Com gol salvador, Cuiabá consegue empate no fim

Na noite desta terça-feira (8), o Atlético goianiense recebeu o Cuiabá no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2019 e empataram em 1 a 1. Mike abriu o placar para o time da casa, mas Paulinho empatou aos visitantes.

Mesmo que seu retrospecto como visitante seja ruim, sem somar pontos em 5 jogos longe da Arena Pantanal e vindo de duas derrotas, sendo a última em casa contra o Londrina, o Dourado cuiabano foi ate o Estado de Goiás para fazer uma surpresa ao donos da casa.

Cuiabá contou com as voltas de Anderson Conceição e Escobar, ambos titulares. Entretanto, o treinador da equipe cuiabana tinha desfalques importantes. O atacante e artilheiro da equipe Júnior Todinho fraturou a mandíbula e será submetido a cirurgia. Além do goleador, os titulares Jonas e Rodolfo também não jogaram por estarem lesionados.

O primeiro tempo foi de pouca finalização. A prioridade do Cuiabá era se fechar e aproveitar os contra-ataques, enquanto o Atlético-GO tinha dificuldades para chegar e se manter no campo ofensivo por não conseguir furar as barreiras do time oponente. Tanto que a primeira finalização ocorreu apenas aos 17 minutos, quando Oliveira resolveu arriscar de fora da área para levar perigo.

A resposta dos mato-grossenses veio logo depois, quando Mateus Anderson recuperou a bola em vacilo de Jonathan e finalizou bem, para a boa defesa do goleiro Maurício Kozlinski. O outro bom momento na primeira etapa resultou na abertura do placar. Aos 39Jonathan cobrou falta e Mike desviou na trave. No rebote, o próprio atacante cabeceou e marcou depois de nove jogos para colocar o Dragão na frente do placar.

No segundo tempo, o jogo melhorou porque o Cuiabá foi ao ataque para buscar a igualdade no marcador. Os espaços apareceram e os goianos souberam assustar, embora falhassem na pontaria. O Cuiabá chegou primeiro com Léo e obrigou Kozlinski a fazer belíssima defesa. Em seguida, um bombardeio da equipe da casa. Aylon bateu de primeira e mandou por cima da meta. Depois, Nicolas encheu o pé em cobrança de falta e exigiu boa defesa do arqueiro Victor Souza. Em seguida, Mike tentou duas vezes, mas parou no goleiro do Cuiabá. E, na quarta tentativa, Matheuzinho recebeu de Jorginho, bateu de primeira e acertou o travessão.

O saldo de tudo isso foi o gol de empate do DouradoAnderson Conceição foi derrubado dentro da área por André Castro e a arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, Paulinho igualou e finalizou o placar aos 37 minutos.

Com o resultado, o panorama permaneceu igual ao que era antes do confronto. O Dragão permanece na segunda posição, com 46 pontos, oito atrás do líder Bragantino. Os paulistas foram derrotados e a chance de encurtar a distância em busca do título foi perdida. Do outro lado, o Dourado estacionou no 11º lugar, com 36 pontos, e ainda pode se aproximar de uma vaga para a elite do futebol nacional em 2020 se vencer o jogo a menos que tem em relação aos demais clubes.

As equipes já voltam a entrar em campo na próxima sexta-feira (11). O Atlético-GO encara um clássico estadual contra o Vila Nova às 19h15 no Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO.

Por sua vez, o Cuiabá retorna à Arena Pantanal onde irá medir forças contra o Vitória às 21h30 (20h30, horário local).

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 1 CUIABÁ

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data: 08 de outubro de 2019, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Eli Alves Sviderski (SC) e Gizeli Casaril (SC)
Cartões Amarelos: Jonathan, Gilvan, Mike e Jorginho (Atlético-GO); Ednei e Felipe Marques (Cuiabá)
Gols: Mike, aos 36 minutos do 1º tempo, para o Atlético-GO; Paulinho, aos 37 minutos do 2º tempo, para o Cuiabá.

Público: 2.643 pagantes – 3.581 presentes
Renda: R$ 45.330,00

ATLÉTICO-GO: Kozlinski; Jonathan, Oliveira, GIlvan e Nicolas; André Castro, Matheuzinho (Pedro Bambu) e Jorginho; Mike, Aylon (Jairinho) e Rodrigo Rodrigues (Pedro Raul).
– Técnico: Wagner Lopes

CUIABÁ: Victor Souza; Léo, Ednei, Anderson Conceição e Paulinho; Djavan, Marino (Escobar) e Jean Patrick (Lucas Braga); Felipe Marques e Gilmar (Rincon) e Mateus Anderson.
– Técnico: Itamar Schülle

 

 

 

Fonte: Blog do Valdemir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *