Destaque

Homem invade festa de aniversário e mata ex-namorada e ex-sogra

Publicado

na

Uma jovem de 18 anos foi assassinada pelo ex-namorado durante a própria festa de aniversário na segunda-feira (12/10), em Guaianases, Zona Leste de São Paulo. Nathália Saldanha e a mãe dela, Priscila Saldanha, foram esfaqueadas e mortas.

Testemunhas disseram à polícia que o homem, identificado como Felipe Correa de Oliveira, chegou dizendo que queria conversar com Nathália. Um rapaz que estava na festa, amigo da jovem, contou que estava em outro cômodo da casa, ouviu barulhos e foi ver o que havia acontecido.

Quando chegou na cozinha, viu que Felipe havia esfaqueado Nathália, a mãe e o padrasto da jovem. Assustado, o rapaz correu, mas Felipe o seguiu e também o feriu no ombro. Nathália e a mãe foram socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. O padrasto da jovem está internado em estado grave.

Felipe tinha buscado a filha, de 2 anos, que teve com Nathália horas antes, para passar o Dia das Crianças. À noite, retornou sozinho à casa da ex e cometeu os crimes. Ele conseguiu fugir e ainda não foi localizado pela polícia.

Leia Também:  Embaixada dos EUA pede aos seus cidadãos que abandonem o Iraque

Nas redes sociais, amigos de Nathália lamentam a tragédia e comentam que Felipe já estava perseguindo a jovem há algum tempo. “Você virou uma estrela, as lembranças ficam e não tem como voltar, onde estiver olhe por mim, tudo o que passamos vai ficar marcado. Deus guarde você e sua mãe, dói muito saber que não deu tempo de dar tchau. Que a justiça seja feita”, comentou uma amiga da jovem. “Ele estava na maldade faz tempo e já vinha analisando tudo. Ele destruiu as nossas vidas, tirou a vida da minha melhor amiga”, comentou outra pessoa.

O caso foi registrado como como feminicídio, tentativa de homicídio qualificado e violência doméstica. A polícia procura pelo homem, que está foragido.

Fonte: Correio Braziliense 

Destaque

Governador e secretário de Saúde participam de ato de recebimento das vacinas do Ministério da Saúde

Publicado

na

A | A

O Governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, participam nesta segunda-feira (18.01) do ato simbólico de recebimento das vacinas contra a Covid-19, realizado pelo Ministério da Saúde.

O ato está marcado para as 7 horas (horário de Brasília), em Guarulhos, no Estado de São Paulo. Na ocasião, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, deverá anunciar quando as vacinas contra a Covid-19 serão enviadas aos Estados para dar início à imunização da população.

Plano Estadual

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual da Saúde (SES-MT), trabalha em uma força tarefa para que a vacina contra a Covid-19 chegue aos municípios o mais rápido possível. A ação faz parte do Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 em Mato Grosso e prevê, caso necessário, o apoio de seis aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Com o objetivo de promover a adequada logística da vacina, com segurança, efetividade e equidade, a SES vai ampliar a Rede de Frio Estadual e já viabiliza uma Central Estadual e mais quatro Centrais Regionais (Barra do Garças, Cáceres, Rondonópolis e Sinop), assim como a aquisição de equipamentos de refrigeração e frota adequada para distribuição terrestre. O investimento estimado é de R$ 2,2 milhões.

Leia Também:  Moradores detêm homem que tentou estuprar mulher e agrediu outra em bar

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição será feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e o Ministério da Defesa. Nos casos em que for necessário, o Ciopaer disponibilizará sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

Nos próximos dias, os 141 municípios de Mato Grosso começam a receber as agulhas e seringas que já se encontram em estoque e que serão utilizadas no plano de vacinação contra a Covid-19. A SES também providenciou a aquisição suplementar de 6,5 mil seringas para o enfrentamento de vacinação, com investimento na ordem de R$ 2,8 milhões.

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA