pelo menos aparentes, mas estava sujo de fezes, que também foram encontradas ao lado do corpo.

Amigos e vizinhos do bairro confirmaram à Polícia Militar que a vítima era usuária de droga.

Policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) fizeram a liberação do corpo para o Instituto Médico Legal (IML).

Agentes da Perícia Oficial do Estado (Politec) fizeram a perícia preliminar e também não constaram sinais de violência no corpo.

Policiais da DHPP informaram que vão aguardar os laudos do IML e da Politec para oficializar as causas da morte do rapaz.

Fonte: Diário de Cuiabá

Leia Também:  Mulheres vítimas de violência ganham dia de Beleza
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA