Piran não faz acordo com Silval em ação por calúnia e difamação

Terminou sem acordo a audiência de conciliação entre o ex-governador Silval Barbosa e o empresário Valdir Piran em uma ação indenizatória por dano moral no valor de R$ 100 mil.

A ação diz respeito à uma mansão na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC).

A audiência ocorreu na manhã desta segunda-feira (2), na 11ª Vara Cível de Cuiabá, no Fórum da Capital.

A ação indenizatória foi movida por Piran, que acusa Silval de calúnia, injúria e difamação. O ex-governador denunciou que o empresário invadiu o imóvel de sua propriedade, enquanto ele estava preso no Centro de Custódia de Cuiabá, em 2015.

Piran alega que a casa é de sua propriedade desde 2007.

Silval saiu da audiência intimado a apresentar sua defesa em um prazo de 15 dias. Após esse prazo, o advogado de Piran deve apresentar a constetação e, a partir, a ação estará pronta para apreciação da juíza Olinda de Quadros Altomare Castrillon.

 

 

Fonte: Midia News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *