Destaque

Governo de Mato Grosso investe R$150 milhões em construções, reformas e manutenções de escolas no Estado

Publicado

na

A infraestrutura do sistema educacional de Mato Grosso está passando por uma grande transformação. Em vários municípios o que se vê são obras de escolas, que há muito tempo estavam paradas, sendo retomadas. Muitas delas já estão em fase final e prestes a serem entregues.

Ao todo, são 161 obras executadas, entre construções, reformas, edificação de quadras poliesportivas e manutenções preventivas e corretivas. Os investimentos chegam a R$ 150 milhões.

Entre essas obras está a construção da nova Escola Mario de Castro, no bairro Pedra 90 em Cuiabá, que vai ganhar um prédio muito mais moderno, amplo e atrativo.

“Essa obra ficou paralisada por um bom tempo e foi retomada em agosto de 2019. A nova escola será com padrão de qualidade e com capacidade para atender 1500 alunos do ensino fundamental e médio”, explica a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk.

Com um investimento de R$ 8,1 milhões, recursos próprios do Governo do Estado, a escola contará com 16 salas de aula, laboratórios de física, química e informática, biblioteca, refeitório, copa, cozinha, parte administrativa (sala dos professores, coordenadoria, diretoria, secretaria, arquivo) e sanitários, além de uma quadra poliesportiva com vestiários. A escola será toda adaptada para atender alunos com deficiência e receberá mobiliários e equipamentos novos.

O diretor da escola, Divino Amauri de Campos, ressalta que está bastante animado e aguarda com expectativa pela entrega da nova escola. “Essa escola será um presente para a nossa comunidade. Ela vai contribuir para desenvolvermos um trabalho de excelência, pois vai estimular e motivar os alunos e profissionais da educação”, observa.

Além da Mário de Castro, outras duas obras que estavam paradas em Cuiabá foram retomadas, são as reformas gerais e ampliações das escolas Hermelinda de Figueiredo e Cleinia Rosalina. Os investimentos nessas duas obras são de R$ 4,3 milhões.

Em Várzea Grande duas obras de reformas estão em andamento. Trata-se das escolas Professora Arlete Maria da Silva e Professor Honório Rodrigues Amorim, que receberam investimento na ordem de R$ 4,3 milhões.

Leia Também:  Festival de Cervejas Artesanais ocorre em abril na capital

Além dessas cinco escolas, outras 30 unidades de Cuiabá e Várzea Grande estão na lista para receber manutenção preventiva.

No município de Barra do Bugres (a 168 quilômetros de Cuiabá) duas obras estão em andamento. Trata-se da reforma geral da Escola Estadual Júlio Muller e a construção de uma escola no bairro Nova Maracanã. O investimento total é de R$ 8,4 milhões. Outras dez escolas também vão receber manutenção preventiva.

Ainda na lista dos municípios contemplados, está Rondonópolis (a 212 quilômetros de Cuiabá) com as obras de reforma da EE Marechal Dutra e a construção de uma escola no bairro Jardim Maria Tereza, onde passará a funcionar a Escola Estadual Militar Tiradentes Major PM Ernestino Veríssimo da Silva. Essas duas obras estão recebendo investimento na ordem de R$ 7,6 milhões. Outras três escolas estão recebendo manutenção.

Segundo o diretor da escola Marechal Dutra, Evandro Silva Brocuá, desde que começou a trabalhar nessa unidade educacional, em 2000, nunca viu uma reforma desse porte sendo realizada. “Essa obra foi iniciada, mas foi paralisada no meio do caminho. A comunidade já estava descrente e não tinha expectativa de que um dia ela terminaria. Mas, felizmente, ela foi retomada no ano passado e assim que as aulas presenciais retornarem a reforma já estará finalizada e os alunos poderão desfrutar de um espaço totalmente novo”.

No município de Nobres (a 146 quilômetros de Cuiabá) o Governo está concluindo a reforma da EE Marechal Cândido Rondon localizada na comunidade de Coqueiral Quebó. A obra estava paralisada, foi retomada em 2019 e será finalizada ainda este ano. O investimento é de R$ 2 milhões.

Outra obra que está sendo concluída é a construção da nova sede da Escola Estadual Vereador Bento Muniz no bairro Altos do Tarumã em Tangará da Serra (a 239 quilômetros). Para a realização dessa obra o Governo está investindo R$ 3,8 milhões.

No Distrito de Selma, município de Jaciara (a 144 quilômetros de Cuiabá), as obras de construção da nova sede da EE Celestino Correa da Costa, que ficaram paradas por mais de cinco anos, estão chegando na fase final. Ao todo foram investidos R$ 3,3 milhões.

Leia Também:  Idosa morre após ser estuprada e espancada por pintor em MT

“Fui aluna dessa escola, trabalhei aqui como professora e hoje estou como diretora. Lembro de como ela era antes e como está agora, é um sentimento de alegria e de conquista. A ansiedade para ver tudo pronto é muito grande”, destaca a diretora da escola, Silvana Delfina Fichio.

Em Sinop (a 500 quilômetros de Cuiabá) as obras da nova escola no bairro Jardim das Orquídeas, que foram retomadas em 2019, estão em ritmo acelerado. A obra, no valor total de R$ 5,4 milhões, comtempla 18 salas de aulas e vai atender 1,6 mil alunos.

Em Lucas do Rio Verde um prédio novo com 16 salas de aula vai comportar a EE Tarsila do Amaral. A obra, orçada em R$ 8,6 milhões, é construída em convênio com a Prefeitura Municipal, sendo R$ 8,3 milhões do Governo do Estado e contrapartida da Prefeitura Municipal de R$ 350 mil.

O Governo do Estado está construindo também, em convênio com a Prefeitura de Campo Verde, uma escola nova no bairro Jardim América. A obra está orçada em R$ 6,4 milhões, sendo R$ 5,8 milhões recurso estadual e R$ 557 recurso municipal. A escola contará com 16 salas de aula.

Os investimentos em obras contemplam ainda escolas dos municípios de Cáceres, Canarana, Sorriso, Colniza, Ipiranga do Norte, Glória D’Oeste, Itanhagá, Nova Olímpia, Paranaíta, Nova Xavantina, Porto dos Gaúchos, entre outros.

“Todas essas obras estão sendo realizadas com foco na melhoria da aprendizagem dos alunos. Assim como nossos profissionais da educação precisam de um espaço digno de trabalho, nossos alunos também precisam de um ambiente adequado para a construção do ensino-aprendizagem e o governo Mauro Mendes tem trabalhado muito com foco nessas metas”, ressalta a secretária Marioneide Kliemaschewsk.

Fonte: GOV MT

Destaque

Mato Grosso registra 242.846 casos e 5.651 óbitos

Publicado

na

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (22.02), 242.846 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.651 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.074 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 242.846 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.398 estão em isolamento domiciliar e 228.675 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 327 internações em UTIs públicas e 309 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 74,83% para UTIs adulto e em 36% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (51.875), Rondonópolis (18.355), Várzea Grande (15.350), Sinop (12.579), Sorriso (10.141), Tangará da Serra (9.832), Lucas do Rio Verde (9.135), Primavera do Leste (7.218), Cáceres (5.412) e Nova Mutum (4.989).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Em apoio a Vigilância Sanitária, PM identifica bares com aglomeração

O documento ainda aponta que um total de 209.416 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 419 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último domingo (21), o Governo Federal confirmou o total de 10.168.174 casos da Covid-19 no Brasil e 246.504 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.139.148 casos da Covid-19 no Brasil e 245.977 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de segunda-feira (22).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Cuiabá Esporte Clube representará Mato Grosso na série A do Brasileirão

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Painel Epidemiológico 351

Fonte: AMM

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA