Política

Estão abertas as inscrições para o 5º Simpósio sobre Dislexia realizado pela ALMT

Publicado

na

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso realiza, nos dias 5 e 6 de outubro, o 5º Simpósio sobre Dislexia. Com o tema “Dislexia em tempo de Ensino Remoto”, o evento reúne especialistas, educadores e pais para discutir experiências e práticas clínicas e pedagógicas sobre o transtorno, caracterizado pela dificuldade de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na página da ALMT, na qual foi inserido um banner sobre o simpósio. Os participantes credenciados recebem certificação.

A edição deste ano, em virtude da pandeia do coronavírus (Covid-19) e as necessidades de distanciamento social, será totalmente on-line, sendo transmitido pela TV Assembleia (30.1) e pela página do Facebook .

Para o deputado Wilson Santos (PSDB), idealizador do projeto, a principal preocupação é propiciar atendimento pedagógico especializado para gerar melhores resultados acadêmicos. “O objetivo é conscientizar e mostrar que é possível viver e conviver com disléxicos, principalmente nas escolas, mas também dentro dessas novas perspectivas de ensino a distância”, declarou o parlamentar.

A abertura acontece no dia 5, às 18h30, e contara com a participação de autoridades.  As palestras do primeiro dia são com o publicitário Felipe Ponce (Pippo), diagnosticado com dislexia e que mantém um blog que ajuda disléxicos e suas famílias que estão em busca de apoio. O tema da palestra será “Efitos da quarentena na vida de um disléxico”. A segunda apresentação será com o neuropediatra infantil Dr. Clay Brites, que vai falar sobre “Dislexia do Desenvolvimento e seus aspectos neurológicos em tempos de ensino remoto”.

No segundo dia de evento, serão oferecidos minicursos no período das 8h às 9h. A programação retoma no período das 19h às 19h30 com outras duas palestras. A primeira será a respeito de dislexia, com Juliana Amorina, do Instituto ABCD. A segunda está programada com o professor universitário Dr. Rauni Roama Alves, com o tema “Sinais de alertas comportamentais e emocionais da dislexia no cotidiano do ensino remoto”.

Realizado em parceira com a Associação Mato-grossense de Dislexia, o simpósio conta com o apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).  A programação completa e o acesso à inscrição estão disponíveis aqui.

Dislexia

A dislexia se origina da dificuldade no desenvolvimento cognitivo e no aprendizado das crianças relacionadas à leitura e à escrita. Consiste na perturbação na aprendizagem da leitura pela dificuldade no reconhecimento da correspondência entre os símbolos gráficos e os fonemas, bem como na transformação de signos escritos em signos verbais.

Foto: Fablicio Rodrigues/ALMT

Fonte: ALMT
Leia Também:  Seciteci prorroga inscrições para 12ª Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

Política

Governador afirma que concessão vai mudar história da Região Norte de MT

Publicado

na

O governador Mauro Mendes inaugurou nesta sexta-feira (23.10) os trabalhos de restauração e modernização de 188,2 quilômetros das rodovias MT-320 e MT-208, durante evento em Colíder, e destacou o salto de desenvolvimento que a Região Norte de Mato Grosso terá com a essas melhorias rodoviárias.

Segundo o governador, a rodovia vai contribuir com a economia, a geração de emprego e a qualidade de vida da população – além de ser a concretização de um desejo de décadas dos moradores da região.  

“Ao longo de 40 anos, essa estrada sempre teve buraco, problemas. Uma hora era ruim, outra pior, outra horrível. Recupera um pouco e logo está ruim de novo. Essa história vem ao longo de décadas e agora, com essa solução, as pessoas vão pagar um pouquinho com isso, mas vão economizar tempo, pneu, amortecedor, vão ter o direito de ir e vir e o progresso chega onde tem estrada boa, onde você tem uma boa logística”, afirmou. 

Governador inaugura recuperação de rodovia

“A região como um todo ganha muito, novos investimentos virão para cá em função de uma boa logística. Novos empregos serão gerados. Tem uma cadeia gigante de muitos benefícios para Colíder e todas as cidades que estão ao longo das MTs 320 e 208, que estarão interligadas à BR-163”, completou.

Os investimentos foram realizados pela concessionária Via Brasil MT e atendem ao Plano de Exploração Rodoviário do contrato de concessão de 188 quilômetros – no trecho entre os municípios de Alta Floresta, Nova Santa Helena, Colíder, Carlinda e Nova Canaã do Norte – assinado no ano passado.  A concessão, que tem prazo de 30 anos, previa que as melhorias se iniciassem já no primeiro ano da formalização do contrato. 

Para o governador, a recuperação e modernização da rodovia, por meio da concessão, é uma solução adotada em todo o mundo para solucionar os gargalos logísticos – e está sendo adotada também em  Mato Grosso, que  possui mais de 32 mil quilômetros de rodovias estaduais e, sozinho, o Poder Público não teria condições de garantir a pavimentação de todas as rodovias e a execução da manutenção.

“Essa estrada tem quase 40 anos e, nesse tempo todo, ela nunca esteve como está aqui hoje. Nós fizemos essa concessão porque o Estado não consegue fazer tudo aquilo que precisa fazer e dar a manutenção depois. Quem já teve a oportunidade de conhecer a Europa, Estados Unidos, China, os grandes países do mundo, todas as grandes rodovias estão em concessão. O Governo faz, passa para a concessionária para manter e, durante 30 anos, quem passar por essa estrada pode ter a certeza de que vai andar em uma estrada com  segurança, com condições, bem sinalizada, com equipamentos de socorro e com tudo aquilo que têm nas melhores estradas brasileiras, nas melhores estradas do mundo”, disse o governador. 

Todas as melhorias realizadas foram fiscalizadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e, com a entrega desses serviços iniciais, a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager) passa a fiscalizar se todas as cláusulas do contrato de concessão estão sendo cumpridas.

Entre elas, a aplicação dos investimentos na ordem de R$ 1,9 bilhão, previstos para serem realizados ao longo da concessão, e a operação comercial, que deve vir acompanhada da prestação de uma série de serviços de apoio ao usuário, 24 horas por dia.

Com este trecho concessionado, o Governo de Mato Grosso soma 923,4 quilômetros de rodovias repassados à iniciativa privada para a prestação dos serviços de conservação, recuperação, manutenção, implantação de melhorias e operação rodoviária, de acordo com o secretário de Estado de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo de Oliveira.

“O Estado tem 7,2 mil quilômetros de estradas estaduais pavimentadas e outros 22 mil quilômetros de estradas não-pavimentadas. Temos 2,4 mil pontes de madeira nas rodovias estaduais. Essas rodovias não pavimentadas e as pontes de madeira são o grande obstáculo de infraestrutura para o Estado de Mato Grosso. O grande obstáculo de crescimento e desenvolvimento do Estado, que estamos diminuindo com essas parcerias e concessões”, disse.

Além do governador Mauro Mendes e do secretário Marcelo de Oliveira, participaram do evento o presidente da Ager, Luís Alberto Nespolo, o presidente da Via Brasil MT, João Garcia Couri Neto, deputados federais, deputados estaduais, entre outras autoridades da região.

Fonte: GOV MT

Leia Também:  Senador Vaderlan Cardoso é diagnosticado com covid-19
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA