Especialista traz dicas para driblar as dores físicas intensificadas durante o isolamento social

Coordenador da Anhanguera aponta fatores que podem estar associados ao surgimento das dores

O isolamento social causado pela pandemia do coronavírus provocou uma mudança severa na rotina das pessoas. Sem poder sair de casa para realizar as atividades diárias, o brasileiro tem enfrentado alterações emocionais e físicas. De acordo com o coordenador do curso de Fisioterapia da Anhanguera de Brasília – Taguatinga Norte (Santa Terezinha), Arthur Lorran, observa-se o surgimento, com maior frequência, de dores musculares, articulares e até ósseas, que podem ser associadas a fatores, como: sedentarismo, postura inadequada no home office ou até mesmo em exercícios realizados de forma errada. “Podemos afirmar que o nosso corpo é uma “máquina” feita para o movimento e, quanto mais parado fica, mais propício estará ao surgimento de dores”, afirma.

Segundo o especialista, o movimento ajuda a melhorar a circulação sanguínea, nutre o organismo, reduz a pressão arterial, fortalece músculos e ossos, além de reduzir o estresse e a ansiedade. Outra questão importante é a postura correta para as atividades. O home office surgiu como alternativa de trabalho para a maioria das pessoas, mas, alguns não possuem local específico para o trabalho e acabam trabalhando com a postura inadequada. Atividades domésticas também podem ser um problema. “Para realizar a limpeza da casa, por exemplo, é necessário manter uma postura adequada e realizar períodos de pausas. Se a pessoa já possuía alguma dor ou problema físico antes deste período, as dores podem ser intensificadas”, explica.

Há também aqueles que não estavam acostumados a fazer atividades físicas e, durante o isolamento social, iniciaram de forma intensa. O resultado são lesões indesejadas. “Os exercícios devem ser realizados de forma orientada e gradual. Há diversas opções para auxiliar as dores físicas, como: exercícios de alongamento, fortalecimento e respiratórios. O fisioterapeuta pode prescrever atividades físicas adequadas para cada indivíduo, além de orientar sobre a postura correta para a realização de cada tarefa”, afirma Arthur.

O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), por meio da Resolução nº 516, de 20 de março de 2020, permite o atendimento de fisioterapia não presencial por meio de telemedicina. O COFFITO informa ainda que o fisioterapeuta tem autonomia para identificar quais pacientes podem ser atendidos ou acompanhados à distância. Portanto, o profissional da saúde é indispensável para auxiliar na identificação dos sintomas de dor física relacionados ao isolamento social e a melhor forma para o tratamento.

Sobre a Anhanguera
Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância. Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse: http://www.anhanguera.com.

Sobre a Kroton
A Kroton, que faz parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira e uma das principais organizações educacionais do mundo, atende ao mercado B2C do Ensino Superior, levando educação de qualidade em larga escala. Presente em mais de 900 municípios em todo Brasil, a companhia conta com 176 unidades próprias, 1.410 polos de ensino a distância e 846 mil estudantes, sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar. Transformar a vida das pessoas por meio da educação, formando cidadãos e preparando profissionais para o mercado, é a missão da instituição, que trabalha para continuar concretizando sonhos em todos os cantos do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *