Associação de Mulheres de Rondonópolis é declarada de utilidade pública

Com mais de mil atendimentos realizados apenas em 2019, a Associação de Mulheres de Rondonópolis e Região Sul de Mato Grosso (AMRRSMT) foi declarada de utilidade pública estadual por meio da Lei nº 11.080. A iniciativa é do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), que tem como uma das suas bandeiras no Parlamento o combate à violência doméstica.

Para a presidente da associação, Sandra Raquel, este reconhecimento se dá em virtude do trabalho das associadas e parceiros que, nos últimos nove anos, de forma voluntária e sem recursos do poder público, auxiliaram mulheres em situação de violência doméstica. “Essa declaração de utilidade pública vai facilitar a formalização de parcerias com organizações públicas e privadas. Só temos a agradecer ao deputado pelo trabalho que vem realizando em combate à violência contra a mulher”, declarou Sandra Raquel.

A Associação de Mulheres de Rondonópolis oferece cursos, palestras e acompanhamento psicológico. Foi fundada no dia 13 de novembro de 2013, por Sandra Raquel – vítima de violência doméstica por sete anos. Após conseguir vencer o ciclo de agressões, a presidente decidiu ajudar outras vítimas dessa situação. Ativista, Sandra está na luta pelo fim da violência contra mulher desde 2005. Era presidente do Conselho da Mulher de Rondonópolis, quando decidiu fundar a associação.

O objetivo da instituição é promover a valorização das mulheres de Rondonópolis e da região sul do estado e combater as desigualdades sociais, por meio de ações autônomas ou em parcerias; além de estimular ações de combate à violência contra a mulher, promovendo iniciativas de valorização pessoal.

“A Associação de Mulheres de Rondonópolis cumpre todos os requisitos para ser declarada de utilidade pública estadual. Além disso, o trabalho da entidade é de grande importância, ao realizar palestras e fazer acompanhamento das vítimas de violência. É uma ação relevante, que faz a diferença na vida das que sofrem violência doméstica e que, por isso, merecem esse reconhecimento”, finalizou Delegado Claudinei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *