Prefeitura intensifica fiscalização do descarte irregular de lixo e entulho

Redação (com informações da assessoria)

 

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana vem intensificando a fiscalização sobre o descarte irregular de lixo e entulho no município. Além do trabalho desenvolvido pelas equipes nas vias e do monitoramento das áreas críticas pelos fiscais de postura, a autuação também pode ser feita com a ajuda da população, por meio de imagens feitas no momento do flagrante, por celular, desde que a imagem identifica a placa do veículo. As imagens devem ser encaminhadas ao Setor de Fiscalização da secretaria de Serviços Públicos que emitirá a autuação para o proprietário pela prática irregular.

“A participação da população é fundamental para combater o descarte irregular de lixo e entulho, que é uma questão que cria problemas para toda a comunidade. Para isso, a denúncia deve ser feita pelos telefones 0800 647 4142 que funciona em horário comercial, ou 3688-8034, e também encaminhando imagens do flagrante, o que permitirá lavrar o auto de infração a quem comete este ato irregular. São várias frentes de trabalho que somadas, a prefeitura conseguirá reduzir está prática no município”, explicou o secretário da Pasta Breno Gomes.

O secretário lembrou ainda que o valor da autuação é de 50 à 70 UPF – Unidade Padrão Fiscal – cujo valor unitário é de R$ 29,32. Outra forma de evitar o descarte irregular também é conscientizar e informar a população que o município possui áreas regulamentadas para o descarte, sendo necessário a autorização da prefeitura.

“A exemplo de contribuição da população. Uma denúncia foi feita por moradores da região do Ikaray,  o que levou o deslocamento de uma  equipe da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, a Rua A – localizada no bairro São João, para verificar a ocorrência. No momento da visita técnica os servidores da Prefeitura Municipal foram surpreendidos com a presença de um caminhão que estava prestes a descartar um grande volume de galhos e podas de arvores. O motorista foi aconselhado a não depositar naquele local os entulhos e a procurar a coordenadoria de resíduos sólidos para obter informações das áreas que estão credenciadas para esse tipo de descarte, com a devida autorização do município.Nós não podemos mais conviver com esta prática ilegal na nossa cidade. Quem faz reparos e construções em sua residência, é o responsável pelo descarte legal deste lixo ou entulho”, explicou o secretário.

Segundo ainda Breno Gomes, este ainda é um grande problema que o município tem enfrentado que é a formação de bolsões de lixo pelos bairros da cidade. “Uma prática criminosa que causa  transtorno às comunidades, uma vez que os descartes obstruem vias de acesso a outros bairros, bem como afeta a saúde pública da população .Só para se ter uma ideia em um período de seis meses foram recolhidos em vários bairros de Várzea Grande, mais de 300 mil toneladas de lixo e entulhos. A prefeitura mantém a limpeza urbana nos bairros regularmente, e é inadmissível sujar a cidade, com pratica criminosa. E a solução para este problema exige um esforço concentrado de todas as partes, prefeitura e população”, assegurou o secretário.

A secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana têm uma coordenadoria de resíduos sólidos, onde a população pode obter informações sobre o descarte de lixo urbano e entulhos. Os interessados em saber das áreas apropriadas para os descartes podem acionar o telefone (065) 3688.8032 que serão informados sobre as normas de descarte de lixo, entulho e resto de construção.

Além da Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, as secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural e Sustentável e Defesa Social – por meio da Guarda Municipal – também possuem equipes que realizam fiscalizações em áreas urbanas com incidência de descarte irregular .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *